O corpo da vítima, identificada como Celidalva Souza Pacheco, foi achado pelo filho dela, na entrada de um bar desativado, no bairro Mamoan. Uma mulher de 57 anos foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (4), na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. A vítima era dona de uma barraca de praia e a polícia suspeita que um homem contatado por ela para consertar um freezer tenha cometido o crime. O suspeito, que não teve a identidade divulgada, é procurado.

De acordo com informações da Policia Civil, o corpo da vítima, identificada como Celidalva Souza Pacheco, foi achado pelo filho dela, na entrada de um bar desativado, no bairro Mamoan. O jovem teria acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou o óbito.


Resultado de imagem para Criança escreve bilhete para avó e relata abuso sexual do padrasto

A mesma coisa que ele faz com a mamãe, também faz comigo”, dizia o recado. O caso ocorreu em Manaus (AM). Uma mulher da cidade de Manaus (AM) procurou o Conselho Tutelar da cidade para registrar boletim de ocorrência contra o padrasto da neta por abuso sexual. A menina havia escrito um bilhete, no qual dizia que “a mesma coisa que ele faz com a mamãe, também faz comigo”, e entregou para a avó.

Segundo o Conselho Tutelar, a avó apareceu no local com a neta e a menina relatou que o padrasto cometia abuso sexual desde que ela tinha seis anos. O homem é casa com a mãe da menina e, inclusive, ela o chama de pai.


O caminhão com cavalos de raça seguia para a Fazenda São Geraldo. Um homem morreu carbonizado junto com alguns animais. Na tarde desta sexta-feira (05) uma tragédia na BA-130. De acordo com informações, um acidente envolvendo dois veículos na estrada que liga Macajuba a cidade e Baixa Grande/BA, próximo a Fazenda Verbena, vitimou um homem conhecido como Borborema, morador da cidade de Ruy Barbosa.

Os veículos envolvidos no acidente foram um caminhão boiadeiro e uma caminhonete F-1000. O caminhão com cavalos de raça seguia para a Fazenda São Geraldo.


Agressão foi flagrada por morador e Conselho Tutelar obteve vídeo de câmeras de segurança. Jovem, de 22 anos, fugiu após repercussão do caso e conselheiro diz que mãe era conivente. Um jovem de 22 anos é suspeito de agredir o enteado, de 4 anos, no meio da rua em Sertãozinho (SP). Um morador flagrou a agressão e denunciou o caso ao Conselho Tutelar, que obteve imagens da câmera de segurança de uma casa que mostram os maus-tratos.

No vídeo, o jovem e a criança estão sobre uma moto parada na Rua Yoshinobu Kobata, no Jardim Jamaica. Usando capacete e com uma mochila nas costas, o menino desce e é agredido com um chute no peito pelo padrasto, que continua no veículo.