Os pais de uma menina de 3 anos que tem um tumor no cérebro, e que está internada em um hospital de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, conseguiram na Justiça que a criança seja transferida para outra unidade médica para que possa passar uma neurocirurgia.

O procedimento cirúrgico, segundo os familiares da menina foi indicado pelos médicos com urgência, para que a criança possa sobreviver. O Hospital Geral de Conquista, onde ela está internada, no entanto, não oferece suporte para a cirurgia da menina, que tem nome de Luma. Conforme a determinação judicial, nesta sexta-feira (13), o prazo é de 72h para que a transferência ocorra.


Um jovem de 18 anos foi alvo de uma emboscada e acabou espancado após marcar um encontro pelo WhatsApp com uma garota que conheceu nas redes sociais.

Morador de Brotas, ele combinou de se encontrar com a jovem na noite de quarta-feira (27), perto do supermercado Bompreço, da Vasco da Gama. Ao chegar ao local, pelo aplicativo, a suposta jovem perguntou como ele estava vestido para que pudesse identificá-lo. Após a resposta, pediu que ele andasse mais alguns metros. Para surpresa do rapaz, ao invés da mulher, ele se deparou com um grupo com mais de sete rapazes, que o ameaçou com uma arma e o levou para dentro da comunidade de Lajinha, na Baixa da Égua.

Lá, ele foi agredido com coronhadas no rosto e teve o celular roubado. Entre os agressores, três pessoas foram reconhecidas pela vítima. Os jovens ainda fizeram ameaças. “Eles disseram que sabiam onde ele morava”, contou uma familiar. A vítima foi socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE) com hematomas no rosto. Ele foi atendido e já teve alta. A ocorrência foi registrada no posto policial da unidade. No entanto, por medo de represália, a família não prestou queixa na delegacia. O jovem é estudante da rede estadual e trabalha em uma lanchonete.


Um homem morreu atropelado na madrugada deste sábado (7), na Avenida Júlio José Rodrigues, na cidade de Itapetinga, no interior da Bahia. O acidente aconteceu próximo a estação rodoviária da cidade, por volta das 4 horas.

Com a violência do acidente, a vítima foi arrastada por alguns metros, sofreu várias fraturas expostas e morreu no local, antes de receber atendimento médico.   Agentes da Polícia Civil, Guarda Civil Municipal, Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comutran) e Departamento de Polícia Técnica (DPT) estiveram no local do ocorrido.

O homem foi identificado oficialmente como Ademilton Silva de Andrade, de 29 anos.  Ele estava indo para casa, no bairro Vila Isabel, quando foi atropelado e morto, após participar de uma festa no bairro São Francisco de Assis. Ainda conforme as primeiras informações apuradas pelo site Itapetinga Repórter, o pedestre teria problemas mentais e foi visto minutos antes consumindo bebida alcoólica no evento.


A Investigadora de Polícia Dolores Mileide de Souza Simões, lotada na 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, matou o filho de quatro anos a tiros e, em seguida, cometeu suicídio na cidade de Cambé, na Região Metropolitana de Londrina.

Ela e a criança estavam há dois dias sem dar notícias, o que fez com que familiares fossem até sua casa, na tarde desta sexta-feira (6), e encontrassem os corpos dela e do filho.

Antes de matar o filho e cometer suicídio, Mileide deixou uma carta explicando a motivação do crime. Ela teria perdido a guarda do filho para o ex-marido, que, segundo ela, teria abusado da criança em fevereiro de 2017.

Leia a carta na íntegra:


O policial civil Jorge Henrique Banha, de 48 anos, se matou com um tiro na boca após disparar contra dois jovens, tendo matado um, e constatar que um deles era filho de um colega seu da corporação.

A tragédia aconteceu por volta de 21h30, de sexta-feira (6), em uma distribuidora de bebidas localizada na Av. Padre Manoel da Nóbrega, Jesus de Nazaré, Centro de Macapá/AP. De acordo com testemunhas, os dois jovens, Ricardo Brito Oliveira, de 22 anos, e Ronald Willian Souza de Oliveira, de 21 anos, chegaram ao estabelecimento em um carro branco, estacionaram e entraram para comprar algo.


O Itarantiense Kleytionne Pereira Souza, de 29 anos passou em três concursos públicos para promotor em três diferentes estados consecutivos, sendo eles no estado do Acre ,Maceió e Sergipe.

Kleytionne Pereira Souza é Promotor de Justiça do Estado de Alagoas, foi Promotor de Justiça do Estado do Acre, especialista em Direito do Estado, atuou na advocacia privada, foi Procurador Geral do Município de Itarantim e atuou como juiz leigo no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.

Kleytionne foi nomeado no dia (11), de maio deste ano de 2018 e irá atuar na cidade de Anadia, ele foi um dos 15 aprovados no concurso de Promotores do Estado de Maceió, realizado em 2014.


A divisão de investigações Criminais (DIC) da Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira, 4, a identidade do jovem encontrado morto na tarde de ontem, em um matagal no Segundo Distrito de Rio Branco/AC.

Trata-se de Igor Silva, de 16 anos, morador do bairro Calafate. Segundo o site Nortão, o cadáver de Igor foi encontrado por populares com sinais de perfuração espalhados pelo corpo. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área até a chegada dos peritos criminais.

Logo após a divulgação da identidade do menor pelas autoridades policiais, um vídeo de pouco mais de um minuto começou a circular nas redes sociais mostrando o jovem sendo interrogado supostamente por membros do Bonde dos 13. A suspeita é que Igor pertencesse a facção Comando Vermelho. Assista:


A enfermeira inglesa Lucy Letby, 28 anos foi presa na última terça-feira (03/07) sob suspeita de ter assassinado oito recém-nascidos e ter tentado matar outros seis na maternidade Countess of Chester Hospital na cidade de Chester na Inglaterra.

As mortes ocorreram entre 2015 e 2016 quando ela trabalhava como enfermeira obstétrica na maternidade.  O caso está sob investigação da polícia inglesa.

As enfermeiras que trabalharam com Lucy estão em choque com a notícia. Isto porque elas afirmaram que Lucy parecia uma excelente profissional e também parecia ser muito amável com os recém-nascidos.


Um trabalhador morreu afogado em uma obra da embasa realizada na Rua da Linha, bairro Joaquim Romão, em Jequié.

De acordo com informações da imprensa local, a tragédia ocorreu por volta das 10h da manhã dessa quinta-feira (05). Equipes do 8º Grupamento de Bombeiros foram acionadas para resgatar o operário.

De acordo com as informações, o homem estava trabalhando dentro da escavação quando rompeu a adutora de água que atende à base do Poliduto da Petrobrás. Segundo informou a imprensa local, três homens estavam trabalhando na vala quando houve o acidente. Dois foram resgatados com ferimentos e encaminhados para atendimento médico. O outro operário não conseguiu sobreviver.

Em nota, a embasa comentou a tragédia:

“A Embasa informa que o acidente, hoje (5) pela manhã, com os funcionários da empresa Franco Araújo que trabalhavam na substituição de trechos da rede de esgotamento sanitário de Jequié, no bairro Joaquim Romão, foi causado pelo quebramento de uma adutora durante a escavação de uma vala. A causa da morte de um dos funcionários foi por afogamento e não por soterramento, pois não houve desmoronamento da vala inundada. A construtora Franco Araújo está dando a assistência necessária aos dois funcionários feridos e à família do funcionário falecido. A Embasa aguarda o relatório pericial para tomar as medidas cabíveis previstas em contrato com prestadores de serviço contratados pela empresa”, comentou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento.

(Giro em Ipiaú)


Um cantor de 28 anos foi preso suspeito de matar um casal de amigos e colocar fogo na casa, no Jardim Luz, em Aparecida de Goiânia/GO. Ele estava morando de favor na casa das vítimas e a suspeita é que ele tenha cometido o crime para roubar.

Ao ser apresentado à imprensa nesta quarta-feira (4) Ramiro Galvão da Silva negou que tenha qualquer envolvimento com assassinato, apesar de já ter confessado o crime à polícia.

O jovem foi preso no dia 28, no Jardim Ipanema. Ele estava na casa de amigos. Ramiro tinha um mandado de prisão em aberto no Paraná pelo crime de roubo. Porém, ele se apresentava para todos como Bruno Rocha, nome artístico de cantor. Em uma rede social, ele tinha 665 seguidores e postava vídeos cantando.


A Polícia Civil esclareceu, na tarde de terça-feira (3), que a adolescente Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, foi morta por engano.

De acordo com informações da polícia, o depoimento de um homem ouvido hoje no Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa foi decisivo para que fosse descoberta a motivação do crime.

O homem disse aos policiais que devia cerca de R$ 7 mil a um traficante e que, por isso, estava recebendo ameaças de morte. A testemunha afirmou, ainda, que tem uma irmã com as mesmas características de Vitória Gabrielly e que sabia que o traficante para quem devia costuma punir integrantes da família dos devedores.


O corpo de uma jovem foi encontrado, na manhã de segunda-feira (2), no Pátio da Estação, no centro de Barra do Piraí (RJ). Um jovem identificado como Jhonatan Nunes Lima de Souza, de 24 anos foi preso no mesmo dia, apontado como autor do crime.

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (3) as imagens de uma câmera de segurança que mostram o momento que a jovem Johanna Cerqueira, de 19 anos, é conduzida por Jhonatan, ao local do crime, pouco tempo antes de ser assassinada por ele.

Segundo a Polícia Civil, nas imagens é possível ver o jovem levando a vítima ao pátio da estação ferroviária, no Centro. Ele fica no local por uma hora e meia, e depois sai sozinho. Através destas imagens, o suspeito foi identificado e preso na tarde de segunda-feira (2). Assista:


A mãe do cantor baiano Hiago Danadinho, de 14 anos, foi esfaqueada pelo ex-companheiro, com quem tem uma filha de cinco anos. Um dos golpes atingiu o olho da vítima.

Segundo as primeiras informações, a vítima sofreu dez facadas. Ela está internada no Hospital Geral do Estado. A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) informou que não dá informações sobre vítimas. Em entrevista à RecordTV, a irmã da vítima, identificada como Adriana, falou das ameaças que a irmã sofria.

“Ela já estava separada há um tempo por causa das ameaças dele contra a vida dela. Veio visitar a mãe, ele invadiu a casa, não foi a primeira vez, há quatro ocorrências contra ele em que ela afirma que ele iria terminar o que começou”, disse.