Um estudo publicado recentemente na revista Proceedings of the National Academy of Science(PNAS), descobriu que o ibuprofeno, um tipo de analgésico e anti-inflamatório não-esteroide vendido sem prescrição médica, pode ter um impacto negativo na fertilidade de homens mais jovens.

Os pesquisadores descobriram que o medicamento, comumente tomado por atletas, quando testado em uma pequena amostra de jovens, desenvolveu uma condição hormonal associada à meia-idade e reduziu a fertilidade. As informações são da CNN.

Segundo Bernard Jégou, coautor do estudo e diretor do Instituto de Pesquisa em Saúde Ambiental e Ocupacional na França, a pesquisa em questão é uma continuação de uma anterior que começou com mulheres grávidas. Esta associou o medicamento ao desenvolvimento de transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) em crianças.


Uma mulher que não teve sua identidade revelada publicou uma carte de desabafo direcionada à própria mãe no site do jornal britânico “The Guardian”. Nela, falou sobre como nunca havia sido amada por sua genitora e como preferia vê-la.

Confira a íntegra do texto, que foi traduzida:

As pessoas não querem enfrentar a verdade. Elas continuam voltando, tentando melhorar, tentando entender seus pais. Elas fazem terapia e tentam trabalhar em si mesmas. Eu também fui à terapia. Mas tudo o que aconteceu foi para confirmar o que eu já sabia.

Eu já odiava você. Eu não sei o quanto eu era jovem quando deixei de te amar. Oito ou nove anos, provavelmente, em uma daquelas idades feias, quando você não é mais uma garotinha fofa, mas ainda não é uma jovem atraente. Quando só sua mãe te ama.Deve ter tido um dia. Um evento. Provavelmente uma daquelas sessões de gritos porque eu estava riscando meu nariz, ou porque tinha olhado para você engraçado, ou porque você me fez uma pergunta e minha resposta não atingiu aquele tom que você esperava.


Intrigada com a decomposição quase imperceptível, nutricionista decidiu documentar a “vida útil” de um cheeseburger da rede.

Em fevereiro do ano passado, a nutricionista Pâmela Beça deu início a uma experiência curiosa. Depois de perceber que um sanduíche do McDonald’s esquecido em sua casa havia três dias parecia fresco, ela resolveu documentar a “vida útil” do lanche. E o resultado impressiona.

O projeto começou depois que a mãe de Pâmela deixou um cheeseburger com batatas fritas na casa dela. O lanche foi jogado fora três dias depois mas, curiosa, ela comprou outro sanduíche igual e resolveu guardá-lo para saber até quando ele teria uma aparência tão ‘fresca’. Todo mês, ela publicava no stories do Instagram pequenos vídeos do sanduíche.


Gil Carlos Lopes dos Santos, ou “Coroa”, foi denunciado anonimamente após ameaçar moradores. Ao receber ordem da PM, reagiu e acabou sendo alvejado.

Envolvido na criminalidade, Gil Carlos Lopes dos Santos, conhecido popularmente como “Coroa”, morreu em confronto com o Peto da Polícia Militar de Itapetinga, na noite desse sábado (13) em Itarantim. O indivíduo se encontrava com um revólver realizando ameaças a moradores.

Segundo informações, Gil é envolvido em inúmeros crimes na cidade, entre eles o assassinato de um morador. Por volta das 22h30 a Polícia Militar recebeu informações que um indivíduo se encontrava com uma arma de fogo ameaçando moradores no Bairro Presidente Médici, em Itarantim.


Segundo a PM, criminosos seguiram o casal com clara intenção de executá-los. Menina foi morta porque estava no colo da mãe.

Uma jovem de 25 anos morreu abraçada com a filha, de 4, que também foi atingida pelos disparos e não resistiu, na noite desta sexta-feira (12). O crime aconteceu por volta das 20h30, na Rua Tiriva, bairro Califórnia, em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Além das duas, o pai da menina também foi baleado, mas sobreviveu.

Segundo a Polícia Militar (PM), o carro em que pai, mãe e a menina estavam foi seguido por ocupantes de um Cobalt prata. Dentro do carro, dois homens encapuzados e armados já estavam prontos para executar os três. Quando o veículo finalmente conseguiu parar ao lado do Fox da família, no cruzamento das ruas Tiriva com Tangará, a dupla efetuou vários disparos e não poupou sequer a criança. Rodrigo de Oliveira Camargo, 30 anos, perdeu a direção do carro ao ser atingido e bateu numa árvore.