Doeu bastante, disse a mulher que sempre sonhou em ter os lábios da Angelina Jolie
Em Belo Horizonte, Minas Gerais, uma mulher sem dinheiro para colocar silicone nos lábios buscou uma medida extrema: beijou uma caixa de abelhas e acabou levando picadas nos lábios, que ficaram inchados, grossos, como ela queria, mas, o método acabou doendo bastante.

Segundo a mãe da jovem, que preferiu não revelar o nome da filha, para a mesma não sofrer “zoeira na internet”, a garota sempre sonhou em ter uma boca igual a da Angelina Jolie mas não tinha dinheiro para aplicar silicone. “Ela achou mais fácil usar os ferrões das abelhas”, disse a mãe. Já o pai da menina disse que isto é caso de internação.

FONTE: BR NOTICIAS



Adolescente é bonita mas tem um problema muito sério, segundo o pai
Um empresário brasileiro do setor da indústria está oferecendo cinco milhões de reais, para quem aceitar se casar com a sua filha, Ana Alice de Almeida Alves, uma adolescente de 20 anos. A garota está desesperada à procura de namorado. Ela chegou a conseguir 42, mas, todos desistiram e foram embora, uma semana após conhecê-la pessoalmente.

O empresário garante os cinco milhões, mas com uma condição: o casamento deve durar pelo menos 20 anos, ou o dinheiro deve ser devolvido com juros. Justificando por que pretende comprar um casamento para a filha, o empresário disse que Ana Alice é bonita, mas é louca, ninguém atura ela por muito tempo.
“Ela é extremamente ciumenta, já colocou a faca no pescoço de um ex-namorado por que ele recebeu um SMS da operadora desejando-lhe um feliz aniversário na madrugada; Também já eletrocutou um outro namorado porque ele olhou para uma garota que passava na rua; Ela também exige ter acesso as senhas de e-mails e redes sociais do namorado. Quem aceitar se casar com ela merece mesmo os cinco milhões”, disse o pai de Ana Alice.


cadelinha no sacoUma cachorrinha foi encontrada amarrada em uma sacola, boiando em um rio, por um pescador na cidade de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais. Ele notou que o animal estava no pacote após ver o desespero de uma fêmea – filhote – latir desesperadamente em direção à água.

Ao pegar o saco da água, ele percebeu a presença de outro animal dentro dele. O subcomandante da Guarda Municipal da cidade, afirmou que acionou duas viaturas da corporação, além do presidente da Sociedade Protetora dos Animais para ajudar na ocorrência.

“O pescador conseguiu puxar ela para a margem e colocou um bambu para ela não afundar. Eu amarrei uma corda, descemos na beira do rio e fizemos o resgate”, contou ao portal R7.

O animal foi resgatado e estava extremamente assustado e em choque. O subcomandante, que tem cinco cães em casa, alertou sobre a punição para quem comente maus tratos contra os animais. “Quem for pego em flagrante é detido por maus tratos. Eu fiquei bobo em ver uma situação dessas, não é normal”, desabafou.

Agora, a instituição de proteção aos animais está procurando um lar para a cadela. Após saberem da situação, vários moradores se interessaram em adotar o animal, mas Rafael Ferrari, presidente da Sociedade Protetora dos Animais, afirmou que será necessário esperar um tempo, para garantir que o novo dono esteja realmente comprometido com o animal.

“No calor do momento todo mundo que a bichinha, mas estamos esperando para começar o processo seletivo e achar um novo lar para ela”, contou ao R7.


adriano

A família de Adriano Henrique Jardim Ramos, de cinco anos, que foi espancado pela própria mãe, decidiu doar os órgãos do garoto, de acordo com informações da Santa Casa de Franca, no interior de São Paulo, onde estava internado. A decisão foi tomada após a polícia informar sobre a morte cerebral da vítima, na noite da última sexta-feira (27). Ontem (1º), uma equipe médica especializada em transplantes saiu da cidade de São Paulo em direção a Franca para realizar a retirada dos órgãos. Segundo a polícia, Adriano foi espancado por ter defecado na roupa e sujado os lençóis da cama. A mãe do garoto disse ter ficado irritada com a situação e acabou desferindo vários tapas contra ele e o empurrou contra a cama. Vizinhos socorreram a criança e a levaram para um posto de saúde, onde deu entrada com traumatismo craniano. Presa em flagrante por tentativa de homicídio qualificado, a mãe de Adriano foi levada para o presídio feminino de Tremembé, em São Paulo.


20150228071609

O padre Durvalino Rodrigues foi condenado a 16 anos de prisão por estupro de vulnerável. O religioso está preso desde o dia 25 de maio do ano passado na cadeia pública de Goioerê (PR), quando veio à tona a denúncia de abuso sexual tendo uma menina de dez anos como vítima.

O caso começou a ser investigado em fevereiro do ano passado. As informações, que levaram a investigação, foram repassadas pelo Disque 100. Na sequência, a garota que seria a vítima foi ouvida e teria confirmado o abuso, levando a decretação da prisão do padre.

Não há muitas informações sobre o caso, uma vez que o processo correu em sigilo de justiça para preservar a vítima. O advogado do Padre Durvalino anunciou que irá recorrer da sentença junto ao Tribunal de Justiça.

Segundo a Diocese de Campo Mourão, quando foi preso o Padre Durvalino já estava afastado de suas funções eclesiásticas.


Uma mulher e seu amante ficaram presos um no outro enquanto tinham relação íntima, após o marido descobrir o caso e resolver realizar um ritual de magia negra contra os apaixonados.

A polícia de Joanesburgo, África do Sul, teve que conter a população que se reuniu perto do apartamento onde o feitiço atacou as partes íntimas do casal.

E, embora os especialistas digam que a experiência embaraçosa tenha acontecido devido a fenômenos médicos que fazem a vagina se contrair demais, a multidão não acreditou.

A imprensa local afirmou que a mulher infiel, Sasha Ngema, de 34 anos, tinha ficado presa no membro de Sol Qoboza, de 22, em um apartamento alugado em Joanesburgo, enquanto o marido da mulher estava fora.

Mas os dois não conseguiram se separar depois que o marido, Neill, de 42 anos, foi até um feiticeiro e lançou a maldição que atacou a relação íntima de sua esposa.

macumba p casal

Casal ficou grudado durante relação íntima após marido lançar feitiço contra eles

O feitiço – conhecido como um Muthi – é projetado para ter certeza de que qualquer um, que não o marido, possa ter relações íntimas com a mulher, fazendo com que este permaneça preso até que o marido retorne para se vingar.

O casal grudado começou a pedir ajuda, que logo se transformou em gritos quando eles começaram a se preocupar com a situação comprometedora.

No momento em que a polícia chegou, mais de 2.000 pessoas haviam cercado a rua em frente ao bloco de apartamentos gritando: “Queremos vê-los. Se mostrem seus trapaceiros!”

122

Um porta-voz da polícia disse: “Nós tivemos que usar spray de pimenta para dispersar a multidão.”

O casal foi levado para o hospital, mas Sangoma Mathabo Mofokeng, especialista em magia negra, disse: “Ninguém será capaz de separá-los até que o marido da mulher volte.”


imagem-ilustrativa---thinkstock---mae-e-recem-nascido-1424794893682_615x300

Bastante comum entre mulheres prestes a dar à luz em países como Suécia, Inglaterra e Canadá. Cada vez mais popular nos Estados Unidos. Praticamente desconhecido no Brasil.
Esse é o óxido nitroso, mais conhecido como gás hilariante ou gás do riso, que tem como um de seus usos aliviar as dores do parto.
Profissionais da saúde e mães entusiastas relatam os benefícios no uso do gás, como ser uma opção a mais para as mulheres em trabalho de parto, além de ser menos invasivo e com menos riscos que uma anestesia como a peridural.
Em países europeus e no Canadá, o uso do óxido nitroso é tão tradicional que na maioria das maternidades ele já está instalado no quarto. No caso de partos domiciliares, cilindros do gás são levados por parteiras (midwives) para as casas das grávidas.
Já nos Estados Unidos, após ficar anos “fora de moda” por questões culturais e financeiras, o óxido nitroso agora está voltando a ganhar força – e adeptas.

Até 2012, há registros de que menos de dez maternidades no país usavam o gás, segundo o órgão do governo americano Agency for Healthcare Research and Quality. A demanda pelo método foi crescendo e, no ano seguinte, uma empresa relançou o óxido.
Desde então, mais de 30 hospitais e casas de parto adotaram o sistema. No ano passado, a FDA (agência que regula remédios e alimentos) aprovou a licença de outro fabricante do produto, ampliando ainda mais o mercado.


Um pescador fisgou um peixe-gato de cerca de 120 quilos, que pode ter sido o maior peixe do mundo já fisgado usando apenas uma vara e um molinete.

O peixe capturado por Dino Ferrari, na semana passada, no Delta do Pó, na Itália, possuía 2,67 metros de comprimento.

Embora Dino esteja muito perto de estabelecer um novo recorde pelo suposto maior peixe capturado em uma linha de anzol, ele está longe de ser o mais pesado. O maior até hoje pesava cerca de140 quilos e media 2,78 metros de comprimento, e também foi a capturado próximo ao Delta do Pó.

peixe

O peixe-gato pode crescer até 4 metros e até pesar até 393 quilos, aproximadamente. Contudo, é raro conseguir pescar um que tenha mais de 2 metros de comprimento.

111

O peixe tem um apetite feroz e consome qualquer coisa que passa em seu caminho. Eles foram até filmados comendo pombos que chegaram muito perto.


Um garoto de apenas 17 anos foi o primeiro homem a realizar uma cirurgia de redução de pênis no mundo. O americano, que não teve seu nome revelado, precisou ser submetido a esta cirurgia porque não conseguia ter relações sexuais.

De acordo com informações do jornal britânico ‘Daily Mail’, o órgão genital do garoto começou a inchar em decorrência de um problema com suas células sanguíneas, que bloqueavam os canais que realizam a ereção peniana.

O adolescente afirmou ao ‘Daily Mail’ que não podia mais ter relações sexuais e nem praticar esportes. Além de ter sérias dificuldades em vestir as calças, porque o órgão ficava muito aparente e ele sentia vergonha disso.

Segundo o urologista Rafael Carrion, da Universidade de Flórida, o pênis do garoto ficou com um formato de uma bola de futebol americano. Carrion contou ainda que teve muitas dificuldades em realizar esta cirurgia.

“Existem muitos estudos em como deixar o pênis maior e mais largo. Mas não encontrei quase nada sobre como diminuir o órgão. Não sabíamos o que fazer ao certo”, contou ao jornal. O especialista afirmou ainda que o garoto “ficou satisfeito com o resultado da cirurgia”.


Uma garota de um ano e meio levou 240 pontos no rosto após ser atacada por um cão da raça bull terrier. A britânica Mayzee Jo Gaspa estava em casa com os pais quando foi surpreendida pelo animal que pertencia a um amigo da família.

Mayzee foi mordida no rosto enquanto brincava na cozinha, ao lado da mãe, Maria Dew, 34 anos. “Eu batia na boca do cachorro, tentando fazê-lo soltar minha filha, mas ele a arrastava e tudo o que eu via era sangue por todos os lados. Achei que ela fosse morrer”, relata ao jornal The Mirror.

Os vizinhos da família se dirigiram até o apartamento, que fica em Staffordshire, ao ouvirem os gritos de Maria e logo chamaram uma ambulância, que encaminhou a criança para o hospital.

Além de receber mais de 200 pontos, a pequena passou por uma cirurgia para recuperar o nariz. Mayzee também perdeu quatro dentes durante o incidente. Ela vai precisar passar por outra operação, em breve, mas passa bem.

A mãe divulgou as fotos para ajudar outras famílias. “Temos de ficar de olho sempre. Há cães bons e donos bons, mas, em um segundo, coisas assim acontecem”,  alerta.

 


Crianças são criativas e têm boa imaginação. Mas uma americana se assustou depois que seu filho, de apenas 5 anos, passou a contar de lembranças de quando era uma mulher negra. Ele dizia que havia morrido durante um incêndio a um hotel.

Luke Ruehlman, que nasceu em Cincinnati, nos Estados Unidos, chocou a mãe ao relatar memórias do que seria uma vida passada. “Quando eu era uma menina, tinha cabelos pretos. Eu costumava usar brincos assim quando era menina”, contou para susto da mãe.

Luke surpreendeu ainda mais quando as lembranças passaram a ter mais detalhes. “Eu era Pam, mas morri. Fui para o céu, vi Deus e ele me empurrou de volta para baixo. Quando acordei, eu era um bebê e você me chamava de Luke, contou Erika ao programa de TV Fox8.

Questionado, o menino disse que tinha 30 anos e que se lembrava do processo para reencarnar, quando teria sido “empurrado de volta para à terra como um recém-nascido”. Assustada com a quantidade de detalhes nas informações, a mãe do menino decidiu investigar por conta própria e descobriu uma notícia em que uma mulher chamada Pamela Robinson havia pulado de um hotel em chamas, em Chicago, em 1993.

Um canal de TV que apura atividades paranormais resolveu investigar a história. O menino foi colocado diante de imagens de mulheres negras e, segundo o jornal Daily Mail, conseguiu reconhecer Pamela em meio às outras.


bumbum

Um procedimento estético para aumentar o volume do bumbum terminou mal para a vendedora Millyana de Souza Silva, de 20 anos. Ela está internada no Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, com um grave quadro de infecção. Nesta terça-feira, ela passou por uma cirurgia para drenar a substância aplicada.

bumbum-aumentar-procedimento

Millyana pagou R$ 4.500 para uma suposta esteticista de uma clínica na Freguesia, na Zona Oeste do Rio. Foram aplicados, em cada lado do bumbum, 600ml de uma substância conhecida como metacrilato. A mãe da jovem, Sandra Souza, conta que as complicações começaram no dia seguinte à aplicação.

No outro dia, ela já começou a ter muita dormência nas pernas, mas não deu importância. Teve febre e a perna ficou roxa. Depois de dois dias, ela não sentia mais as pernas. Não andava mais e sentia muita dor. Não ficava em pé nem sentada e só ficava de bruços por causa da dor. O quadril pesava, pareciam duas pedras. As pernas dela não movimentavam mais e não sustentavam o peso dos quadris.

Com fortes dores, Millyana chegou a ser medicada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra da Tijuca, voltou para casa, mas os sintomas persistiram. Ela foi então levada para a UPA de Queimados e só na última sexta-feira conseguiu ser transferida para o Hospital estadual Alberto Torres.

A mãe de Milly, como ela é chamada por amigos e familiares, disse que alertou a filha sobre os perigos do procedimento.

— Ela comentou por alto em dezembro que ia fazer a aplicação. Queria fazer antes do aniversário, em 28 de janeiro. Falei para tomar cuidado. Comentei sobre o caso da Andressa Urach, mas ela disse que a médica era conhecida, tinha mais de 30 anos de experiência. Falou que ia fazer tudo direitinho. Ela é bem magrinha e sempre quis ficar fortinha. Até frequentava academia, mas dizia que demorava muito para criar corpo. Começou então a pensar em botar silicone — contou Sandra.

A mãe da jovem registrou o caso na delegacia de Japeri, mas disse que a suposta esteticista que realizou o procedimento não foi mais encontrada. O delegado titular da 63ª DP, Flavio Loureiro, informou que solicitou a documentação da vítima ao hospital e disse que aguarda a sua recuperação para que ela possa ser ouvida na delegacia.

Segundo a mãe da jovem, antes de entrar na sala de cirurgia para retirar a infeção, Millyana teria mostrado sinais de arrependimento:

— Vai ficar assim! Está ótimo do jeito que está. Feia, bonita, o que for! Era melhor ficar magrela do que passar por isso — disse a jovem para a mãe.


Imagens eram carregadas em disco virtual da vítima; polícia investiga identidade de crianças que aparecem portando armas.

Uma das jovens presas posa para foto
Polícia Militar do Piauí

Uma das jovens presas posa para foto

Um trio de mulheres foi preso nesta sexta-feira (6) em Teresina após fazer fotos com um celular roubado em outubro de 2014. As imagens, incluvise a de um bebê com uma arma, eram carregadas no disco virtual da vítima – “nuvem”, no jargão da informática.

Segundo um dos policiais civis responsáveis pela investigação, o celular tinha o aplicativo de disco virtual Drobpox, e havia sido roubado pelo irmão de uma das jovens presas.

“Uma das vítimas entrou em contato com a gente porque começou a ver as fotos [feitas pelas suspeitas] pelo Dropbox”, diz Luiz Carlos Vieira, agente de polícia civil e analista de investigação.

Sobrinho de uma das detidas aparece em fotografia com uma pistola .40 dentro da fralda

Polícia Civil do Piauí.

Sobrinho de uma das detidas aparece em fotografia com uma pistola .40 dentro da fralda

Em nota, a Polícia Civil informou  que o acesso às informações do telefone permitiu comprovar “a participação do trio em práticas criminosas”. Segundo Vieira, elas guardavam as armas e produtos de roubo feitos por outras pessoas.

“As fotos já estavam circulando. Talvez por isso foi provocada requisição [de prisão das três suspeitas]”, disse o major Gilson Leite, do 8º Batalhão de Polícia Militar e responsável pela operação, ao iG. “Encontramos crack, celulares roubados, joias e um pouco de dinheiro.”

A prisão ocorreu em uma casa no sudeste da capital piauiense. Não foram encontradas armas. As três foram detidas sob suspeita de tráfico de drogas, associação criminosa e receptação.

Segundo Vieira, da Polícia Civil, o bebê que aparece em uma das fotos com uma pistola .40 é sobrinho de uma das jovens detidas.

Dinheiro é exibido em fotos feitas com o celular roubado que acabaram por denunciar o trio. Foto: Polícia Civil do Piauí
Foto de arma semelhante à que aparece na  fralda do bebê em outra imagem. Foto: Polícia Civil do Piauí
Foto de munição feita com o celular roubado: jovens guardavam as armas de assaltantes após os crimes, segundo a polícia. Foto: Polícia Civil do Piauí
Foto, feita com o celular roubado, de produto que parece ser maconha - polícia apreendeu a droga na casa onde as jovens estavam. Foto: Polícia Civil do Piauí
Jovens presas em imagem feita com o celular roubado: conexão com Dropbox denunciou o grupo. Foto: Polícia Civil do Piauí
Uma das jovens presas após foto feita com celular roubado ser colocada na nuvem. Foto: Polícia Civil do Piauí
Bens apreendidos na casa das três mulheres: drogas, joias e um pouco de dinheiro. Foto: Polícia Militar do Piauí
BANDIDAS
BANDIDA