Presidente de cooperativa de transporte é morto a tiros dentro de casa.

O presidente da Cooperativa de Transporte Coostar, de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, foi morto a tiros na madrugada desta segunda-feira (13). De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu na casa da vítima, no bairro CIA 2, também em Simões Filho. A autoria e a motivação do homicídio são investigadas.


Comunicado feito à 25ª Coorpin informa sobre um crime de fratricídio (assassínio de irmão) aconteceu na localidade de Terra Branca, Município de Quijingue.

As primeiras notícias dizem que a arma usada foi um facão, porém, não foi enviado detalhes nem o motivo do assassinato. O IML já enviou o rabecão para o local, para a remoção do corpo. José Reis Godinho (52), foi a vítima e Gilberto Reis Godinho (54) -foto, o autor do crime que aconteceu por volta de 14h, depois de uma grande discussão entre ambos, que residiam na Fazenda Serra Branca, local do crime, próxima ao povoado de Terra Branca.

Ambos faziam uso de bebida alcoólica e eram desafetos há mais de uma década, quando a vítima lesionou Gilberto a golpe de faca. Em depoimento à polícia, o fratricida contou que o motivo da briga teve origem na negativa de uma porção de farinha de mandioca. Foram desferidos vários golpes de facão que deixaram marcas profundas nos braços, antebraços e mãos, caracterizando lesões de defesa, tórax, rosto e pescoço, além de crânio (com exposição óssea).


A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (25) um vídeo no qual os assaltantes que participaram do roubo a uma joalheria na Asa Norte, em Brasília, comemoram o resultado da ação.

“Só coisa boa, p…”, grita um deles, enquanto mostra as jóias levadas. O outro tira uma arma do bolso e aponta para a câmera. As imagens estavam gravadas no celular de um dos bandidos, preso poucas horas depois da ação.

Deusivan Lima, de 21 anos, e Jonas Tertulino, de 25 anos, foram presos. Já João de Deus Neto, de 20 anos, está foragido. O comparsa que ajudou na fuga não foi encontrado. A joalheria foi assaltada por volta das 10h30 de terça-feira (24), por um ladrão que se fingiu de cliente. O prejuízo supera os R$ 400 mil em produtos. Funcionários chegaram a ser trancados no banheiro durante a ação. Assista ao Vídeo:


Um cantor de 28 anos foi preso suspeito de matar um casal de amigos e colocar fogo na casa, no Jardim Luz, em Aparecida de Goiânia/GO. Ele estava morando de favor na casa das vítimas e a suspeita é que ele tenha cometido o crime para roubar.

Ao ser apresentado à imprensa nesta quarta-feira (4) Ramiro Galvão da Silva negou que tenha qualquer envolvimento com assassinato, apesar de já ter confessado o crime à polícia.

O jovem foi preso no dia 28, no Jardim Ipanema. Ele estava na casa de amigos. Ramiro tinha um mandado de prisão em aberto no Paraná pelo crime de roubo. Porém, ele se apresentava para todos como Bruno Rocha, nome artístico de cantor. Em uma rede social, ele tinha 665 seguidores e postava vídeos cantando.


Um crime bárbaro, cujo suspeito é um adolescente de 15 anos.

O palco da tragédia em família foi o bairro Nelson Costa, em Ilhéus, onde, na noite de ontem (27), o enteado matou, com vários golpes de faca, o padrasto Ailton Neves França, de 40 anos.

O comerciante foi alvejado no peito e braço e morreu no local. A vítima e o acusado, segundo testemunhas informaram para a polícia, já haviam discutido várias vezes. No entanto, ainda não se sabe o que motivou tamanha violência.


Um ex-presidiário foi executado na noite de sexta-feira (15), em Belmonte. David Marinho Lima, de 26 anos, tinha saído há poucos dias do presídio de Eunápolis, onde cumpria pena por tráfico de drogas.

Testemunhas relataram que “Gargamel”, como era mais conhecido, estava em um bar na Rua do Farol, bairro Ponta da Areia, quando foi surpreendido pelos assassinos. O homem foi atingido por cinco tiros.

Ainda segundo testemunhas, os dois criminosos estavam encapuzados. Após o crime, os suspeitos fugiram em uma moto, pela rodovia BA-001. A vítima chegou a ser socorrida por uma equipe do Samu, mas morreu a caminho do hospital. Uma das suspeitas é de que o homicídio esteja ligado aos constantes “duelos”entre facções rivais.


Ao chegar na delegacia ela confessou ao delegado que havia cometido o ato e se disse arrependida.

Uma empregada doméstica em Salvador, dopou a patroa com o objetivo de levar as joias e vários objetos que estavam no quarto do imóvel para pagar dívida com agiota.  

Em reportagem da RecordTV, a acusada contou que contraiu uma dívida de R$800 para comprar lanches para o namorado que está preso e disse que a dívida foi repassada pelo agiota a traficantes do bairro de Cidade Nova, que aumentaram o valor para R$8 mil. De acordo com depoimento da acusada, os traficantes a ameaçavam de morte e obrigaram que ela fizesse o roubo para pagar o que devia. Ela alegou que agiu no desespero.


Foi preso na manhã desta segunda-feira (11), em Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, Carlito Camilo Souza, acusado de estuprar e matar a adolescente Rhanna Kevila da Silva Almeida, de 15 anos. O crime aconteceu no dia último dia 1º de junho.

Carlito foi detido pela Polícia Civil, em cumprimento a um mandado de prisão. A polícia chegou ao suspeito, por meio de imagens da câmera de segurança e depoimento das testemunhas. Carlito será transferido para a delegacia de Brumado. Ele deve responder pelos crimes de estupro e homicídio qualificado.

O crime

                              A jovem Rhanna foi brutalmente assassinada

Rhanna Kevila, que morava na Rua Michele Pires, centro de Barra da Estiva, foi morta a facadas. O corpo da menina foi encontrado sem roupas, dentro do quarto da casa onde morava. A vítima chegou a ser socorrida com vida para o Hospital Suzzy Zanfreta, mas não resistiu aos ferimentos.


Uma guarnição,da 77,receberam informações dando conta, de um homem que se encontrava agonizando, chegando local ,na rua Machado Costa em um terreno baldio,foi constatado a veracidade.

De acordo publicado no Blog do Léo Santos, com a chegada do SAMU 192 foi constatado que a vítima já se encontrava em óbito, equipe da Polícia Civil foi acionada onde deu início às investigações, com a chegada da equipe do Departamento de Polícia técnica o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal onde passara por perícia.


A criança foi baleada quando supostamente foi usada como “escudo humano” pelo pai que queria evitar a própria morte.

Um ex-presidiário foi assassinado e a filha de três anos baleada no abdômen e na cabeça durante um suposto acerto de contas. O caso ocorreu na última quinta-feira (07), no Residencial Recanto dos Pássaros, zona Sudeste de Teresina.

O morto foi identificado como Elinaldo José da Silva, 29 anos, conhecido como Vaqueiro. Ele estava preso na Casa de Custódia e havia sido posto em liberdade há cerca de um mês. O delegado que investiga o caso, Jarbas Lima, relatou que o pai da criança, vítima do homicídio, “discutiu com uma pessoa em uma boca de fumo e ‘teria dado um tapa’ no rosto dessa pessoa”. “Essa pessoa para se vingar voltou no período da tarde com mais duas pessoas e efetuou disparos contra o rapaz (que teria batido nele). A vítima acreditando que os indivíduos que o mataram não fossem atirar nele segurou a própria filho como escudo, mas mesmo assim ‘os elementos’ atiraram”.


Policias do 8º BPM-Porto Seguro conseguiram prender na tarde desse sábado (12/05) uma quadrilha que estava tentando cometer um homicídio no Distrito de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália.

Resultado de imagem para Policia Militar prende quadrilha fortemente armada na Orla Norte de Porto Seguro

A ação aconteceu no momento em que a guarnição fazia rondas e ouviu disparos de arma de fogo. Diante da situação, os policiais seguiram a direção do som e se depararam com um veículo Cross Fox suspeito que, ao perceber a aproximação da viatura, empreendeu fuga em alta velocidade.

Houve uma perseguição e o carro suspeito acabou perdendo o controle e subiu em um canteiro central. Os ocupantes dos bancos de trás saltaram do Cross Fox atirando contra os policiais usando uma metralhadora e pistolas. A guarnição revidou e durante o confronto os ocupantes do banco da frente se jogaram no chão e foram capturados.


Um soldado da Polícia Militar foi surpreendido por dois bandidos, um deles armado na noite desta quinta-feira (10), quando deixava a namorada em sua casa.

Após rendido, o policial que estava fora de serviço e sem farda, foi agredido com coronhadas na cabeça por um dos marginais. Uma câmera de segurança registrou toda a ação.

Quando a dupla se preparava para sair com a moto, se distraíram com um veículo na via. Neste momento o policial sacou a arma e disparou contra o assaltante que caiu na calçada. Revoltada, a namorada do policial ataca o marginal com socos e chutes. Assista o Vídeo:


Após ser baleado, PM chegou a ser socorrido por vizinhos, que tentaram levá-lo para hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Comparsas do adolescente fugiram.

Um sargento da reserva da Polícia Militar, de 59 anos, foi morto a tiros, nesta sexta-feira (11), após pedir que um grupo com cerca de seis homens saísse da propriedade dele, uma pequena roça, na zona rural da cidade de Coaraci, no sul da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Militar, o grupo usava drogas no local e teria reagido a tiros ao pedido da vítima, identificada como Lúcio Soares dos Santos. O filho do sargento estava com ele, mas não foi baleado. O sargento chegou a ser socorrido por vizinhos, que tentaram levá-lo para um hospital da região, em um carro, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do veículo.