CARLA3

Na noite desta sexta-feira (13) por volta de 20:25h, aconteceu um fato para uma “sexta-feira 13”. Uma jovem conhecida como Thaiz, deu um golpe certeiro no coração de Carla da Silva Santos de apenas 23 anos.

Carla é moradora do bairro Américo Nogueira, rua Bertulino Gonsalves,  casa nº 150.

carla2

Segundo informações de populares, Thaiz estava separada do seu companheiro e havia comentários sobre um possível relacionamento de Carla com ele.

Carla e Thaiz já tinham se desentendido por esse motivo e o assunto foi parar no Complexo Policial.

CARLA2

 

Nesta “sexta-feira 13” a indiferença se transformou em uma tragédia. Carla foi atingida por uma facada acima do peito esquerdo, foi socorrida e levada ao Hospital Cristo Redentor/Fundação José Silveira.

CARLA1

Ela deu entrada no hospital ainda com vida, os médicos tentaram de todas as formas salvar a vida de Carla, mas uma forte hemorragia interna não deu chance e ela faleceu.

Aguarde mais Informações…….


Colega disse que pai da criança entrou em desespero e tentou se matar após o acidente: “Ele era maluco pela filha”

Um policial militar matou a própria filha, de 11 meses, com um disparo acidental, na manhã desta quarta-feira (11), no Rio de Janeiro. O caso aconteceu quando Luciano Batista Coelho limpava um revólver calibre 38, que disparou e atingiu cabeça da menina.

 

A criança, identificada como Eloá, chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, mas não resistiu.

Em entrevista ao jornal Extra, um colega de trabalho de Luciano, que não quis se identificar, disse que o policial entrou em desespero após o acidente. “Aquela menina era tudo na vida dele. Ele era maluco pela filha. Ele estava tão desesperado que falou em se matar. É um cara gente boa, nunca faria nada de mau para a filha”, contou.

Luciano, que também é professor de educação física, se preparava para fazer o processo seletivo para o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope). Ele já foi ouvido pela polícia, que agora aguarda o depoimento da mãe da criança.


Uma garota de um ano e meio levou 240 pontos no rosto após ser atacada por um cão da raça bull terrier. A britânica Mayzee Jo Gaspa estava em casa com os pais quando foi surpreendida pelo animal que pertencia a um amigo da família.

Mayzee foi mordida no rosto enquanto brincava na cozinha, ao lado da mãe, Maria Dew, 34 anos. “Eu batia na boca do cachorro, tentando fazê-lo soltar minha filha, mas ele a arrastava e tudo o que eu via era sangue por todos os lados. Achei que ela fosse morrer”, relata ao jornal The Mirror.

Os vizinhos da família se dirigiram até o apartamento, que fica em Staffordshire, ao ouvirem os gritos de Maria e logo chamaram uma ambulância, que encaminhou a criança para o hospital.

Além de receber mais de 200 pontos, a pequena passou por uma cirurgia para recuperar o nariz. Mayzee também perdeu quatro dentes durante o incidente. Ela vai precisar passar por outra operação, em breve, mas passa bem.

A mãe divulgou as fotos para ajudar outras famílias. “Temos de ficar de olho sempre. Há cães bons e donos bons, mas, em um segundo, coisas assim acontecem”,  alerta.

 


Segundo informações do blog Camamu Notícias um trabalhador rural da cidade vizinha de Ubaitaba, foi devorado por uma onça na Zona Rural de Camamu a 50km ao norte de Itacaré. Ainda segundo o blog, o homem que ainda não foi identificado, mas já estava desaparecido a três dias, tirava cipó na região da Cepel, conhecida como “Mata da Alfa” próximo da antiga fazenda da Brahma no distrito de Camamu.

onca em camamu2


IMG-20150210-WA0099

Um pastor evangélico foi assassinado durante um culto na Congregação Batista, na localidade de Ponto Certo, zona rural de Cruz das Almas, na noite desta terça-feira (10).

De acordo com informações, dois homens altos e negros chegaram para roubar, o pastor identificado com, José Candido Lima, percebeu que era um assalto, chegou a lutar com os meliantes que atiraram três vezes contra ele, o qual caiu sangrando e foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A autoria ainda é desconhecidas. A polícia foi chamada, mas nenhum suspeito foi preso. Desesperado segue o povo em busca de elucidações e prisões de criminosos na cidade, pois o medo toma conta de todos na zona rural e urbana.

“Quero ver se a Secretaria de Segurança Pública da Bahia não vai ajudar a gente, até pastor ta morrendo dentro da igreja imagina eu que sou pecador”, desabafou um morador da localidade. O corpo será removido para o (IML) Instituto Médico Legal, onde será necropsiado.


marcelo2

Na noite desta quarta-feira (11) nossa equipe de reportagem, recebeu uma informação sobre uma troca de tiros, que acontecia na Beira Rio por volta de 20:40 horas.

Nossa equipe se deslocou até o local, onde populares que não tinham muito interesse de passar informações, falavam em 10, 12 e até 15 disparos de arma de fogo.marcelo3

Segundo ainda populares três homens armados, perseguiram um jovem conhecido como “Marcelo” e fizeram os disparos em direção dele.

O Mesmo foi atingido na região da cintura e deu entrada no hospital Cristo Redentor/Fundação José Silveira.

O fato ocorreu no bairro Beira Rio na rua, Gilberto Morais, próximo aos Orixás.MARCELO1

Marcelo Santos Araújo, tem 23 anos e mora no Clodoaldo Costa na rua Osvaldo Brito.

As policias Civil e Militar fazem incursões no sentido de identificar e prender os elementos.

FONTE: BLOG DO TARUGAO


bumbum

Um procedimento estético para aumentar o volume do bumbum terminou mal para a vendedora Millyana de Souza Silva, de 20 anos. Ela está internada no Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, com um grave quadro de infecção. Nesta terça-feira, ela passou por uma cirurgia para drenar a substância aplicada.

bumbum-aumentar-procedimento

Millyana pagou R$ 4.500 para uma suposta esteticista de uma clínica na Freguesia, na Zona Oeste do Rio. Foram aplicados, em cada lado do bumbum, 600ml de uma substância conhecida como metacrilato. A mãe da jovem, Sandra Souza, conta que as complicações começaram no dia seguinte à aplicação.

No outro dia, ela já começou a ter muita dormência nas pernas, mas não deu importância. Teve febre e a perna ficou roxa. Depois de dois dias, ela não sentia mais as pernas. Não andava mais e sentia muita dor. Não ficava em pé nem sentada e só ficava de bruços por causa da dor. O quadril pesava, pareciam duas pedras. As pernas dela não movimentavam mais e não sustentavam o peso dos quadris.

Com fortes dores, Millyana chegou a ser medicada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra da Tijuca, voltou para casa, mas os sintomas persistiram. Ela foi então levada para a UPA de Queimados e só na última sexta-feira conseguiu ser transferida para o Hospital estadual Alberto Torres.

A mãe de Milly, como ela é chamada por amigos e familiares, disse que alertou a filha sobre os perigos do procedimento.

— Ela comentou por alto em dezembro que ia fazer a aplicação. Queria fazer antes do aniversário, em 28 de janeiro. Falei para tomar cuidado. Comentei sobre o caso da Andressa Urach, mas ela disse que a médica era conhecida, tinha mais de 30 anos de experiência. Falou que ia fazer tudo direitinho. Ela é bem magrinha e sempre quis ficar fortinha. Até frequentava academia, mas dizia que demorava muito para criar corpo. Começou então a pensar em botar silicone — contou Sandra.

A mãe da jovem registrou o caso na delegacia de Japeri, mas disse que a suposta esteticista que realizou o procedimento não foi mais encontrada. O delegado titular da 63ª DP, Flavio Loureiro, informou que solicitou a documentação da vítima ao hospital e disse que aguarda a sua recuperação para que ela possa ser ouvida na delegacia.

Segundo a mãe da jovem, antes de entrar na sala de cirurgia para retirar a infeção, Millyana teria mostrado sinais de arrependimento:

— Vai ficar assim! Está ótimo do jeito que está. Feia, bonita, o que for! Era melhor ficar magrela do que passar por isso — disse a jovem para a mãe.


Há ainda 4 trabalhadores feridos e 6 desaparecidos, segundo o Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo; Petrobras ainda não se manifestou.

Navio plataforma FPSO Cidade São Mateus

Navio plataforma FPSO Cidade São Mateus (Divulgação)

Um vazamento de gás causou uma explosão na casa de bombas do navio-plataforma da Petrobras FPSO Cidade de São Mateus e deixou pelo menos 3 trabalhadores mortos, 4 feridos e 6 desaparecidos no litoral do Espírito Santo nesta quarta-feira, segundo o diretor do Sindicato dos Petroleiros do Estado, Davidson Lombo.

O acidente, que atingiu funcionários terceirizados pela estatal, ocorreu por volta de 14h50 na região litorânea de Aracruz, no norte do Estado. “É um acidente trágico. Não havia acontecido um acidente nessa plataforma antes e o sindicato vai apurar as causas reais”, disse Lombo ao site de VEJA, ressaltando o risco de operar plataformas terceirizadas. “Se todas as embarcações fossem ocupadas por plataformas próprias, teríamos menos riscos”, afirmou.

Ainda segundo o sindicato, há 33 funcionários deslocados para uma baleeira, uma espécie de embarcação de fuga, e que não sofreram ferimento algum.

A Petrobras ainda não se manifestou sobre o assunto. Segundo o governo do Espírito Santo, ainda não há confirmação sobre mortos e feridos.

O navio-plataforma pertence à BW Offshore, é afretado no campo de Camarupim e pode produzir 35 mil barris de óleo e comprimir até 6 milhóes de metros cúbicos de de gás por dia.

As ações da Petrobras, que operavam em alta nesta quarta-feira, começam a cair. A ação ordinária (ON) recua 0,9%, a 8,75 reais, enquanto a preferencial (PN) cai 0,34%, a 8,89 reais.

Trata-se do segundo acidente da petroleira este ano. Uma explosão no último dia 19, na Refinaria Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, deixou três trabalhadores feridos, um deles com queimaduras em 70% do corpo. O acidente aconteceu na Unidade Geradora de Hidrogênio, durante um serviço de manutenção na unidade.


acidente moto50tinha

Um motociclista identificado como João Turimba, morador do bairro da Barra, zona norte da cidade, morreu depois de ser atropelado por uma carreta, e arrastado por vários metros, na Av. Soares Lopes, nas proximidades da entrada do porto do Malhado.

Na manhã dessa terça-feira (10), um motociclista identificado como João Turimba, morador do bairro da Barra, zona norte da cidade, morreu depois de ser atropelado por uma carreta, e arrastado por vários metros, na Av. Soares Lopes.

50tinha

O local do acidente foi periciado e o corpo encaminhado ao DPT. Segundo informações, a vítima é tio do vereador ilheense Gilmar Sodré.

50tinha1

FONTE: VERDINHO


Ele cantou apenas duas músicas, no último domingo (8), em Praia Grande.
Fãs reclamam da casa noturna, atraso do show e falta de respeito ao cantor.

Amado Batista toca no rosto sangrando após agressão (Foto: Reprodução/G1)

Amado Batista toca no rosto sangrando após.

O cantor Amado Batista ficou ferido após ser atingido por uma pedra de gelo durante um show, no último domingo (8), em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ele cantou apenas duas músicas e, depois de ser agredido, encerrou a apresentação. Muitos fãs reclamaram da falta de estrutura da casa noturna, do atraso na apresentação e da falta de respeito ao cantor.

O morador de São Vicente Claudio Santana, de 45 anos, foi ao show com a esposa e uma amiga. Na mesma noite, se apresentaram ‘Buzão do Forró’, ‘Forró sem Preconceito’, ‘Ednilson Batista e Wesley dos Teclados. Segundo Santana, o show de Amado Batista atrasou e os outros grupos tiveram que tocar bem mais tempo do que o esperado. “Teve uma banda antes que ficou mais de duas horas no palco. O pessoal começou a ficar irritado. Todo mundo estava cansado e sofrendo com o calor. Por isso, começaram a vaiar”, conta.

Por volta das 4h15, o cantor Amado Batista começou o show. Ele teria cantado duas músicas e interrompido a apresentação. “Ele fez um sinal com a mão prometendo que ia voltar e cantar todas as músicas de sucesso. Quando voltou, cinco minutos depois, começaram a jogar latinha, objetos e uma pedra de gelo que foi bem na cara dele”, diz Santana, que gravou o momento em que rosto de Amado Batista começou a sangrar e o cantor fez um sinal de que o show estava encerrado.

Ainda segundo o morador, existiam seguranças na lateral do palco, mas nada foi feito para identificar os agressores. O público foi indo embora aos poucos. “Foi a primeira vez que fui ao show dele. Foi decepcionante. Eu acredito que foi culpa da casa, porque não estava suportando o número de pessoas. Tem ventiladores no local, mas não suporta o calor. Não tem condição nenhuma de fazer esse show”, reclamou Santana.

Outras pessoas utilizaram as redes sociais para reclamar dos problemas encontrados na casa e da agressão ao cantor. Uma das fãs que foi assistir ao show com a mãe cadeirante disse que houve desorganização e uma falta de informação aos clientes. Além disso, ela acusou a casa de não ter estrutura para esse tipo de show. Outras pessoas usaram a página oficial da casa para falar que esse foi o ‘pior show da vida delas’.

Casa se defende
De acordo com o proprietário da casa, Rogélio Alves, de 52 anos, o cantor realmente se atrasou e não deu justificativas. “Ele deveria subir no palco por volta das 3h. Ficamos esperando e ele não chegava. Até agora, estamos tentando entrar em contato com o escritório do cantor para sabermos o motivo do atraso. Tinham cerca de duas mil pessoas na casa e não houve nenhum outro incidente. Porém, o pessoal foi ficando revoltado, pois estava tudo certo para o show começar no horário e o Amado não cumpriu o acordo. Muitas pessoas pediram o dinheiro de volta e terei grandes prejuízos”, lamenta.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do cantor, mas até o fechamento desta reportagem não houve retorno nem esclarecimentos sobre o episódio.

Amado Batista
Natural de Goiás, Amado Batista nasceu no dia 17 de fevereiro de 1951 em Davinópolis. O cantor começou a carreira em 1975 e já gravou 39 discos, vendendo 25 milhões de cópias. Seu mais novo trabalho se chama ‘O Negócio da China’, que traz quatro músicas inéditas.

 


pedestre-m

Um pedestre morreu enquanto atravessava uma faixa de pedestre na Avenida Integração. O homem foi atropelado por um caminhão com placa de Bom Retiro, no estado de Santa Catarina, que seguia pela rodovia em alta velocidade.

carret

Segundo testemunhas, três veículos esperavam o semáforo abrir. Assim que abriu, o pedestre estava no meio da faixa, terminando de atravessar. Os veículos, então, esperaram ele terminar a travessia. Porém, a carreta que descia a avenida não parou. A carreta atingiu os veículos por traz e atropelou o pedestre. A vítima teve o crânio amassando. Devido a forma trágica do acidente, não foi possível identificar o homem. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e apreendeu o carreteiro.

FONTE: BLOG DO RODRIGO FERRAZ


Uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas em um acidente entre dois carros de passeio, ocorrido por volta das 9h30 deste sábado (7), na BR-101, entre as cidades de Itamaraju e Teixeira de Freitas, no sul da Bahia.

dsc_6841_copy

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma carreta fez uma ultrapassagem indevida e  causou o acidente entre os dois carros, que vinham em sentido oposto. Ainda segundo a PRF, o motorista da carreta não parou para prestar socorro.

Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fizeram o atendimento as vítimas no local.

O corpo já foi retirado da via e, de acordo com a polícia, os feridos foram encaminhados para o Hospital Geral de Itamaraju. O estado de saúde deles não foi divulgado.

A PRF acrescentou que os veículos já foram retirados do local e que a via está liberada para o tráfego de veículos.

dsc_6839_copy


jbs

A notícia de uma tragédia anunciada evidencia mais uma vez a irresponsabilidade da JBS – maior produtora global de carnes e dona das marcas Friboi, Seara, Vigor, entre outras -, quanto às condições de trabalho.

Vanderlei Costa Rosa, 28 anos, teve a mão direita decepada após acidente na madrugada desta terça-feira (3), na unidade de Carambeí (PR).

O operário, que há seis meses trabalha no setor de higienização, fazia a limpeza da máquina conhecida como ‘misturadeira’ – que agrega a carne aos condimentos -.

De acordo com Wagner do Nascimento Rodrigues, secretário-geral do Sindicato da Alimentação de Carambeí, Castro e Região, o trabalho de limpeza é complexo, pois deve ser feito com a máquina em funcionamento e, portanto, demanda treinamento. Porém, Vanderlei jamais passou por qualquer orientação.

“Pela ausência de um operário habilitado e pela necessidade de tocar a produção Vanderlei foi colocado em condições de risco pela empresa”, afirmou o dirigente.

Ele revela que é comum na unidade de Carambeí a improvisação e a exploração da mão de obra para alcançar o lucro a qualquer custo. “Produção em primeiro lugar, saúde e segurança em segundo plano”, denuncia.

Após o acidente, o operário ainda teve que aguardar por meia hora até a chegada do socorro, que só ocorreu com a ajuda de uma concorrente, a BRF Foods, que é vizinha da JBS.  Logo depois, ele foi encaminhado para o hospital mais próximo. “Preocupou bastante o despreparo da empresa para atuar em situações de emergência”, disse.

A unidade, que pertencia a Seara, foi adquirida pela JBS numa operação realizada em 2013. Segundo o dirigente, desde que a empresa se instalou no município, houve uma considerável piora nas condições de trabalho, arrocho salarial e retirada de benefícios.

 


0