Moto taxista José Wallas Souza Ferreira foi morto após atender uma corrida. Ao chegar no local, um criminoso descarregou a arma nele.

José Wallas Souza Ferreira, 25 anos, foi executado com pelo menos 16 tiros na cabeça. O crime ocorreu na noite de sexta-feira (23), nas imediações do Loteamento Sol Nascente, em Jequié. As causas do crime estão sendo investigadas. Wallas morava no Brasil Novo e trabalhava como moto taxista.


Depois de serem espancados, os irmãos foram obrigados pelos detentos a gravar vídeo pedindo desculpas ao servente, que furtou os ovos por estar “com fome”.

Dois irmãos e um amigo foram presos suspeitos de torturarem um funcionário da fazenda da família, em São Sebastião do Maranhão, a 385 quilômetros de Belo Horizonte-MG. Os presos revoltados com o que ele fez com o coitado do servente, que por pura fome pegou os ovos sem pedir, o espancaram e fizeram ele gravar um vídeo pedindo desculpas ao trabalhador. Segundo as investigações, a vítima foi chicoteada e golpeada com uma ferramenta por ter furtado oito ovos da propriedade, sem permissão em uma construção em sua fazenda, em São Sebastião do Maranhão. Os policiais também descobriram que os suspeitos seriam perigosos traficantes de drogas da região. Assista com cautela . Cenas fortes:


Cléia Rosa dos Santos, de 35 anos, mandou o amante matar o marido em 2016. No ano passado, após ser ameaçada também encomendou a morte dele.

Uma mulher de 35 anos foi presa neste sábado (24) em Sinop, a 503 km de Cuiabá, suspeita de mandar matar o marido e, depois de um ano, o amante dela. Cléia Rosa dos Santos confessou a participação nos crimes. Além dela, outros dois homens foram presos suspeitos de envolvimento na morte do amante.

De acordo com a Polícia Civil, o marido dela, Jandirlei Alves Bueno, foi morto em outubro de 2016. Cléia teria pedido ao amante, Adriano Gino, que o matasse. Jandirlei foi golpeado com facadas e encaminhado para o hospital. Ele morreu dois meses depois. Os dois teriam forjado um latrocínio para atrapalhar as investigações da polícia. As suspeitas foram confirmadas depois das investigações. À Polícia, os assassinos apontaram local onde foi enterrado o amante. Assista:


Familiares fizeram buscas por Ildo Miranda, de 57 anos, que desapareceu na quinta-feira (22). Ele foi encontrado no início da noite deste sábado (24).

Edinaldo Miranda dos Santos, de 57 anos, conhecido como “Ildo” que estava desaparecido desde a última quinta-feira, 22, foi encontrado por familiares morto às margens da rodovia BA-263, entre Itororó e o distrito de Rio do Meio no início da noite deste sábado, 24. Ildo não entrava em contato com a família desde a noite de quinta quando afirmou que retornaria para casa após viajar até a região de Jacareci, distante da cidade de Camacã 19 km, onde era meeiro em uma fazenda.


Ocorrência registrada neste domingo (25/03), por volta das 7:30hs, a guarnição da Polícia Militar foi acionada após denúncia da comunidade à Central de Rádio Patrulha de Itapetinga.

.

Informando que no distrito de Bandeira do Colônia, mais precisamente no ponto de ônibus ao lado da casa de Shows “O Bandeirão”, estariam quatro pessoas, sendo dois homens e duas mulheres e que um destes indivíduos estaria armado. Chegando ao local, a guarnição composta pelos Sd PM Adriano e Sd PM Silveira, localizou as pessoas de José Brás Cardoso da Silva Filho, Igor Mota Santos, Graziele de Oliveira Chaves, Kamila Oliveira dos Santos.


0