Uma mulher foi agredida com uma barra de ferro pelo próprio filho, no bairro da Paz, em Salvador. Neildes Maria Timóteo, de 50 anos, contou que estava dormindo, quando a agressão ocorreu dentro da residência. A mulher sofreu um corte na testa e ficou com o rosto roxo.

O marido da vítima, Crispin Sacramento, 59 anos, contou que o filho, Adriano, 24 anos, confessou a agressão, mas disse que ‘foi sem querer’. O pai afirmou que o filho não bebe nem usa drogas, mas fuma pacaia, assim como a mãe.

Ele disse que a mulher e o jovem sempre brigam quando o filho quer fumar e a mãe não tem o fumo.

O homem disse que estava dormindo quando tudo aconteceu e não viu como ocorreu a agressão. Ele só acordou quando a mulher o chamou e ela já estava com o rosto machucado.— Ela disse que estava dormindo quando aconteceu a agressão. Então, acho que eles tinham brigado antes e ele esperou ela dormir para atacar.

A filha do casal afirmou que esta é a segunda vez que o irmão agride a mãe. Da primeira, ele fechou o portão no rosto dela, formando um grande galo. Neildes foi socorrida para o Hospital Menandro de Farias, na região metropolitana, e transferida para o HGE (Hospital Geral do Estado), em Salvador. A mulher já fez um boletim de ocorrência.

R7 BA

 


90185corpoDomingos dos Santos Teixeira, de 31 anos, se apresentou a polícia, confessando ter assassinado no dia 21 de maio na zona rural do município   de Nazaré, na localidade de “Arraial”  Luiz Oliveira Santos, de 29 anos. Luiz foi morto por golpe de faca no pescoço, em razão de uma discussão envolvendo um litro de aguardente e o corpo ocultado e enterrado uma cova rasa, que foi localizado pela polícia dia 25 de maio.  Em entrevista, o delegado Dr. Marcos Maia contou Luiz e Domingos eram amigos e que por arrependimento, Domingos disse ter resolvido espontaneamente confessar o crime. “Ele contou que ambos estavam fazendo uso de bebida alcoólica, acabaram discutindo por causa de um litro da cachaça aguardente. Ele em posse de uma faca golpeou a vítima próximo ao pescoço e arrastou a vítima até uma ribanceira, com as próprias mãos fez uma cova rasa e enterrou ele”, detalhou o delegado.


bananaUm homem se enforcou depois que um tratamento para aumento de seu pênis deu errado. O homem de 45 anos, nomeado apenas como Suea, usou recentemente uma injeção para aumentar o tamanho de sua masculinidade. De acordo com o DailyStar, após o fato, ele começou a ficar triste porque sua esposa parou de dormir com ele, e tudo porque seu pênis ficou enorme. O homem foi encontrado morto no trabalho, na semana passada, com garrafas de bebidas alcoólicas ao seu lado. Policiais de Chiang Mai, na Tailândia, onde o incidente aconteceu, informaram que o caso se trata de um suicídio, mas não determinaram o motivo.


Uma mulher foi presa nesta segunda-feira (18), acusada de manter o marido de 70 anos e o filho de um ano e quatro meses em cárcere privado, no município de Ilhéus, sul da Bahia. De acordo com informações da delegada responsável pelo caso, Andréa Oliveira, a acusada é usuária de drogas e se restituía.

Após denúncias de vizinhos, a polícia foi até a residência das vítimas e confirmou os maus-tratos. Na casa não havia comida, e o idoso apresentava confusão mental, provavelmente por passar muito tempo sem comida, segundo a delegada.

5jxxz6u3qc_8nl2guhs84_file

Ainda de acordo com a polícia, além do menino, Michele Santos de Carvalho, 26 anos, possui mais dois filhos que moram com uma mulher que não tem condições de cuidar das crianças. O idoso só tem uma sobrinha que reside no município, porém, ela só chegava até o portão da casa, pois a acusada não permitia a entrada na casa.

4190644_x360

Michele foi presa em flagrante e está aguardando transferência para o presidio de Itabuna. A criança foi encaminhada para a Delegacia da Criança do Adolescente. Já o idoso foi levado para a casa da sobrinha.

R7


A jovem de 18 anos que apareceu em um vídeo tentando sufocar a filha com uma fralda foi presa nesta terça-feira (19), no Maranhão. O caso aconteceu Uruçuí, cidade na região sul do Piauí. Segundo informações da Polícia Civil, a suspeita foi denunciada após gravar um vídeo e enviar para o pai da bebê.

Mãe foi presa no Maranhão após divulgação de vídeo (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Na imagem é possível ver que a pessoa usa uma fralda de pano e pressiona contra o rosto da criança por alguns segundos. A bebê tenta segurar no braço da pessoa, como se quisesse se defender e, quando a fralda é retirada, a menina chora. Ao ser presa, a mãe confessou o crime e foi autuada em flagrante.

Segundo o G1 Piauí, a jovem admitiu ter filmado a agressão e enviado ao pai da bebê para tentar pressioná-lo a reatar o relacionamento. A polícia ainda decide se ela responderá por tentativa de homicídio ou apenas por maus tratos. A identidade da jovem está sendo preservada para proteger a criança.

“A mãe da criança confirmou ter feito o vídeo para atingir o ex, mas que tudo não passava de uma brincadeira. As imagens, segundo relato da jovem, foram feitas no domingo no estado do Maranhão. Brincadeira ou não, o que ela fez é crime e agora responderá por isso. O pai ainda não foi localizado”, disse Jarbas Lima, delegado responsável pelo caso, ao site G1.

O pai da criança ficou revoltado com a situação e compartilhou o vídeo e algumas imagens de uma conversa que teve com a ex-mulher no aplicativo WhatsApp. A polícia só tomou conhecimento do caso na segunda-feira (18) após repercussão do material.

“O vídeo deixou toda a cidade apavorada e ao receber as imagens iniciamos diligências para capturá-la. Chegamos a ir no salão de beleza onde ela trabalhava, mas fomos informados que a jovem tinha se mudado. Então procuramos as suas amigas para pegar o seu contato e conseguimos falar com a suspeita”, relatou o delegado Jarbas Lima.

O titular afirmou que a jovem fez a gravação na tentativa de pressionar o ex-namorado a reatar o relacionamento. Em depoimento, a mãe da criança confirmou ter feito o vídeo para atingir o ex, mas disse que tudo não passava de uma brincadeira.


Bebê foi asfixiado e deixado dentro de um armário!

Um homem de 22 anos foi preso no Rio de Janeiro suspeito de matar o próprio filho, por asfixia, após sua namorada de 17 anos romper com ele, no Rio de Janeiro. De acordo com a os policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Eder Moares de Lima do preso na segunda-feira (18).

As investigações apontam que o filho do casal, de 1 ano e 7 meses, foi asfixiado e deixado embaixo de um lençol, dentro de um armário na casa de Eder, na Baixada Fluminense. O crime foi cometido um dia após a namorada terminar o relacionamento.

RTEmagicC_thainan_bebe_txdam265292_d7c6ba.jpg
De acordo com o delegado  Fábio Salvadoretti, Eder tinha ciúmes da ex-namorada com o bebê. Em entrevista ao Jornal Extra, a jovem confirmou que o namorado tinha ciúmes da criança: ” Eu criava ele (Thainan). Ele era tudo na minha vida. Eu já estava planejando a festa de 2 anos dele, mas não pude fazer porque o monstro tirou ele de mim. Só maltratava (Thainan), nem parecia que era pai. Eu disse que se ele continuasse maltratando o garoto eu ia me separar dele. Ele avisou que, se eu fizesse isso, ele ia tirar o Thainan de mim”, relatou. Para tentar encobrir o crime, Eder fez um registro de ocorrência de sequestro do garoto.Na delegacia, ele contou que traficantes da Favela Castelar, que são de uma facção rival à que controla a Favela Três Irmãos, haviam levado a criança. Os agentes logo desconfiaram e descobriram. Após encontrar o corpo, o pai passou a ser o principal suspeito do crime. Equipes da delegacia fazem buscas para tentar encontrá-lo. A prisão de Eder foi decretara pelo plantão judiciário. A mãe de Thainan é deficiente auditiva, não mora com Eder e está grávida de outro homem.

Ibahia


Um funcionário público da Caixa Econômica Federal de Vitória da Conquista, identificado como Sid Andrade Reis, 58 anos, é suspeito de aliciar adolescentes em uma residência no Bairro Candeias.

Três garotas que estavam desaparecidas, há quatro dias, foram encontradas na casa do suspeito. Fotos e vídeos de meninas seminuas, armazenadas em um tablet, foram localizadas. A polícia apura a suspeita de abuso sexual que teria sido cometido pelo bancário, que ainda não foi encontrado.

VF

As adolescentes têm 13, 15 e 16 anos e eram procuradas há quatro dias. A mais velha sofre de transtornos mentais, segundo a polícia. A denúncia foi feita por uma amiga das meninas. A abordagem foi numa casa, no bairro Candeias, na noite de segunda (18). Algumas delas estavam seminuas quando os policiais entraram.

Segundo informações, a residência abriga há algum tempo menores nos finais de semana para festas e mais festas. Encontramos fotos no tablet, inclusive com vídeos, com meninas dançando na casa. Algumas fotos que demonstram a intimidade e fizemos questão de conduzir essas menores por entender que ali se encontrava um quadro de risco extremo à exploração sexual e a conduzimos até a delegacia”, informou o capitão da Polícia Militar, Helderim Tomaz.

REW

As adolescentes negaram que tenham sido abusadas sexualmente. Uma delas relatou que bebia cerveja e uísque na casa do suspeito. Sobre a dança, ela disse que dançava para se diversão e que elas mesmo gravavam os vídeos. Uma outra, que também teve a identidade preservada, contou à reportagem que frequenta o imóvel do suspeito há mais de um ano. O homem tem cinco passagens pela polícia por casos como porte ilegal de arma e por dirigir embriagado. Depois de prestar depoimento, as adolescentes voltaram para a casa dos pais.

Informações: G1


Um restaurante nigeriano foi fechado porque estava servindo carne humana a seus clientes.

Os policiais foram avisados da suspeita por moradores que informaram que algo terrível estava acontecendo.

Eles invadiram o restaurante do hotel e encontraram cabeças humanas, que ainda estavam pingando sangue, dentro de sacos plásticos.

Um padre local, que comeu no restaurante – que fica na província do sudeste de Anambra – ficou alarmado com o preço de refeições, e acabou recebendo um bônus ao comentar sobre o valor alto. Ele disse que não sabia que havia comido carne humana.

A polícia também encontrou um arsenal de armas que incluía granadas. Dez pessoas foram presas em conexão com os crimes.

Restaurante nigeriano é fechado após polícia invadir local e descobrir que estabelecimento servia carne humana

488W4224

Fonte: Mundo Notícias


Uma mulher estuprou um homem que dormia ao invadir o apartamento dele durante o meio da noite.

Chantae Marie Gilman, uma mulher de Washington, EUA, de 28 anos, com cerca de 100 quilos e mãe de três filhos, admitiu o estupro mas disse que não sabe quem é a vítima e também não se lembra do que aconteceu. Isso porque ela sofre de psicose e de transtorno bipolar.

A vítima relatou à polícia que acordou durante a madrugada e se deparou com Chantae em cima de si, tendo relação íntima.

Além disso, ela segurava as mãos da vítima, que ao acordar exigiu que a mulher fosse embora. Apesar disso ela se recusou.

Mulher invade apartamento e estupra homem

Contudo, o homem conseguiu se libertar e colocar a agressora para fora de sua residência.

Gilman declarou culpado de duas acusações e deve ser sentenciada em 19 de junho.

11


Foto: IlustraçãoUm pai foi esfaqueado na noite deste domingo, 17, na Av. Paramirim, bairro Patagônia, por um homem que rotineiramente assediava sua filha, o qual insistia em ter uma relação amorosa, mas nunca foi correspondido. Neste domingo, 17, o pai da vítima resolveu conversar com o homem e pedir para que ele se afastasse de sua filha. O rapaz sacou uma faca e desferiu alguns golpes nas costas do pai da adolescente. Ele foi socorrido pelo Samu 192 e encaminhado ao hospital, aparentemente sem risco de morte. O acusado de esfaqueá-lo fugiu, porém, horas depois foi localizado na cidade de Planalto, onde confessou a autoria do crime. O nome do agressor ainda não foi divulgado.

Fonte: Blitz Conquista


11150448_455383707949470_6916827559952554859_n-500x5001Informações dão conta, de que esta jovem era  moradora do bairro São Pedro, em Itabuna, mas com residência fixa em Salvador atualmente, foi brutalmente assassinada na capital baiana.

Os amigos itabunenses souberam ontem (14), a noite, após um vídeo da barbárie ser divulgado pelo Whatsapp.

As imagens são tão fortes que, profissionais ligados a área de segurança pública não suportaram assistir o material até o final.

Em Itabuna, July ainda morou no Califórnia e Urbis IV e estava há sete meses na capital. Aqui já teve passagem pela polícia por tráfico de drogas.

A identificação oficial ocorrerá após a irmã da vítima comparecer ao DPT de Salvador.

 VÍDEO ABAIXO CENAS FORTES

https://youtu.be/iLAAE8UyqWw


01Estupro, seguido de homicídio , provavelmente foi o que ocorreu com a jovem, Dilma Ferreira da Silva, irmã do vereador Dilson Ferreira da Silva (Dilsim), da cidade de Almenara,  que estava desaparecida há 12 dias.

A identificação do corpo – feita pelo pai da mulher – só foi possível devido a uma tatuagem .

04O corpo foi encontrado enterrado em um terreno baldio no Bairro Pedro Gomes, na cidade de Almenara, Vale do Jequitinhonha.

A jovem era usuária de drogas e deixa um filho de 8 anos.

02


Jovem de 27 anos foi agredido pelos vizinhos que ficaram revoltados com a situação; ele foi encaminhado à cadeia usando fralda.

A polícia prendeu, nesta quarta-feira (6), o rapaz de 27 anos que matou a própria avó com um vaso sanitário depois de uma briga. Ele, que foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba, em São Paulo, havia recebido alta médica do Hospital Regional após ser espancado por moradores quando o crime foi descoberto.

O nome do jovem, que saiu do hospital para o CDP usando fralda, não foi divulgado e, de acordo com a Polícia Civil, ele será indiciado por homicídio simples. O crime foi realizado nesta terça-feira (5), no bairro Humberto de Campos.

De acordo com o G1 São Paulo, um cabo da Polícia Militar revelou que o suspeito estava alucinado na hora da ocorrência. “Não falava nada com nada. Estava transtornado e apresentava sinais de surto”, disse a fonte. O rapaz foi agredido com pedaços de madeira e uma barra de ferro pelos moradores da região, que ficaram revoltados quando souberam que a vizinha, que tinha 71 anos, havia sido morta pelo neto.

A casa onde o homicídio aconteceu foi interditada para a perícia.