Segundo relato da vítima à polícia, casal alegava que os parentes dela poderiam morrer se não fizesse o ‘sacrifício’. Eles negam abusos.

Untitled-1.jpg

Um pastor e a mulher dele foram presos na sexta-feira (22) por suspeita de estupro em Edeia, na região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, ele abusou de uma menina da igreja que ele pregava, com a conivência da esposa, alegando combater a “maldição do sexo”. O casal nega as acusações. O mandado de prisão temporária foi expedido após a denúncia da vítima, de 16 anos. O delegado responsável pelo caso, Quéops Barreto, explicou que os abusos começaram quando ela tinha 13 anos e duraram cerca de 2 anos. “O pastor disse que ela deveria fazer o ‘Sacrifício de Abraão’ porque ela tinha a maldição de sexo e só quebrava com sexo. Ele falava que, se não fizesse, a mãe e os irmãos iam morrer, usava a fé e o medo”, explicou Barreto.


Na última terça-feira (19), um corpo carbonizado foi encontrado no interior de uma casa no distrito do Japu, em Ilhéus.

Com o corpo totalmente carbonizado, não foi possível a identificação da vítima, mas logo o corpo foi identificado por empregados da vítima, que afirmaram tratar-se do jovem fisioterapeuta Jaime Brito Junior, 32 anos, filho da itapetinguense Maria Luzia Martins Ferraz e neto de D. Nelita Martins Ferraz e Delmiro Ferraz da Rocha (Dezinho Ferraz).


Crime ocorreu no domingo (17). O menino de 7 anos ficou trancado em um quarto, ao lado do corpo da mãe, faminto e em estado de choque.

O garoto foi encontrado pela Polícia em estado de choque, preso num quarto por 3 dias ao lado do corpo da Uma tragédia foi constatada pela Polícia nesta quarta-feira (20), no Bairro Sapiranga, em Fortaleza. O homem identificado como Leonardo Bruno Barros da Silva, de 31 anos, assassinou a esposa Aline Vitoriano da Silva, de 36 anos, que estava grávida, e depois se matou enforcado, no deck da casa de luxo. A criança de 7 anos, filho da vítima e enteado do homem, foi testemunha de todo o crime, registrado no domingo (17). O menino ficou ao lado do corpo da mãe durante os três dias, trancado em um quarto. Segundo informações de um dos sócios da imobiliária da casa onde eles moravam, o casal estava há apenas 15 dias na residência. A casa ainda tinha poucos móveis, e estava com muitas drogas espalhadas pelos cômodos.mãe.


Alejandro Granada Cerón estava desaparecido desde sábado (16). Para os investigadores, o estrangeiro foi morto em outro local.

O corpo do colombiano Alejandro Granada Cerón – idade ainda não confirmada, foi encontrado enrolado em uma lona plástica, na tarde de segunda-feira (18), na estrada da Agrovila, zona rural do município de Porto Seguro.


Crime ocorreu na noite deste domingo (17), em um bairro de Goiânia. Polícia acredita que assassino era conhecido do casal. Imagens mostram fuga do suspeito.

Imagens de câmeras de segurança registraram a chegada e a fuga de suspeito de matar o casal Camila Edna Silveira, de 28 anos, e Mário Silva de Moura, de 26 anos a tiros. As vítimas foram mortas na casa onde moravam, no Residencial Primavera, em Goiânia, na noite de domingo (17). O vídeo mostra quando o carro em que o autor estava chega à casa das vítimas, às 23h23. No canto superior do vídeo aparece o veículo estacionado na frente da residência. Em seguida, uma pessoa desce do carro. Momentos depois, é possível ver uma pessoa caindo ao chão e uma pequena luz. Por fim, o autor entra no carro e foge do local em marcha a ré. O delegado responsável pelo caso, Thiago Martiniano, recolheu a gravação. “Ainda vamos analisar as imagens. Só podemos passar novas informações ao fim da investigação”, disse. Assista:


Uma garota de 17 anos foi apreendida após ser flagrada vendendo brigadeiros recheados com maconha em uma escola pública de Brasília.

Resultado de imagem para Aluna é apreendida vendendo brigadeiros recheados com maconha

A infração foi descoberta pela direção do Centro de Ensino Médio Setor Lesta acionou a PM. Com a adolescente foram encontrados 40 doces e a polícia confirmou o uso da droga na produção dos brigadeiros e a jovem confessou o crime.


Caso ocorreu na noite deste sábado (16). Estado do jornalista Alexandre Farias, baleado na cabeça, é considerado gravíssimo. Ele foi socorrido e prossegue internado em UTI.

Na noite deste sábado (16) o jornalista Alexandre Farias, que apresenta o ABTV 2ª Edição, foi vítima de uma bala perdida. O fato aconteceu bairro no Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O jornalista tinha apresentado o telejornal e quando saiu foi jantar num supermercado da cidade. Ele ia para a casa dele, que fica no Alto do Moura, quando foi atingido por um disparo. De acordo com informações da Polícia, assaltantes estavam em um carro roubado, quando houve perseguição e troca de tiros. Assista o vídeo:


Menino de 7 anos está com o pai a caminho do Tocantins, onde mora. Em áudio, mulher havia dito que não aguentava mais o garoto e ameaçou matá-lo.

A dona de casa de 31 anos que havia sido presa por torturar o filho foi solta em audiência de custódia realizada em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. Já o menino, de 7 anos, seguiu nesta quarta-feira (13) com o pai para Araguaína, no Tocantins, onde ele mora. “Ele já pedia para voltar a morar com o pai antes da agressão. Ele foi o único que quis ir com o pai. As outras duas filhas que eles têm juntos preferiram ficar”, explicou o conselheiro tutelar que acompanha o caso, Edson Silva. O crime ocorreu no último sábado (9), na casa da família, em Senador Canedo. O menino teve hematomas nas costas, peito, braços e pescoço. Após espancá-lo, a mãe gravou mensagens de voz ameaçando matar o menino se o pai dele não viesse buscá-lo.  Assista com cautela . Cenas fortes:


Dois homens surgem agredindo a menina com socos, chutes e um pedaço de madeira. Na filmagem, um terceiro homem diz como quer que a garota seja agredida.

As cenas de um vídeo que circula nas redes sociais estão deixando a comunidade da região estarrecida. Na gravação, uma jovem de 19 anos aparece sendo humilhada, espancada e tortura por um grupo de traficantes. Assista com cautela . Cenas fortes:


Antônio Guimarães Barbosa, de 58 anos, era proprietário de uma loja de calçados. Ele foi encontrado pendurado por uma corda. Familiares dizem que ele sofria de depressão.

Um empresário de 58 anos cometeu suicídio no imóvel que residia na Rua Vicente de Paula, no Bairro Paraíso, em Guanambi (BA). O caso foi registrado na manhã desta sexta-feira (15).


Dois homens, de 32 e 34 anos, foram presos nesta segunda-feira (11), suspeitos de tráfico de drogas no Bairro Romeu Duarte, em Nova Serrana.

Com eles, os militares encontraram armas, munições, drogas e dinheiro. Os homens são naturais de Itororó, mas, a polícia não divulgou oficialmente as identidades. De acordo com a Polícia Militar (PM), por medo de represália, o denunciante não quis se identificar, mas contou que os dois suspeitos receberam uma carga de drogas na rua Antônio Pedro da Silva, Bairro Romeu Duarte.


Filha do casal disse que viu momento em que o pai atirou contra mãe pela vidro do box. Depois ele pegou uma espingarda, foi para cozinha e se matou. Ele tinha depressão.

O veterinário Walter Moreno, de 44 anos, matou a tiros a mulher, a veterinária Telma Adriana Galhardo, de 43 anos, enquanto ela tomava banho. O crime foi na noite de segunda-feira, 11, em Suzano, na Grande São Paulo.


Na madrugada desta terça-feira (12) os caixas eletrônicos da Secretaria de Saúde de Feira de Santana foram detonados.

Segundo informações cinco homens armados, a bordo de dois carros, chegaram ao local, que fica no centro da cidade, quebraram o cadeado, e detonaram o caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal. A ação teria durado cerca de dez minutos.