Barbaridade: Adolescente de 14 anos conta ao tio que está namorando e é espancada até a morte

Suspeito não gostou de saber que ela tinha saído com rapaz para namorar, no sábado (10). Ele foi preso em uma área de mata após tentar fugir da PM.

Uma estudante de 14 anos que ficou gravemente ferida após ser espancada pelo próprio tio morreu na tarde deste domingo (11), na Santa Casa de Araraquara (SP). O suspeito de 27 anos foi preso pela Polícia Militar no sábado (10) e vai responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

O crime aconteceu no bairro Maria Luiza. Segundo o avô da vítima, ela chegou em casa e disse que tinha saído com um rapaz. O tio, que estaria embriagado, disse que o jovem era um traficante e espancou a sobrinha com socos e chutes. Ela foi socorrida até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Via Expressa pelo avô, que chamou a polícia. Com ferimentos graves ela foi transferida para a Santa Casa, onde veio à falecer.

Os policiais fizeram buscas e encontraram o homem escondido em uma mata. O suspeito mora perto da casa da vítima e já tem passagens por agressões contra a esposa a e mãe. Ele foi levado para a Cadeia Pública de Santa Ernestina.

O corpo de Hemilly Brenda Gonçalves de Oliveira será levado para o Instituto Médico Legal (IML), que vai apontar as causas da morte. O velório começa a partir de 1h desta segunda, no Velório Municipal. O enterro está marcado para 16h, no Cemitério dos Britos. Em nota, a a Santa Casa informou que a jovem foi atendida pelo setor de urgência e emergência no sábado e, em seguida, a equipe de neurocirurgia a encaminhou para o centro cirúrgico. “Posteriormente [ela foi] para a Unidade de Terapia Intensiva, porém, dada a gravidade do caso, a paciente não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no domingo (11)”, informou.



Comentários

Os comentários estão fechados.