Três tripulantes sofreram ferimentos leves e a noiva saiu ilesa.

 Foto: Divulgação / CBSP

No final da tarde deste sábado (5) um helicóptero que levava uma noiva para a sua festa de casamento caiu na cidade de Vinhedo, São Paulo. Dos quatro tripulantes, três sofreram ferimentos leves e a noiva saiu ilesa.

Após a saída dos quatro passageiros, a noiva, o fotógrafo, uma criança e o piloto, o helicóptero começou a pegar fogo. O Corpo de Bombeiros da cidade esteve no local e conteve as chamas. O local onde a festa ocorria é semelhante a um castelo. No vídeo é possível ver uma das torres do local, por onde o helicoptero passou.

Segundo o Corpo de Bombeiros os feridos foram socorridos por uma ambulância da prefeitura. Apesar do ocorrido, a festa não foi interrompida e, por escolha dos noivos, seguiu normalmente. Veja as imagens gravadas por um cinegrafista amador:


| Coluna Estadão

Uma decisão tomada em fevereiro e mantida em sigilo determinou o fechamento de 513 agências dos Correios e a demissão de 5.300 funcionários nos próximos meses. De acordo informações da Coluna do Estadão, a medida foi aprovada durante reunião da diretoria.

A previsão é que sejam fechadas agências próprias que estão localizadas muito próximas de outras que são geridas por agentes privados, explica o ex-presidente dos Correios, Guilherme Campos.


Visivelmente alterado, homem em clara vantagem física acertou um tapa no rosto do rapaz.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um jovem sendo agredido na fila da McDonald’s de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, supostamente na terça-feira (1°). O agressor, em clara vantagem física, acerta um tapa no rosto do jovem porque este último teria gritado no ouvido de sua filha.

O vídeo mostra que a todo momento a vítima pedia desculpas. “Foi mal por quê? Tu te orienta, tu tá do lado de um homem, não é do lado de um vagabundo”, diz o agressor, com indícios de estar alterado. Segundo relatos, o jovem, em tom de brincadeira, teria gritado um bordão da cantora MC Loma e assustado uma garota ao seu lado. Assista o Vídeo:


Um leão atacou o responsável por uma reserva florestal no Parque de Predadores de Marakele, na África do Sul. Mike Hodge, de aproximadamente 60 anos, dono da reserva foi hospitalizado em estado grave com o corpo mutilado.

O acidente aconteceu na última segunda-feira (30) em frente a visitantes da reserva. Segundo a polícia local, o homem sofreu ferimentos graves no pescoço e na mandíbula.

O vídeo com imagens apavorantes mostra como o dono da reserva foi atacado dentro de um recinto de leões. Ao perceber a presença do homem, o animal o perseguiu e, depois de capturá-lo, arrastou-o para perto de alguns arbustos, onde a vítima permaneceu imóvel.

É possível escutar alguns tiros e os gritos desesperados de quem assistia a cena. Segundo informações, o leão foi sacrificado. Posteriormente, um amigo da vítima esclareceu que Hodge havia entrado no recinto dos leões para verificar o que estava causando a dor que incomodava a um dos animais. Veja o vídeo:


Veículo foi retirado do local por um guincho, na manhã deste sábado (5).

Um carro caiu em um córrego na Avenida Juracy Magalhães Júnior, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, no início da manhã deste sábado (5), de acordo com a Superintendência de Trânsito (Transalvador). O motorista do carro saiu ileso.

O condutor perdeu o controle do veículo, saiu da pista, invadiu o canteiro e acabou caindo no córrego. O veículo foi retirado do local por um guincho.


Dois suspeitos de envolvimento na morte do delegado Marco Antônio Torres, que trabalhava na cidade de Barra da Estiva, no sudoeste da Bahia, e foi encontrado dentro de um carro carbonizado, foram presos em Minas Gerais e em São Paulo. Um terceiro envolvido no crime morreu em confronto com a polícia. Veja a reportagem:

Um dos capturados, identificado como Guilherme Silva Fraga, de 27 anos, estava escondido em uma residência no município de Montes Claros, segundo informou ao G1, nesta sexta-feira (4), a Polícia Civil mineira. Com ele, a polícia encontrou um celular cuja linha telefônica estava cadastrada em nome do presidente da República Michel Temer. O G1 entrou em contato com a Presidência da República, que ficou de se posicionar sobre o caso.