Adolescente D.F., de 17 anos, a “Daniela”, foi morto a pauladas e facadas, após uma briga iniciada por motivos de ciúmes.

Equipe da Policia Civil de Ibicaraí e Floresta Azul, nesta sexta-feira (23) Valdinei Souza dos Santos, mais conhecido como “Val” e Jair Sousa Santos conhecido como “Gel“ ambos acusado de homicídio contra a vitima, o adolescente D.F que usava o pseudônimo “Daniela”, de 17 anos. O crime ocorreu na madrugada do mesmo dia na Avenida Coaraci em Ibicaraí.

Durante o interrogatório ambos confessaram o crime. Valdinei vivia um relacionamento amoroso com a vitima, revelando que não tinha uma convivência harmoniosa. As brigas eram constantes devido a ciúmes por parte de Daniela. Os conflitos também envolviam Jair, irmão de Valdinei. No depoimento os acusados informaram que a briga se deu inicio quando Daniela reclamou mais uma vez por ciúmes, dando inicio as agressões físicas.


Universitária Bruna Zucco, 21 anos, e o empresário Valdir Brito Feitosa, 31 anos, estavam desaparecidos desde a madrugada de quinta (22). Há suspeitas de que eles eram amantes.

Pessoas próximas de Valdir Brito Feitosa, 31 anos, e Bruna Zucco, 21 anos, já não demonstram tanta esperança. Eles acreditam que os corpos encontrados carbonizados na manhã de quinta-feira (22), em uma estrada rural no município de Altônia, noroeste do Paraná, são do empresário e da estudante, atual miss da cidade. Suspeitas indicam que eles mantinham um caso extraconjugal.

Na porta do bar e tabacaria de Valdir há um tecido preto colocado pela manhã por funcionários, em sinal de luto. De acordo com a Polícia Civil, que investiga o crime, a mãe de Bruna reconheceu os restos de uma mochila que seria da jovem. Ao lado do corpo também foi encontrada uma carcaça do mesmo modelo de telefone celular usado pela estudante, um iPhone. O carro em que os corpos estavam, um Fiat Strada, pertence a Valdir, segundo relatou um irmão dele. Ao lado do veículo foi encontrada uma garrafa pet com restos de gasolina. Assista a reportagem: