Barbaridade: Enfermeira é assassinada e principal suspeito é o próprio filho

Marido de Priscila relata que chegou em casa e chamou a esposa, mas sem resposta.

Um crime no município de Peruíbe, no litoral de São Paulo, na última quinta-feira (10), causou comoção em toda a cidade. A vítima foi a enfermeira da Samu, Priscila Ramalho, de 31 anos. Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande.

O marido de Priscila relata que chegou em casa e chamou a esposa, mas sem resposta. Ao perceber que o chuveiro do banheiro estava ligado, ele se dirigiu ao cômodo e, ao chegar, viu que a enfermeira estava inconsciente, jogada no chão. Ele tentou reanimá-la e, em seguida, solicitou o serviço da Samu. Ela não resistiu e faleceu.

O principal suspeito do crime é o filho da jovem, de 18 anos. Segundo os policiais, ele chegou na cena do crime depois que as equipes já estavam no local. De acordo com eles, quando questionado, as informações passadas eram confusas e sem sentido. O rapaz também estava com arranhões pelo corpo. Ele foi encaminhado para o IML e aguarda julgamento na Cadeia Pública de Peruíbe. Pessoas próximas informaram que ele é usuário de drogas e brigava constantemente com a mãe. Tribuna Tv



Comentários

Os comentários estão fechados.