O padre Jean Rogers Rodrigo de Sousa, de 44 anos,  foi acusado recentemente de ter abusado sexualmente de freiras sob sua guarda. As informações foram divulgadas pela Folha de S. Paulo. Em 2006, o padre já havia sido denunciado por fazer “lavagem cerebral”, na comunidade católica de Anápolis (GO), Arca de Maria.

De acordo com relatos das vítimas à reportagem, parte das tentativas do religioso foram bruscas e alguns atos foram consumados. Além da abordagem direta, as “irmãs” também denunciaram Jean Rogers de cometer assédio virtual e, inclusive, de se masturbar durante conversas via Skype.