Um homem ficou preso em um buraco na parede ao tentar fugir de uma delegacia na cidade de Óbidos, no interior do Pará.

Ele chegou a ficar com parte do corpo para o lado de fora, mas não conseguiu escapar. De acordo com informações do G1, o resgate foi feito por policiais. De acordo com o delegado Thiago Mendes, o homem havia sido preso em flagrante por violência doméstica.

Enquanto esperava em uma sala para ser ouvido pelo escrivão, ele retirou um aparelho de ar-condicionado da parede e tentou escapar pelo buraco. O homem já responde a três processos pela prática de furto e agora deve responder por violência doméstica.


A criança foi baleada quando supostamente foi usada como “escudo humano” pelo pai que queria evitar a própria morte.

Um ex-presidiário foi assassinado e a filha de três anos baleada no abdômen e na cabeça durante um suposto acerto de contas. O caso ocorreu na última quinta-feira (07), no Residencial Recanto dos Pássaros, zona Sudeste de Teresina.

O morto foi identificado como Elinaldo José da Silva, 29 anos, conhecido como Vaqueiro. Ele estava preso na Casa de Custódia e havia sido posto em liberdade há cerca de um mês. O delegado que investiga o caso, Jarbas Lima, relatou que o pai da criança, vítima do homicídio, “discutiu com uma pessoa em uma boca de fumo e ‘teria dado um tapa’ no rosto dessa pessoa”. “Essa pessoa para se vingar voltou no período da tarde com mais duas pessoas e efetuou disparos contra o rapaz (que teria batido nele). A vítima acreditando que os indivíduos que o mataram não fossem atirar nele segurou a própria filho como escudo, mas mesmo assim ‘os elementos’ atiraram”.


O crime aconteceu na madrugada da última quinta-feira, 07/06, no bairro Cupim, zona rural de Ibiúna, interior de São Paulo.

O elemento André Pedreira de Oliveira, de 43 anos, estava em processo de separação da sua mulher. Ele abusou e matou a própria filha, Ana Ester, de apenas 8 anos, para fazer a esposa sofrer.

O elemento já havia sido preso por mais de 10 anos por outros crimes brutais.  Um dos crimes foi um violento abuso sexual contra uma mulher em são Bernardo dos campos, na região do ABC paulista. Ele ainda tentou matar a vítima. Ele também já havia sido detido por uma tentativa de estupro em Taubaté, no interior de São Paulo. Há cinco anos ele matou um homem na cidade de Ibiúna, região de Sorocaba, SP, com um golpe de machado. Assista a reportagem:


Classificado como suspeito, o avião foi direcionado para pouso no aeroporto de Tangará da Serra, em Mato Grosso. Mas o piloto realizou uma manobra de risco e pousou em uma área de pasto na cidade de Tapirapuã (MT).

                                                    Foto: Divulgação

Dois aviões de ataque A-29 Super Tucanos da Força Aérea Brasileira (FAB) interceptaram na manhã deste sábado (09) um monomotor vindo da Bolívia em voo clandestino, sem registro e sem identificação. A aeronave PT-IDV, monitorada por um jato-radar E-99, não adotou os procedimentos determinados na abordagem pelos A-29.

Classificado como suspeito, o avião foi direcionado para pouso no aeroporto de Tangará da Serra, em Mato Grosso. Mas o piloto realizou uma manobra de risco e pousou em uma área de pasto na cidade de Tapirapuã (MT). Agentes da Polícia Federal foram deslocados para área e realizaram a apreensão.

Em nota, a Força Aérea informou que o monomotor transportava grande quantidade de drogas. A interceptação faz parte da Operação Óstium, de repressão ao tráfico de drogas, armas e contrabando nas fronteiras.


Presas por suspeita de tráfico de drogas, três jovens posaram algemadas para foto ao serem detidas em Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, na quinta-feira (10). 

Segundo a Polícia Militar, as gêmeas Vânia Nogueira da Silva e Vanessa Nogueira da Silva, de 23 anos, e Lady Natiely Teixeira de Carvalho, de 19 anos, comandavam uma boca de fumo. No local, foram apreendidos papelotes de cocaína, uma quantia do entorpecente em pó e 48 gramas de pasta base de cocaína. As prisões ocorreram durante rondas perto da casa usada por elas.

Segundo a polícia, denúncias já haviam apontado a existência do comércio de drogas no local. O flagrante ocorreu no momento em um usuário saía da casa com porções de drogas. Ao ser questionado, ele afirmou que comprou a droga com as três. 


Um soldado da Polícia Militar foi surpreendido por dois bandidos, um deles armado na noite desta quinta-feira (10), quando deixava a namorada em sua casa.

Após rendido, o policial que estava fora de serviço e sem farda, foi agredido com coronhadas na cabeça por um dos marginais. Uma câmera de segurança registrou toda a ação.

Quando a dupla se preparava para sair com a moto, se distraíram com um veículo na via. Neste momento o policial sacou a arma e disparou contra o assaltante que caiu na calçada. Revoltada, a namorada do policial ataca o marginal com socos e chutes. Assista o Vídeo:


O Banco Central publicou circular, nesta quarta-feira (9), para regulamentar o funcionamento das instituições bancárias durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia 2018, que será disputada entre os dias 14 de junho e 15 julho.

A autorização – que vale para bancos múltiplos com carteira comercial, bancos comerciais e as caixas econômicas – prevê que as agências poderão alterar o horário de atendimento ao público, mas deverão garantir funcionamento mínimo de quatro horas ao longo do dia, uma hora a menos do que as cinco horas obrigatórias exigidas para os dias úteis. Além disso, as agências ficam dispensadas do cumprimento do horário ininterrupto de funcionamento, conforme as normas em vigor. Nesse caso, os bancos podem, por exemplo, abrir antes das partidas, fechar no início dos jogos e reabrir as portas após o término das disputas.

O Brasil estreia na Copa contra a Suíça, no dia 17 de junho, um domingo, às 15h, no horário de Brasília, pelo grupo E da competição. A segunda partida será contra a Costa Rica, no dia 22 de junho, sexta-feira, às 9h. O jogo de encerramento da fase de grupos será no dia 27, contra a Sérvia, às 15h. Se chegar às semifinais ou à grande final, no dia 15 de julho, o Brasil ainda poderá jogar outras quatro vezes. A definição das datas dos confrontos das fases seguintes dependem da posição do país na fase de grupos. O Banco Central determinou que as instituições financeiras deverão informar, com antecedência mínima de dois dias úteis, o horário de atendimento nos dias de jogos da seleção. Os informes deverão ser afixados nas dependências das próprias agências.


Cinco moradores de Salvador e cinco do interior foram sorteados nesta quarta-feira (9) pela campanha Nota Premiada Bahia.

Resultado de imagem para nota premiada bahia

Cada um receberá R$ 100 mil. Além dos dez prêmios mensais, quem participa da campanha criada pelo Governo do Estado concorre ainda a sorteios especiais de R$ 1 milhão, o primeiro dos quais agendado para o próximo dia 20 de junho.

Os participantes também compartilham suas notas fiscais eletrônicas com 646 instituições beneficentes apoiadas pelo programa Sua Nota é um Show de Solidariedade. Quem se cadastra para concorrer aos sorteios deve indicar até duas instituições, uma da área de saúde e outra da área social. A Nota Premiada Bahia já soma 40 contemplados nos sorteios mensais, que começaram a ser realizados a partir de fevereiro. Até agora, foram sorteados 27 moradores de Salvador e 13 do interior.

Todos os sorteios baseiam-se nos resultados da Loteria Federal. O programa possui atualmente  290,4 mil participantes inscritos no site (www.notapremiadabahia.ba.gov.br). Além de estar cadastrado, é preciso incluir o CPF nas compras realizadas em estabelecimentos que emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e). Os nomes de todos os ganhadores podem ser conferidos no site da campanha (ver aqui).


Dois presos conseguiram render o carcereiro e fugiram no início da tarde de domingo (6/5) da delegacia de Aurelino Leal.

Rodrigo Bispo e Bruno Almeida são moradores da cidade de Aurelino Leal.

De acordo informações do site Ubaitaba Urgente, os fugitivos que respondem por assalto e tráfico de drogas foram identificados como sendo: Rodrigo Bispo dos Santos e Bruno Almeida. Ambos são moradores da cidade de Aurelino Leal.

Segundo informações de um funcionário da DT, os presos conseguiram render o carcereiro de plantão e tomaram as chaves da delegacia. Eles fugiram tranquilamente pela porta da frente. A policia Militar efetuou diligências na região, mas não conseguiu localizar os fugitivos.


Depois de demitir 30 mil funcionários, ficar com apenas três de suas 29 fábricas e perder espaço no mercado, a dona das marcas Olympikus e Azaleia dá sinais de recuperação.conheça a sua estratégia.

O atual clima de tranquilidade e de descontração dos funcionários do centro administrativo da Vulcabras Azaleia, em Jundiaí, no interior de São Paulo, nem de longe relembra o ambiente tenso vivido entre 2012 e 2015. Naquele período, a companhia de origem gaúcha parecia produzir mais notícias ruins do que pares de sapatos. Mergulhada em uma dívida de R$ 1,1 bilhão, a empresa, que chegou a ser a maior do setor calçadista durante décadas, teve de demitir 30 mil de seus 45 mil funcionários. Sem conseguir concorrer com os produtos importados, viu seu faturamento despencar de R$ 2,3 bilhões, em 2010, para R$ 1,2 bilhão, cinco anos depois. Das 29 fábricas, restavam apenas três. Os problemas administrativos logo contaminaram o desempenho externo.

A liderança da marca Olympikus no segmento de tênis esportivos foi perdida para a americana Nike – rival que, aliás, terceirizou 100% de sua produção e, hoje, não fabrica um par de tênis sequer. Nem o segmento feminino escapou. A grife Azaleia havia perdido espaço para as concorrentes ao se tornar pouco conhecida entre as consumidoras mais jovens. Enfim, uma tempestade perfeita. “A reestruturação foi muito dura e difícil porque estávamos em uma situação crítica, mas era a única alternativa para manter os negócios”, disse à DINHEIRO o presidente Pedro Bartelle, filho do fundador Pedro Grendene Bartelle, que pendurou as chuteiras em 2015.

Coincidência ou não, a Olympikus tomou de volta a liderança perdida para Nike no segmento de tênis fitness, segundo a consultoria de pesquisas de mercado Kantar Worldpanel, que não revela os percentuais de participação de cada marca. “A virada da Olympikus é um exemplo de como uma marca forte, conhecida por praticamente todos os consumidores, pode utilizar essa força em períodos de crise”, disse Eduardo Tomiya, CEO da Kantar Consulting para a América Latina. A reação não se limitou à Olympikus. Há duas semanas, a Vulcabras colocou no ar a primeira loja virtual da marca Azaleia. A iniciativa é um dos pilares do plano de recuperação dos negócios no segmento de calçados femininos. As informações são de Julia Moraes / Ag. ISTOE)


Parlamentar que fez a proposta afirma que a Constituição Federal diz ser ilegal distinguir trabalho comum e do condenado.

Foto: Omar Freire | Imprensa MG

Um projeto de lei está causando polêmica entre os eleitores, isto porque ele propõe que presos recebam ao menos um salário mínimo por serviços realizados dentro das penitenciárias e ainda direitos da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). O projeto foi apresentado pelo deputado federal Glauber Braga (PSOL/RJ). Segundo o parlamentar, a Constituição Federal afirma ser ilegal distinguir trabalho comum e do condenado. Ainda de acordo com ele, o Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias, realizado até novembro de 2016, mostrou que cerca de 75% dos presos que trabalhavam dentro das cadeias, não recebiam nada ou, quando eram pagos, recebiam a baixo de 3/4 do salário mínimo.