Horas depois do anúncio de que havia sido cortado do posto de treinador do TUF Brasil 4, devido a um pedido da Comissão Atlética de Nevada, Anderson Silva postou um vídeo em suas redes sociais treinando em sua academia em Torrance, na Califórnia. O lutador estava em Las Vegas gravando o reality show e, assim que recebeu a notícia, voltou imediatamente para Los Angeles, onde reside.

Junto com o vídeo do treino, Spider voltou a postar uma frase enigmática: “Falar muito de si mesmo pode ser um jeito de esconder aquilo que realmente é”

Anderson Silva treina em Torrance depois de ser cortado do TUF Brasil 4

Fonte: G1


Treinador da segunda temporada, peso-pesado volta ao programa para liderar uma das equipes do reality show. Shogun é mantido e segue como treinador do time rival.

Rodrigo Minotauro TUF Brasil 2 (Foto: (divulgação/UFC))

Minotauro volta a ser técnico do TUF Brasil após participar do reality em 2013 (Foto: divulgação UFC)

Escalado para ser um dos técnicos da quarta edição do TUF Brasil, Anderson Silva está fora do reality show. Dana White, presidente do Ultimate, assegurou a manutenção de Spider no programa na última quarta-feira. No entanto, o atleta, que testou positivo no exame antidoping, não irá participar mais da atração. Rodrigo Minotauro, treinador da segunda temporada, volta nesta edição para substituir o ex-campeão do peso-médio e terá seu irmão, Rogério Minotouro, como técnico-assistente. O anúncio foi feito através de um comunicado oficial do UFC nesta segunda-feira.

Segundo o comunicado, a Comissão Atlética de Nevada, que regulamenta as lutas do programa, que será gravado em Las Vegas, pediu que Anderson encerrasse sua participação em função da suspensão temporária recebida após testar positivo no antidoping do dia 9 de janeiro. Segundo as regras da Comissão, para estar no córner de um lutador é preciso ter uma licença, que não seria concedida ao Spider por conta desta suspensão temporária. Por essa razão, ele teve de ser retirado do programa.

Ainda de acordo com o comunicado, “o UFC e a Globo, emissora que transmite o reality show no Brasil, respeitam a decisão da Comissão e entendem que isto permitirá Anderson focar sua atenção na atual situação. Anderson Silva tem sido um atleta excepcional, um campeão, verdadeiro embaixador do esporte, e o UFC continuará apoiando o lutador durante todo o processo legal”.

Mauricio Shogun, treinador da equipe rival, está mantido e estreia como técnico do programa. Diferentemente do que acontece nas edições do reality show, desta vez, os treinadores não irão se enfrentar ao término da atração dominical.


Uma menina de seis anos morreu após ser devorada por piranhas. O barco em que ela estava virou num rio.

A criança estava em férias com a família em Monte Alegre, no Pará. Ela caiu no rio Maicuru quando estava no barco com a avó e outras crianças. Ao ser retirada da água já havia tido as pernas devoradas pelos peixes assassinos.

A avó contou que tentou segurar a neta, mas como tinha diversas outras crianças ao redor não foi capaz de salvar a menina, que escorregou e caiu na água. A mulher pediu ajuda a moradores próximos.

PIRANHA1

A vítima foi retirada da água, mas não suportou os ferimentos. O corpo foi levado para o necrotério municipal e posteriormente liberado aos familiares para o sepultamento.

A polícia está investigando o que teria gerado o acidente.


Brasileiro esteve em academia de Las Vegas, nesta quinta-feira, para participar de gravação do TUF Brasil. Lutador foi mantido como um dos treinadores do reality show.

Mantido como um dos técnicos do The Ultimate Fighter Brasil 4 (TUF Brasil 4) depois de serflagrado no exame antidoping por uso de drostonolona e androsterona, o brasileiroAnderson Silva reapareceu nesta quinta-feira, em Las Vegas, para a gravação da nova temporada do programa. Embora não tenha concedido entrevista, o lutador surgiu sorridente em frente da academia, como mostram as imagens, as primeiras de Spider após o doping.

Segundo a repórter Karin Duarte, Spider estava bastante descontraído e sorridente. Apesar de não ter concedido entrevista, mantendo uma postura que já havia sido informada através da assessoria de imprensa, Spider parecia tranquilo e chegou fazer um sinal de positivo e acenar para as câmeras.

Anderson Silva aparece após doping (Foto: Reprodução SporTV)
Anderson Silva esteve em academia para gravação da nova temporada do TUF Brasil (Foto: Reprodução SporTV)

Em comunicado divulgado nesta quinta, o brasileiro afirmou que vai se pronunciar “no momento exato”.  Anderson Silva voltou ao octógono no último sábado, dia 31, quando venceu Nick Diaz no UFC 183. Na terça, o UFC divulgou o resultado do exame antidoping, realizado dia 9 de janeiro, que flagrou a presença das substâncias proibidas. Anderson passou por mais dois testes nos dias 19 e 31 de janeiro, mas que ainda não tiveram os seus conteúdos revelados.

Anderson Silva aparece após doping (Foto: Reprodução SporTV)

Anderson Silva foi à academia em Las Vegas (Foto: Reprodução SporTV)

O lutador, que ainda pode solicitar contraprova, deve aparecer frente à comissão de Nevada em 17 de fevereiro para uma audiência e provavelmente será suspenso preventivamente até março, quando será julgado.

Confira comunicado de Anderson Silva na íntegra

“Gostaria de esclarecer a grande imprensa que ainda não dei nenhum tipo de entrevista, depoimento e nenhuma declaração sobre o caso em questão. As únicas pessoas nas quais eu falei foi com a minha família, meus empresários Marcelo Magalhães, Ed Soares e Jorge Guimarães (Joinha). Fiquem certos de que no momento exato irei me pronunciar e me posicionar. Gostaria de agradecer ao apoio de todos que torcem por mim. Muito obrigado!”.


Anderson Silva está desapontado.

Diretor da comissão atlética brasileira de MMA acredita na absolvição do lutador.

Anderson Silva garante que é inocente da acusação de doping: ‘Desapontado’ - Getty Images

Márcio Tannure, diretor da comissão atlética brasileira de MMA, conversou com Anderson Silva e afirmou que o lutador afirma ser inocente da acusação de doping.

Em entrevista ao SporTV News, o médico revelou que conversou com o Spider, na terça-feira (04), e disse que o lutador assegurou que não usou substâncias proibidas e que fará de tudo para provar a sua inocência, ainda afirmando que só irá se pronunciar sobre o caso depois.

“Eu falei com ele ontem (terça-feira) para entender o que aconteceu. Ele realmente está bem chateado, bem desapontado porque afirma não ter usado em momento algum. Eu, particularmente, acredito nele, já que ele tem uma carreira exemplar e nunca passou por uma coisa dessa. Ele está muito desapontado e não está entendendo o que aconteceu. Antes de se pronunciar, ele quer esperar terminar esse processo, que ainda está em andamento para depois fazer um comunicado oficial ou não. Ou até provar que ele é inocente, que eu acredito que é o que vai acontecer” , revelou Márcio.

Anderson corre o risco de ser suspenso do UFC por até nove meses após exames preliminares de doping encontrarem o esteroide anabolizante Drostanolona. E a luta com Nick Diaz será anulada.

Seu oponente na luta de sábado (31), Diaz, também foi pego no exame de doping da luta, por uso de metabólicos que são relacionados à maconha. É a terceira vez que ele é pego pelo mesmo motivo e sua suspensão será de dois anos.

anderson_spider_silva1


Ele realmente está bem chateado, bem desapontado porque afirma não ter usado em momento algum”, afirma Márcio Tannure.

O diretor-médico da comissão atlética brasileira de MMA, Márcio Tannure, conversou com o lutador Anderson Silva após o resultado do exame antidoping, realizado no dia 9 de janeiro, ter revelado uso de metabólitos de drostanolona e androsterona. Segundo ele, que acredita na absolvição do Spider, a notícia deixou o lutador bastante chateado.

“Eu falei com ele ontem (terça-feira) para entender o que aconteceu. Ele realmente está bem chateado, bem desapontado porque afirma não ter usado em momento algum. Eu particularmente acredito nele, já que ele tem uma carreira exemplar e nunca passou por uma coisa dessa. Ele está muito desapontado e não está entendendo o que aconteceu. Antes de se pronunciar, ele quer esperar terminar esse processo, que ainda está em andamento para depois fazer um comunicado oficial ou não. Ou até provar que ele é inocente, que eu acredito que é o que vai acontecer”, disse em entrevista ao SporTV.

Tannure afirma que é cedo para fazer qualquer julgamento, já que o processo continua em andamento. “Eu acho que ainda é muito cedo para falar qualquer coisa ou tomar qualquer partido. O processo ainda está em andamento, a própria comissão de Nevada ainda não se manifestou. Ele fez mais dois exames depois disso e pode ter acontecido alguma contaminação, algum erro, algo que é incomum, mas pode ter acontecido. E ele também tem o direito de pedir a contraprova, que pode mostrar isso. Antes de falar qualquer coisa é preciso esperar terminar esse processo que ainda não foi terminado”, completou.


Anderson Silva não cai em provocações exageradas do americano, chuta sem medo com a recuperada perna esquerda e se emociona. Futuro é deixado em aberto.

anderson chute

A agonia de ficar longe do que mais ama durou 398 dias. Dúvidas e questionamentos não deixaramAnderson Silva em paz desde a fratura na perna esquerda na revanche contra Chris Weidman, em 28 de dezembro de 2013. Mas tudo isso se transformou em energia e força para o esperado retorno ao octógono. Os fãs de MMA aguardaram um bom tempo e agora podem desfrutar: a lenda está de volta. O Spider teve pela frente o americano Nick Diaz na noite deste sábado em Las Vegas (madrugada no Brasil), na luta principal do UFC 183, e cumpriu seu papel com êxito. Precisou de cinco rounds, é verdade, mas saiu com a vitória.

O brasileiro, que costuma tentar desestabilizar os adversários emocionalmente, experimentou o outro lado da moeda com Diaz e jogou as provocações e palhaçadas exageradas do rival para escanteio. Não teve medo de chutar com a recuperada perna esquerda e se sagrou vencedor por decisão unânime dos jurados (49 a 46, 50 a 45 e 50 a 45) após cinco rounds, em sua primeira luta a terminar na buzina final desde que bateu Demian Maia em 10 de abril de 2010. Na comemoração, o alívio, e Anderson caiu no choro, aos prantos. Foi o fim de um capítulo emocionante na história do maior nome das artes marciais mistas na atualidade.

Anderson Silva x Nick Diaz, UFC 183 (Foto: Getty Images)
Spider cai no chão e chora após ser anunciado vencedor em sua primeira luta pós-lesão (Foto: Getty Images)

– Eu não sei o que dizer. Obrigado, Deus, por me dar mais uma chance. Obrigado aos meus amigos e à minha família. Esse momento é muito importante para mim, para toda a minha família e para todos os brasileiros. Queria agradecer a todos vocês que estiveram aqui, a todos os brasileiros. Esse momento, para mim, é muito importante por conta de tudo o que sofri neste um ano. Achei que não ia voltar a lutar no começo. Queria agradecer ao Dr. Márcio Tannure, ao médico que me operou aqui, ao Dana White, ao Lorenzo Fertitta e a todo mundo que me apoiou até aqui – disse Anderson, emocionado, ao fim do duel

O futuro de Anderson Silva é uma incógnita. Com mais 14 lutas no contrato com o UFC, ele está com 39 anos e vive recebendo pedidos da família para que se aposente. Se depender do público, ele ainda lutará por muitos anos.

– Vou voltar para a minha família agora. Meu filho Kalyl pediu para eu parar de lutar. Então eu vou voltar para a minha casa para ficar com meus filhos e, não sei, talvez eu volte.

Anderson Silva x Nick Diaz, UFC 183 (Foto: Getty Images)Anderson Silva venceu Nick Diaz por decisão unânime no UFC 183 (Foto: Getty Images)

A LUTA: DOMÍNIO DO SPIDER

O frio na barriga na hora da entrada de Anderson foi geral na MGM Grand Garden Arena, mesmo palco de quando ele quebrou a perna, 13 meses atrás. O suspense até que as luzes fossem ligadas, após a escuridão momentânea, contribuiu para o cenário. E ele caminhou aparentando a maior tranquilidade do mundo. Cantou sua clássica música “Ain’t no sunshine” e cumprimentou todos da sua equipe. Subiu no octógono. Era chegado o momento, era para valer. Antes de começar, pediu proteção a Deus, apontando para o céu.

Bem ao seu estilo, Nick Diaz começou a falar e a fazer provocações a Anderson logo de cara. O americano tentou entrar na mente do Spider e até se jogou no chão. Foi para a grade e chamou o brasileiro, que ficou parado. Foi apenas uma prévia do que faria no decorrer da luta.

Anderson Silva x Nick Diaz, UFC 183 (Foto: Getty Images)

Nick Diaz deita e provoca Anderson Silva (Foto: Getty Images)

O ex-campeão soltou bons cruzados e acertou Diaz, que não esboçou reação. Nick jogou bons golpes. Anderson respondeu com chute baixo com a perna esquerda, aquela fraturada. E a torcida inteira passou a apoiá-lo. O brasileiro também fez as suas provocações. Ele encurralou Diaz e conectou bons jabs. Nick tentou um chute alto que pegou de raspão. A essa altura, o campeão dos pesos-meio-pesados, Jon Jones, e o desafiante número 1 dos pesos-penas, Conor McGregor, já estavam de pé na primeira fila. Jones, por sinal, praticamente trabalhou como instrutor de Anderson no combate, gritando dicas para Spider o tempo todo.

As provocações continuaram no segundo round, e a torcida brasileira passou a xingar Diaz com palavrões. Focado, Anderson não deu brecha para o azar. Nick jogou chutes baixos, e Anderson respondeu com um direto e outro chute com a perna esquerda. Diaz jogou boa combinação e por pouco não levou uma cotovelada no contra-ataque. Anderson conectou um chutaço na barriga; na sequência, botou a mão na cabeça do americano e levou três diretos, mas não sentiu.

PROVOCAÇÕES DE DIAZ NÃO SURTEM EFEITO

No terceiro assalto, Anderson deu um pisão no joelho de Nick Diaz e emendou outro chute baixo com a esquerda. Foi para cima e conectou joelhadas, mais golpes de boxe. Nick, com o rosto parcialmente ensanguentado, cuspiu o protetor bucal e sem ele ficou até o fim do round, sem que o árbitro John McCarthy percebesse. Sem ter resultado nas provocações, o americano foi perdendo cada vez mais espaço na luta, enquanto Anderson ia soltando o jogo.

Anderson Silva x Nick Diaz, UFC 183 (Foto: Getty Images)Nick Diaz vira de costas para o brasileiro durante o combate (Foto: Getty Images)

– Eu estava dizendo: “Vamos lá. Me bata, venha apanhar um pouco”. Eu vou falar o que falo, fazer o que faço. Esse foi um grande show. Esse é Anderson Silva – explicou Nick Diaz, que foi elogiado por Anderson, apesar das palhaçadas.

– Nick é o melhor. Eu já estou aqui há muito tempo. É a primeira vez na minha vida que eu luto contra um cara mentalmente forte, que tem golpes e chutes potentes. Esse é um grande show para as pessoas. Ele é um bom show, eu também. Ele não é um cara mau. É apenas Nick Diaz.

Os dois se movimentaram muito no começo do quarto round, e Diaz acertou bela combinação de boxe. Com a guarda baixa, Anderson saiu de vários golpes do americano. Nick foi no chute baixo e levou prejuízo no contra-ataque. O chute alto passou raspando o rosto dele. Diaz voltou a provocar e fez polichinelo no octógono. O ritmo do combate diminuiu, e o público ensaiou algumas vaias.

Diaz deu a cara para Anderson bater no início do quinto assalto, dançou e foi vaiado. Anderson foi para cima no boxe, mas ficou na defesa. O americano deu leve balançada em Anderson com um cruzado de esquerda e levou um chute alto na cabeça como resposta. Nick se animou, mas foi para trás com um jab potente. O Spider jogou joelhada voadora e chute alto rodado, ambos passando perto. Nos momentos finais do duelo, o brasileiro não deu brecha para uma surpresa de Nick e, ao soar do gongo, saiu comemorando. Ele sabia o que estava por vir: a vitória que consagrou seu retorno ao MMA após 13 meses longe de seu habitat natural


Após ficar 13 meses se recuperando da fratura na perna sofrida na luta contra Weidman, Anderson Silva está de volta ao octógono neste sábado dia 31/01/2015 contra o norte-americano Nick Diaz. Em entrevista ao UFC ele disse que vai ser uma luta muito equilibrada e que seu adversário é muito forte, mas se mantém confiante ao dizer que vai ser uma luta que os fãs vão querer ver todos os dias.

“Nick Diaz é um cara perigoso. Ele está quase na mesma situação que eu, muito tempo sem lutar, mas é um desafio pra ele e pra mim. O mais importante é o teste marcial que ambos vamos ter. Acho que essa luta vai ser uma luta que as pessoas vão parar para ver, e depois que passar vão querer ver todos os dias. Tenho certeza disso”, disse Spider ao site do UFC.

anderson-silva2

Ele disse que suas lutas contra Weidman foi uma nuvem negra em sua carreira de invencibilidade, “Por muito tempo as pessoas acharam que eu era invencível, mas ninguém é invencível. Todo mundo tem o seu momento da nuvem negra. Todo mundo tem. E todo mundo tem um momento mágico. O meu momento mágico durou oito anos. Nunca imaginei perder da maneira que perdi e nunca imaginei na minha vida me machucar como me machuquei”, disse Anderson.

Toda sorte do mundo ao nosso Campeão SPIDER!!!!


0