A família de Vitória Emanuelle Lamontanha, 17 anos, moradora do Jardim Bela Vista, em Iracemápolis – São Paulo está desesperada. A garota desapareceu na tarde deste domingo (17), em Limeira/SP.

De acordo com informações que foram passadas por Sandra Regina Lamontanha, mãe da jovem, a garota estava com o namorado que mora em Limeira, e acompanhou o rapaz até o emprego dele, por volta das 14h, em um supermercado que fica na Avenida Agostinho Prada. Vitória disse ao namorado que iria descer até o ponto de ônibus que fica próximo à hípica em Limeira, e retornaria para sua casa, porém não foi mais vista.

De acordo com a mãe, a menina não tem nenhum problema com vícios e nunca havia desaparecido. A família tentou contato por várias vezes através do celular, mas o telefone está na caixa postal. A jovem vestia uma blusa de manga longa xadrez, shorts jeans e uma mochila da banda Slipknot. A mãe procurou a polícia civil para registrar um boletim de ocorrência do desaparecimento. // Rápido no Ar


Uma jovem de 21 anos foi vítima de feminicídio na tarde do último domingo (17), no município de Imbaú, no Paraná.

Bianca Melo Matias foi asfixiada até a morte pelo marido, que de acordo com a polícia, ainda tentou mudar a cena do crime para forjar um suicídio. De acordo com a polícia, o homem, que não teve o nome revelado, afirmou que o casal teve um desentendimento que teria descambado em agressão. Eles teriam brigado e a vítima teria partido para cima dele com uma faca. O homem disse que estava com o filho de 1 ano e dois meses no colo, e que a criança foi atingida pela faca.

Depois disso, ele enforcou a mulher e tentou manipular a cena do crime. A Polícia Militar foi acionada e o marido, num primeiro momento, disse que “encontrou a mulher morta no sofá, que ela teria cometido suicídio”.


Homem pintou as unhas e usou uma peruca para sair da unidade prisional na tarde deste sábado (16).

Um presidiário foi capturado por agentes penitenciários ao tentar fugir de uma das unidades do Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife, usando uma peruca e roupas de mulher. O caso foi registrado na tarde deste sábado (16), no Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros.

Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), Cleyton Alberty de Souza Firmino, 20 anos, tentou fugir por volta das 15h, durante a visita conjugal. Usando uma peruca e unhas pintadas, ele tentou sair pela porta da frente do presídio, quando foi impedido por agentes.

Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindasp), o homem usou a identificação que a esposa dele havia ganho para entrar na unidade durante o horário de visitas. “Ele achava que, pela quantidade de gente que estava saindo, ninguém ia notar a presença dele ou pedir identificação”, comenta o presidente da entidade, João Carvalho. O detento vai ser submetido ao Conselho Disciplinar da unidade prisional e a carteira da visitante, que estava em posse dele, suspensa. //G1


Uma jovem foi presa em Itanhaém, no litoral de São Paulo, após encomendar a morte do próprio irmão, de 17 anos, ao atual namorado. Esse pedido aconteceu após uma briga entre os dois, que terminou com um tapa no rosto que revoltou a suspeita.

A confusão teria acontecido no dia anterior ao crime, por motivo ainda desconhecido das equipes de investigação. O autor do crime também foi preso e responderá por homicídio.

Segundo a polícia, ambos foram presos na última quinta-feira (14), após planejarem e executarem, com um tiro, o adolescente. Karina Cristina de Souza, de 24 anos, e o irmão Lucas Rodrigo de Souza moravam no bairro Umuarama. De acordo com informações da equipe de investigação da Delegacia de Investigações Gerais do município, o jovem havia prometido se vingar da irmã.

A situação foi presenciada pelo namorado de Karina, Reginaldo Gomes da Silva, de 50 anos, que, em depoimento, disse ter ficado com medo da ameaça de Lucas. O casal então planejou a morte do jovem. Na terça-feira (12), após Lucas sair de bicicleta com um amigo, Karina ficou sentada na frente do imóvel onde o rapaz morava, e Reginaldo se escondeu em um local próximo.

Ao ver o irmão retornando para casa com um colega, Karina avisou o namorado que, escondido, esperou Lucas. Ao entrar em casa, o jovem foi baleado com um tiro de espingarda no rosto. Os dois fugiram do local do crime, mas foram presos pela equipe da DIG após investigações que indicaram a autoria do casal.


Familiares identificaram os corpos como sendo de traficantes que atuavam no morro Chapéu Mangueira, no Leme (zona sul).

| Estadão Conteúdo 

Seis corpos foram localizados pelo Corpo de Bombeiros entre pedras, numa região conhecida como Pedra do Anel, na Urca, zona sul do Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, 10. Familiares identificaram os corpos como sendo de traficantes que atuavam no morro Chapéu Mangueira, no Leme (zona sul), e estavam desaparecidos desde sexta-feira (8). A identificação oficial deles não havia sido divulgada até às 13h30.


Um homem ficou preso em um buraco na parede ao tentar fugir de uma delegacia na cidade de Óbidos, no interior do Pará.

Ele chegou a ficar com parte do corpo para o lado de fora, mas não conseguiu escapar. De acordo com informações do G1, o resgate foi feito por policiais. De acordo com o delegado Thiago Mendes, o homem havia sido preso em flagrante por violência doméstica.

Enquanto esperava em uma sala para ser ouvido pelo escrivão, ele retirou um aparelho de ar-condicionado da parede e tentou escapar pelo buraco. O homem já responde a três processos pela prática de furto e agora deve responder por violência doméstica.


A criança foi baleada quando supostamente foi usada como “escudo humano” pelo pai que queria evitar a própria morte.

Um ex-presidiário foi assassinado e a filha de três anos baleada no abdômen e na cabeça durante um suposto acerto de contas. O caso ocorreu na última quinta-feira (07), no Residencial Recanto dos Pássaros, zona Sudeste de Teresina.

O morto foi identificado como Elinaldo José da Silva, 29 anos, conhecido como Vaqueiro. Ele estava preso na Casa de Custódia e havia sido posto em liberdade há cerca de um mês. O delegado que investiga o caso, Jarbas Lima, relatou que o pai da criança, vítima do homicídio, “discutiu com uma pessoa em uma boca de fumo e ‘teria dado um tapa’ no rosto dessa pessoa”. “Essa pessoa para se vingar voltou no período da tarde com mais duas pessoas e efetuou disparos contra o rapaz (que teria batido nele). A vítima acreditando que os indivíduos que o mataram não fossem atirar nele segurou a própria filho como escudo, mas mesmo assim ‘os elementos’ atiraram”.


O crime aconteceu na madrugada da última quinta-feira, 07/06, no bairro Cupim, zona rural de Ibiúna, interior de São Paulo.

O elemento André Pedreira de Oliveira, de 43 anos, estava em processo de separação da sua mulher. Ele abusou e matou a própria filha, Ana Ester, de apenas 8 anos, para fazer a esposa sofrer.

O elemento já havia sido preso por mais de 10 anos por outros crimes brutais.  Um dos crimes foi um violento abuso sexual contra uma mulher em são Bernardo dos campos, na região do ABC paulista. Ele ainda tentou matar a vítima. Ele também já havia sido detido por uma tentativa de estupro em Taubaté, no interior de São Paulo. Há cinco anos ele matou um homem na cidade de Ibiúna, região de Sorocaba, SP, com um golpe de machado. Assista a reportagem:


Classificado como suspeito, o avião foi direcionado para pouso no aeroporto de Tangará da Serra, em Mato Grosso. Mas o piloto realizou uma manobra de risco e pousou em uma área de pasto na cidade de Tapirapuã (MT).

                                                    Foto: Divulgação

Dois aviões de ataque A-29 Super Tucanos da Força Aérea Brasileira (FAB) interceptaram na manhã deste sábado (09) um monomotor vindo da Bolívia em voo clandestino, sem registro e sem identificação. A aeronave PT-IDV, monitorada por um jato-radar E-99, não adotou os procedimentos determinados na abordagem pelos A-29.

Classificado como suspeito, o avião foi direcionado para pouso no aeroporto de Tangará da Serra, em Mato Grosso. Mas o piloto realizou uma manobra de risco e pousou em uma área de pasto na cidade de Tapirapuã (MT). Agentes da Polícia Federal foram deslocados para área e realizaram a apreensão.

Em nota, a Força Aérea informou que o monomotor transportava grande quantidade de drogas. A interceptação faz parte da Operação Óstium, de repressão ao tráfico de drogas, armas e contrabando nas fronteiras.


Presas por suspeita de tráfico de drogas, três jovens posaram algemadas para foto ao serem detidas em Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, na quinta-feira (10). 

Segundo a Polícia Militar, as gêmeas Vânia Nogueira da Silva e Vanessa Nogueira da Silva, de 23 anos, e Lady Natiely Teixeira de Carvalho, de 19 anos, comandavam uma boca de fumo. No local, foram apreendidos papelotes de cocaína, uma quantia do entorpecente em pó e 48 gramas de pasta base de cocaína. As prisões ocorreram durante rondas perto da casa usada por elas.

Segundo a polícia, denúncias já haviam apontado a existência do comércio de drogas no local. O flagrante ocorreu no momento em um usuário saía da casa com porções de drogas. Ao ser questionado, ele afirmou que comprou a droga com as três. 


Um soldado da Polícia Militar foi surpreendido por dois bandidos, um deles armado na noite desta quinta-feira (10), quando deixava a namorada em sua casa.

Após rendido, o policial que estava fora de serviço e sem farda, foi agredido com coronhadas na cabeça por um dos marginais. Uma câmera de segurança registrou toda a ação.

Quando a dupla se preparava para sair com a moto, se distraíram com um veículo na via. Neste momento o policial sacou a arma e disparou contra o assaltante que caiu na calçada. Revoltada, a namorada do policial ataca o marginal com socos e chutes. Assista o Vídeo: