Bahia: Homem é executado dentro de igreja evangélica em Medeiros Neto

Crime ocorreu na noite de domingo (29/04), em uma congregação da igreja Batista Nova Vida.

Um homem foi brutalmente assassinado quando chegava para participar de um culto evangélico, na noite de domingo (29/04), por volta das 19:30, na igreja Batista Nova Vida, no bairro Uldurico Pinto, em Medeiros Neto.

O culto ainda nem havia começado quando Uanderson Oliveira Pereira chegou e estava aguardando para entrar na igreja. De acordo com a informações de testemunhas, dois homens, a bordo de uma moto, de informações ignoradas, passaram em frente ao local, fizeram o retorno e, quando Uanderson entrava pelo portão do templo, um deles desferiu o primeiro tiro. Uanderson ainda tentou se refugiar dentro da igreja, mas o assassino desceu da moto, invadiu o local e efetuou vários outros disparos. Vizinhos disseram ter ouvido sete estampidos.

O SAMU foi chamado para socorrer Uanderson, porém, ele já havia entrado em óbito; nada pôde ser feito. De acordo com a equipe, foram encontradas 3 perfurações em seu corpo. A Polícia Militar também foi acionada e uma guarnição do PETO, em posse de algumas informações de testemunhas, saiu em diligencia na tentativa de capturar os assassinos.

No momento em que os homens passaram a primeira vez em frente à igreja, o tio da vítima teria se assustado com o movimento estranho, inclusive chegou a desconfiar que eles estavam procurando por alguém. Alguns disparos ainda acertaram seu carro.

De acordo com a Polícia, a arma usada no crime foi, possivelmente, uma pistola 380. O corpo de Uanderson Oliveira Pereira ainda está dentro da igreja, aguardando a chegada da Polícia Técnica. O delegado William Telles vai abrir inquérito para apurar a motivação e autoria do crime. Ainda de acordo com dados da Polícia Militar, ele já se envolveu com tráfico de drogas, na região de Porto Seguro e Teixeira de Freitas e, há alguns anos, conseguiu sobreviver ao ser baleado com mais de 20 tiros, em Vitória (ES).

//Medeiros Dia Dia



Comentários

Os comentários estão fechados.