Uma estudante universitária morreu na noite desta quarta-feira (15), em um acidente na BR-367, a cerca de seis quilômetros do centro de Eunápolis. Patrícia Mayla, de 19 anos, estava no carro que bateu de frente com um ônibus.

Outros dois estudantes que estavam no veículo, um Fiat Uno, não tiveram ferimentos graves, segundo um socorrista do Samu. A mulher, que não usava o cinto de segurança, foi arremessada. O corpo dela foi encontrado a alguns metros do veículo. De acordo com o Samu, Patrícia teve um trauma crânio-encefálico e já foi encontrada morta. O motorista do ônibus da empresa Rota, José Edekson Santos Vieira, de 49 anos, afirmou que o Uno ultrapassava outro carro em um trecho de faixa contínua.

O impacto da batida arrancou a porta do ônibus. O automóvel capotou fora da pista e ficou completamente destruído. O ônibus, que transportava 25 pessoas, fazia a linha Ilhéus – Porto Seguro. Nenhum passageiro ficou ferido. Os três estudantes voltavam da faculdade Unesulbahia. A polícia ainda não confirmou os nomes dos outros dois rapazes. Patrícia Mayla – que era natural do Pará, cursava enfermagem.

Foto/Fonte:Verdinho


Na tarde de hoje (quinta-feira) mais um acidente foi registrado na Serra do Marçal, trecho que liga Vitória da Conquista ao município de Itambé.

Segundo informações preliminares, uma carreta acabou colidindo em um Fiat Uno, que estava seguindo para Conquista. O condutor do veículo de passeio ficou preso às ferragens.

Foto: Leitor - Blog do Rodrigo Ferraz

Uma equipe do Corpo de Bombeiros precisou ser acionada no intuito de retirar a vítima do carro. Nenhuma vítima fatal foi registrada.


Mais um acidente foi registrado na Serra do Marçal, na BA-263, trecho que liga Itambé a Vitória da Conquista, na tarde desta quinta-feira (16). Um veículo Fiat Uno, com placa de Vitória da Conquista, que subia a serra, colidiu com a lateral de um caminhão, de distribuição de bebidas, que descia, sentido a Itambé, na primeira curva, após a ponte.

14

De acordo com informações, um casal de idosos, moradores de Vitória da Conquista, donos de uma pequena propriedade na região de Ribeirão do Largo, colidiram violentamente com a lateral de um caminhão, no momento que executava uma curva ao subir a serra.

A idosa foi retirada do veículo, por populares que passavam no local, e deitada no acostamento, a espera do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU). Ela sentia fortes dores na região torácica. Já o idoso, ficou preso às ferragens, devido à violência da colisão, que destruiu a frente do veículo. Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Vitória da Conquista precisou ser acionada no intuito de retirar a vítima do carro, que estava com a perna quebrada. O motorista do caminhão nada sofreu.

Após a ação dos bombeiros, às vítimas foram encaminhadas para o Hospital Unimec de Conquista.


bebe abandonado

O abandono de um bebê recém-nascido, do sexo feminino, chocou o município de Castelo do Piauí nesta quinta-feira (16/04), onde segundo informações do delegado regional Laércio Evangelista, a menina foi encontrada com vida por dois garotos no quintal de uma residência e imediatamente encaminhada para o Hospital Local Nilo Lima por uma ambulância.

Segundo o delegado a mãe da criança já foi identificada e seria do município de São Miguel do Tapuio – PI. Uma equipe foi enviada a cidade para falar com ela e há suspeita que a criança tenha sido lançada por cima de uma cerca, caindo no meio do mato.

A criança teria nascido nesta quinta (16/04) e pesa 3,4 kg. Quando foi encontrada ainda estava cordão umbilical envolta do seu corpo. O bebê foi encontrado por volta das 12h00min, o que só foi possível quando crianças ouviram o choro da pequena.

Ao abrir o saco onde e perceber que tratava de uma criança recém-nascida, uma mulher pediu ajuda de populares, que ficaram chocados com a tamanha crueldade da mãe.

A criança passou por exames e passa bem no hospital regional de Castelo do Piauí. O caso será encaminhado para o Conselho Tutelar e a mãe deve ser indiciada por abandono de incapaz.


kelNa noite desta quinta-feira (15) foi registrado em Itapetinga, mais uma tentativa de homicídio. Segundo informações de populares, uma pessoa não identificada, esteve no Residencial Cassiano Gonçalves, e ao encontrar um jovem de 29 anos, identificado como Edivaldo Júnior Santos, efetuou três disparos de arma de fogo.

Um dos disparos atingiu a cabeça de Edivaldo (testa), onde o mesmo caiu e foi encontrado agonizando.

O SAMU 192 esteve no local, prestou os primeiros socorros e encaminhou a vítima para o HCR/Fundação José Silveira. O estado de saúde de Edivaldo é bastante delicado e o mesmo pode ser transferido para Vitória da Conquista.

Policiais Civis e Militares, fazem incursões no sentido de identificar e prender, o autor dos disparos.


cobra e rato

Cobra e rato iniciaram uma improvável amizade após o roedor peludo ter sido deixado em um tanque enorme do réptil como o seu jantar.

Uma cobra e um rato iniciaram uma improvável amizade após o roedor peludo ter sido deixado em um tanque enorme do réptil como o seu jantar.

Agora, sete dias depois, eles são melhores amigos.

A sobrinha da proprietária da cobra comprou o rato que planejou dar a sua cobra píton de estimação como alimento.

No entanto, ela teve um choque quando voltou a encontrar o animal enrolado com seu amigo peludo enquanto dormiam pacificamente lado a lado.

Zoey Michele, do Texas, EUA, postou as imagens incríveis no Twitter na segunda-feira (13) depois de sua tia, que é dona da cobra, ter feito a descoberta.

99

Ela disse: “Minha tia tem uma cobra em casa e ela comprou um rato para alimentá-la com ele, e agora, 5 dias depois, eles são melhores amigos.”

A postagem rapidamente se tornou viral no Twitter, com vários compartilhamentos.

999

Alguns internautas ainda duvidam de que o final feliz vá durar para sempre.


Cristiane Coelho irá responder por homicídio triplamente qualificado. Ela usou a Internet para fazer pesquisas

Um laudo concluído pela Polícia Civil do Ceará aponta que Cristiane Coelho matou o filho Lewdo Bezerra, de 9 anos, envenenado colocando uma substância junto com um sorvete de morango, segundo o delegado responsável pela investigação do caso Wilder Brito. “A Cristiane, que dizia ter sido espancada pelo marido, matou o filho envenenado fazendo uso de sorvete de morango. Não há mais dúvida”, declarou o delegado à TV Verdes Mares, nesta quarta-feira, após a conclusão do inquérito.

De acordo com ele, a prisão preventiva vai ser pedida ainda nesta semana. Cristiane Coelho irá responder por homicídio triplamente qualificado.

O assassinato do menino Lewdo ocorreu em novembro de 2014 e a principal supeita do caso já era Cristiane. Ele e o pai, o subtenente do Exército Francileudo Bezerra, foram envenenados na madrugada de 11 de novembro, com veneno para rato, popularmente conhecido como “chumbinho”.

mãe q matou filho com chumbinho

Cristiane Coelho matou o filho Lewdo, de 9 anos, com chumbinho

Foto:  Reprodução TV Verdes Mares

Francilewdo passou uma semana em coma, mas se recuperou. Ele chegou a ser apontado como suspeito de homicídio, o que foi descartado após conlcusão do laudo, segundo o titular da 16° DP.

Segundo o laudo, a mãe do menino usava o notebook para pesquisas sobre “como envenenar pessoas com chumbinho”, enquanto o marido usava para fins de trabalho.

Em primeiro depoimento à polícia, Cristiane declarou que Francilewdo era quem havia matado o filho, usando tranquilizantes, além de tê-la agredido, e em seguida tentado suicídio. O laudo toxicológico, no entanto, revelou que o menino morreu por ingestão de veneno de rato. A polícia chegou a encontrar veneno durante uma perícia feita na casa da família no dia 30 de dezembro, dentro de um encanamento de pia.


4112975_x360

“Foi bom. A gente fez coisas que não fazia há anos, tipo almoçar”. Essa é uma das lembranças que um menino de 11 tem dos últimos dias ao lado da mãe. No domingo (12), ele surpreendeu um juiz de Joinville, no Norte de Santa Catarina, ao escrever um agradecimento enviado pela internet.

O magistrado havia concedido prisão domiciliar para que a mulher, que tinha aids e estava em estado terminal, pudesse morrer perto da família. (Leia a íntegra da carta ao fim da reportagem). Na mensagem, o menino conta que cresceu vendo os pais “fazendo coisa errada e sendo presos”. A mãe, reincidente por furto, havia sido detida novamente no início do ano passado.

Em entrevista ao RBS Notícias,  o menino disse sentir “bastante” falta da mãe, mas sonha com um futuro bem diferente da vida dos pais. “Quero trabalhar, ser médico”.

Em dezembro, depois de quase um ano sem vê-la, o menino foi visitar a mãe no hospital – ela sofria com complicações decorrentes da aids. “Não foi ruim, achei péssimo. Ela estava paralisada no lado esquerdo e acorrentada”, lembra o garoto

A avó paterna decidiu, então, procurar a ajuda do juiz de execuções penais de Joinville João Marcos Buch. Ela chegou de mãos dadas com o neto ao gabinete para fazer um pedido: que a mãe do menino tivesse o direito de morrer em casa, “com dignidade”.

Após visitar a presa no hospital, Buch concedeu o direito à prisão domiciliar. “A letra fria de um papel não transmite aquilo que o juiz vê com os próprios olhos. E eu verifiquei nitidamente que a situação dela era grave”, diz Buch.

No dia 25 de março, a mulher morreu num hospital de Florianópolis, após passar os últimos dias de vida na casa de uma irmã, ao lado dos filhos de 11 e 9 anos. Na mesma época o pai conseguiu liberdade condicional, lembra a avó paterna.

Natal com a mãe

“Hoje eles falam pra mim das lembranças boas”, conta a avó, que cuida das crianças em Joinville. “Falam do dia no shopping, dos fogos na Beira-mar, do Natal com a mãe. Não falam mais do dia em que ela foi presa”.

Ao G1, a avó também contou que o menino de 11 anos teve dedicação total à mãe. “Foram à praia, fizeram passeios. Ele dormia num colchão ao lado do sofá só pra cuidar dela, caso ela precisasse de alguma coisa. Deixou até de brincar para cuidar da mãe”, conta.

Leia a íntegra da carta enviada pelo menino ao juiz
Olá, senhor juiz. Minha avó disse que eu podia deixar um recado aqui, que o senhor ia ver. Tenho 11 anos e sou filho da … Sei que o senhor vai lembrar, sou neto da… e só queria agradecer ao senhor. Cresci vendo meus pais fazendo coisa errada e sendo presos. Por muitas vezes entrei na prisão para visitar meu pai ou minha mãe. Por muitas vezes vi eles ganharem a liberdade e novamente serem presos. Mas hoje esse é um passado que não faz mais parte do meu presente. Quis Deus que meu pai saísse da prisão em dezembro, de condicional e fosse trabalhar. Minha mãe, quis Deus que ela ficasse bem doente e o senhor foi lá soltar. Eu tava segurando a mão da minha vó quando ela foi na sua sala pedir para aquelas moças que alguém fizesse alguma coisa pra minha mãe morrer com dignidade e o senhor fez. Também sou soropositivo, essa escolha não fui eu quem fez, mas tenho direito às próximas. E desde já quero ser um homem honesto. Obrigado, senhor juiz João Marcos.


salarioValor está no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem.
Salário mínimo serve de referência para mais de 46 milhões de pessoas.

O governo federal propôs que o salário mínimo, que serve de referência para mais 46 milhões de pessoas no Brasil, suba dos atuais R$ 788 para R$ 854 a partir de janeiro de 2016, com pagamento em fevereiro do próximo ano.

O percentual de correção do salário mínimo, pela proposta, será de 8,37% no próximo ano.

A informação consta na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O documento está sendo enviado hoje ao Congresso Nacional.

Para 2017 e 2018, respectivamente, a estimativa do governo para o salário mínimo é de R$ 900,1 e de R$ 961.

O governo também admitiu oficialmente, por meio do projeto da LDO, que a inflação deve somar 8,2% neste ano e, com isso, estourar o teto do sistema de metas de inflação brasileiro.

Formato de correção
A correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados, mas somente se o PIB tiver crescimento.

Essa fórmula valia até este ano, mas, recentemente o governo enviou uma Medida Provisória ao Congresso estendendo o formato até 2019.


orelhão2A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) determinou que as ligações de orelhões da Oi serão gratuitas em 15 Estados a partir desta quarta-feira (15), após a operadora de telecomunicações não atingir patamares mínimos de disponibilidade nessas localidades.

“A medida é resultado do trabalho da Anatel no monitoramento dos patamares mínimos de disponibilidade dos telefones públicos da concessionária em sua área de atuação”, disse o órgão regulador em comunicado à imprensa nesta quarta-feira.


Um homem acabou atirando na própria sogra quando tentava acertar um tatu.

Larry McErloy usava sua pistola calibre 9 milímetros para tentar acertar o animal. Ele estava em sua casa, no Condado de Lee, Geórgia, Estados Unidos.

O homem de 54 anos matou o bicho com apenas um tiro. Porém, ao acertar o animal a bala acabou ricocheteando e atingindo sua própria sogra, que estava sentada em uma cadeira mais à frente.

Carol Johnson, a mulher em questão, foi baleada nas costas. A paciente de 74 anos foi levada a um hospital e deve se recuperar.

TATU ARMA

11


algemadoUma pesquisa do instituto Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (15) apontou que 87% dos brasileiros são a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. O número é um pouco maior do que o registrado no último levantamento do instituto sobre o tema, realizado há quase nove anos atrás. Em agosto de 2006, 84% dos entrevistados eram favoráveis à redução. Nas duas pesquisas, o índice de brasileiros contrários à mudança se manteve o mesmo, 11%.

O Datafolha apontou ainda que, entre os favoráveis à alteração, 74% defendem que a redução da maioridade tenha efeito para todos os tipos de crimes. Outros 26% preferem que a medida seja válida apenas para determinados delitos.