Polícia Militar acredita que a mulher tenha matado a criança e em seguida se matado. Na residência foi encontrada uma carta. Uma mulher de 37 anos e a filha dela de 5 anos foram encontradas mortas em São Lourenço do Oeste, no Oeste catarinense, por volta das 12h45 desta quinta-feira (10). Os corpos estavam no quarto da casa delas, no bairro Cruzeiro. A Polícia Militar acredita que a mãe tenha matado a criança e em seguida tirado a própria vida.


Foto: Arquivo Pessoal | Redes

É com muito pesar, que comunicamos o falecimento do funcionário público José Nilo de Oliveira conhecido como “Nilo Gazo”. Faleceu aos 60 anos de idade. O Sr. Nilo trabalhou na prefeitura por muitos anos. Nilo faleceu nesta madrugada de Domingo (13), a não resistir um procedimento cirúrgico. O velório será na Pax São José e o enterro ocorrerá às 18h deste domingo.

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; João 11:25


A Secretaria de Segurança Pública (SSP) está investigando os atos de vandalismos e roubo de equipamentos no galpão do governo, localizado no bairro Quintas do Morumbi, em Itapetinga. A depredação ocorreu no início da semana e foi denunciada às autoridades policiais e à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) na quinta-feira (10). No local, será implantada uma fábrica de calçados, com previsão de instalação até março deste ano.


Uma mulher foi morta pelo ex-namorado em frente de casa, em Formiga (MG), por volta das 22h desta quinta-feira. A filha dela, de 17 anos, também foi alvo de disparos. Em seguida, o autor do crime, tratado pela Polícia Civil de Minas Gerais como feminicídio, cometeu suicídio. A arma usada no crime não era legalizada e foi apreendida.

Milena Pereira Siqueira, de 37 anos, já tinha registrado ocorrência por ameaça contra Emerson Modesto de Faria, de 45 anos, que chegou a ser preso à epoca, mas foi solto após pagar fiança. A polícia afirmou que a motivação dele foi não aceitar o fim do relacionamento.


Identificado como sendo Gilearde Santos Porto, de 29 anos, durante uma briga o suspeito e a vítima terem ingerido bebida alcoólica. Gilearde a vítima foi assassinado a golpes de facão nesta madrugada de Sábado (12), na cidade de Itarantim-Ba.

De acordo informações de testemunhas, a vítima foi socorrida e levada  para o Hospital  local da cidade, não resistindo aos ferimentos vindo a óbito na unidade médica.


                            Foto: PC/reprodução Portal da Lapa

Agentes realizaram diligências para localizar Sinvaldo, mas não obteve êxito. Maria foi apresentada na delegacia de Santa Maria da Vitória para adoção das medidas cabíveis. Uma mulher identificada por Maria Rocha Roque, idade não informada, natural do município de Botuporã, foi presa na Rodoviária de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, na tarde da última sexta-feira, 11 de janeiro.

Conforme informação do delegado de Santa Maria da Vitória, Leyvison Rodrigues, ele foi informado que uma criança estava abandonada na rodoviária. Diante da denúncia, agentes, representante do Conselho Tutelar e um assistente social se dirigiram ao local.


Donos de residências e propriedades rurais no município de Itororó, no centro-sul da Bahia, estão sendo estimulados a utilizar cercamento sustentável, feito a partir de garrafas PET. A iniciativa é dos estudantes dos cursos técnicos de Zootecnia e de Meio Ambiente do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) do Meio Sudoeste da Bahia, que protagonizam o projeto “Ecoestacas: promovendo propriedades sustentáveis”.

O projeto ganhou o terceiro lugar na 7ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba), em 2018, e em março deste ano vai representar a Bahia na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), em São Paulo. O objetivo é reduzir os custos da confecção de cercas; aumentar a longevidade das mesmas; e reduzir o lixo tóxico com o uso das garrafas de plástico.


Os produtores brasileiros de cacau tiveram motivos para comemorar no ano passado. Além do aumento da colheita, depois de dois anos de severas estiagens que fizeram tombar a colheita na Bahia, os preços pagos pelas indústrias moageiras aos agricultores também se recuperaram. A TH Consultoria, sediada em Salvador, estima que a receita proveniente da produção tenha totalizado R$ 1,9 bilhão, um crescimento de 64,1% ante 2017. A maior parte desse aumento foi puxada pela alta do preço médio recebido pelos produtores – de 34,9%, para R$ 142,44 a arroba. Segundo Thomas Hartmann, diretor da consultoria, essa variação refletiu tanto o movimento do câmbio, dada a alta do dólar ante o real em 2018, quanto a elevação dos preços futuros da amêndoa na bolsa de Nova York.

A colheita, de acordo com estimativas da TH, cresceu 21,7%, para 198,2 mil toneladas, com avanços na Bahia e no Pará, que lideram a produção nacional. A Bahia voltou a ser o maior Estado produtor de cacau do país, após perder a liderança para o Pará em 2017. Em 2018, foram colhidas nas lavouras baianas 125,2 mil toneladas, um incremento de 26%. Mas a base de comparação é baixa e o volume ainda é menor do que a média registrada em anos melhores. Entre 2012 a 2015, a produção baiana anual média atingiu 155 mil toneladas. O preço médio recebido pelos cacauicultores da Bahia subiu 34,5%, para R$ 144,90 a arroba. Dessa forma, a receita da atividade na Bahia aumentou quase 70% ante 2017, para R$ 1,2 bilhão. Esse valor representa a segunda maior receita nominal da história.


Com um reajuste de 4,17%, o piso salarial do magistério foi para R$ 2.557,74. A mudança, anunciada pelo Ministério da Educação nessa quarta-feira (9), entrou em vigor no último dia 1º. O valor corresponde ao vencimento inicial dos profissionais do magistério público da educação básica, com formação de nível médio, modalidade normal, jornada de 40 horas semanais. Segundo informações da pasta, no caso desses profissionais, o piso salarial é atualizado anualmente no mês de janeiro, desde 2009. O artigo 60 da Lei nº 11.738 prevê que essa atualização seja calculada utilizando o mesmo percentual de crescimento do Valor Anual Mínimo por Aluno (VAA), referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano.


Desde o início de 2018 até 8 de janeiro de 2019, o Brasil registrou 10.274 casos confirmados de sarampo. Atualmente, o país enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas, onde há 9.778 casos e, em Roraima, onde foram contabilizados 355 ocorrências. Casos isolados foram anotados em São Paulo (3), Rio de Janeiro (19), Rio Grande do Sul (45), Rondônia (2), Bahia (2), Pernambuco (4), Pará (61) e Sergipe (4), além do Distrito Federal (1). Foram registrados ainda 12 óbitos por sarampo: quatro em Roraima, seis no Amazonas e dois no Pará.