Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi preso em flagrante logo após o atentado; Bolsonaro foi atendido da Santa Casa de Misericórdia de Juiz Fora, onde fazia ato de campanha política.

A Polícia Militar identificou o suspeito de esfaquear o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, confessou o crime, segundo a PM. O homem é natural de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, e foi preso em flagrante logo após o incidente.

Bolsonaro participava de um ato de campanha em Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, e estava nos ombros de apoiadores quando foi atingido.