Clipe da versão feita pela MC Zaqui já foi retirado do ‘YouTube’

Sucesso no funk, a música ‘Parara Tibum’, cantada por MC Tati Zaqui, não pode mais ser tocada em emissoras de TV, eventos, vídeos e rádios de todo o Brasil. Segundo informações do colunista Léo Dias, do jornal ‘O Dia’, o pedido partiu da Peermusic do Brasil Edições Musicais Ltda, detentora do original ‘Heigh Ho’, com autoria de Larry Morey e Frank Churchill.

RTEmagicC_506538495_640.jpg

De acordo com a publicação, a detentora da canção entrou em contato com a funkeira, que acatou o pedido para não executar mais a música. O clipe da versão feita pela cantora já foi retirado do ‘YouTube’. Segundo a assessora da editora musical, um dos motivos para a não liberação do hit foi a erotização da letra com conteúdo sexual.

Ainda segundo o colunista, recentemente, a TV Globo usou a música no programa ‘Esquenta’ e logo depois foi notificada. Procurada pela coluna, a assessoria da MC Tati Zaqui não quis se pronunciar sobre o assunto.


O coordenador regional interino da 21ª COORPIN de Itapetinga, Dr. Roberto Júnior, através da Delegacia Territorial (DT), investiga suposto rapto de bebês no município de Itapetinga, fato ocorrido na manhã do último sábado, 09/05/15, no aeroporto municipal Luís Eduardo Magalhães.

De acordo com o que está sendo apurado pela Polícia Civil, um avião monomotor pousou na pista do aeroporto municipal Luís Eduardo Magalhães, trazendo um suposto casal a bordo. Duas crianças recém-nascidas foram levadas até a pista do aeroporto através de duas mulheres que fretaram um táxi para chegar ao local.

complexo

As crianças foram entregues ao suposto casal de uma cidade do extremo sul da Bahia, que assim que conversou com as mulheres, decolou do aeroporto em direção a sua cidade de origem.

A Polícia Civil localizou os avós das crianças, bem como o casal que levou os bebês de forma irregular para outro município. O casal responsável pela saída das crianças da cidade de Itapetinga, disse ao delegado Júnior, que tudo não passou de um mal entendido,  inclusive já constituiu advogado e virá à Itapetinga fazer a devolução dos bebês, pois não houve compra, negociata ou qualquer acordo comercial envolvendo as crianças.

Apesar das versões apresentadas até o momento, a Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese e continua investigando o caso que teve repercussão em todo o estado da Bahia, inclusive Dr. Júnior foi entrevistado pela reportagem da TV ARATU (retransmissora do SBT) na capital do estado.

( Sizinio Neto )


Uma grande quantidade de crack, maconha, cocaína e dois revólveres municiados. Este é o saldo da ação realizada por policiais militares do PETO no Residencial Hilda Gama, conhecido por Portelinha, em Itapetinga, na noite de quarta-feira (22).

Os PM’s foram informados de que indivíduos teriam trocado tiros naquela localidade e que parte deles estaria numa casa. Já no residencial, os policiais realizaram incursão pela Rua A e num imóvel foram encontradas cinco pessoas, entre elas, uma mulher e dois adolescentes de 13 e 17 anos de idade.

armas-e-drogas1

Durante revista minuciosa na casa, os policiais apreenderam as drogas e as armas de fogo dentro de uma bolsa, que foi escondida no telhado.

O menor de 17 anos admitiu ser dono dos revólveres e que teria as armas para se defender, porém nenhum dos conduzidos confessou a propriedade das drogas.

individuos1

Os maiores foram identificados como sendo: Alexsandro Santos Gonçalves, de 40 anos; Wesley Teixeira de Oliveira, de 22; e Luana Santos Alves, de 20 anos.

O trio foi autuado em flagrante, pelo delegado Marcos Larocca, por tráfico de drogas.


Eleitores que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições terão o título cancelado se não comparecerem ao cartório eleitoral até 4 de maio. Para realizar o procedimento, é necessário levar documento oficial com foto.

titulo

Para verificar se o título está passível de cancelamento, o interessado deve acessar o site. A Justiça Eleitoral considera cada turno de votação como uma eleição.

Além de ficar impedido de votar, quem não regularizar a situação não poderá obter passaporte, ser empossado em cargo público ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. A irregularidade também pode gerar dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.


algemadoUma pesquisa do instituto Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (15) apontou que 87% dos brasileiros são a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. O número é um pouco maior do que o registrado no último levantamento do instituto sobre o tema, realizado há quase nove anos atrás. Em agosto de 2006, 84% dos entrevistados eram favoráveis à redução. Nas duas pesquisas, o índice de brasileiros contrários à mudança se manteve o mesmo, 11%.

O Datafolha apontou ainda que, entre os favoráveis à alteração, 74% defendem que a redução da maioridade tenha efeito para todos os tipos de crimes. Outros 26% preferem que a medida seja válida apenas para determinados delitos.


magghEm um júri popular que ocorreu nesta terça-feira, 14, no Fórum Durval Fraga em Itororó, o Juiz Titular da Vara Criminal de Itororó, Dr. Rojas Sanches Junqueira condenou Edson Ribeiro da Silva, conhecido como “Maguila” a 28 anos de prisão que inicialmente serão cumpridos em regime fechado, pelo duplo homicídio, duplamente qualificado dos primos Vítor Dias Peixoto de 14 anos e Williames Dias Rodrigues de 17 ocorrido em Itororó em 2013.


FUGA

Quatro menores de idade, dentre eles uma menina de 13 anos, foram apreendidos, na quarta-feira (8), suspeitos de roubar dois carros em Goiânia. O grupo, composto por dois garotos e duas garotas, foi detido quando tentou fugir de uma abordagem policial e acabou capotando um dos veículos na Avenida Goiás Norte. Ninguém ficou ferido.

carroos3

Segundo a Polícia Militar, o carro capotado havia sido roubado no sábado (4). Eles também estavam em uma caminhonete, que foi roubada no início desta semana. Ainda de acordo com os policiais, os adolescentes usavam os veículos para cometer crimes na região do Setor Criméia Leste. Durante a perseguição policial os suspeitos trocaram tiros com a polícia, mas ninguém foi baleado.

Após o acidente, eles foram levados à Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), pois os policiais investigam uma possível relação da quadrilha com um assassinato ocorrido no final de semana.

“Foi anotada, em um homicídio no Criméia Leste, a placa do veículo que teria sido utilizado na fuga e que, coincidentemente, é o mesmo veículo de hoje”, afirma o tenente da PM Danillo Cruvinel.


11092634_643225775781523_405655242_n-168x300

No inicio da tarde desta quarta-feira, 08, agentes da 21ª Coorpin de polícia civil de Itororó prenderam o motoboy Alex Pereira dos Santos em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra o acusado, após o mesmo ter descumprido ordem judicial de Medidas Preventivas de Urgência em favor de Eduarda Almeida Sotero, ex companheira de Alex.


vereadora pt

A vereadora Francisca Sales Vieira (PT), foi presa no município de Salitre, no interior do estado do Ceará, no início desta semana. De acordo com matéria do site G1, a edil foi presa com mais sete pessoas suspeitas de homicídios, assaltos e formação de quadrilha. Ainda de acordo com informações da polícia publicadas pelo site G1, a vereadora petista mantinha relação com um homem chamado Paulinho Tendel, conhecido na cidade por crimes de homicídios.

O comandante do Destacamento Policial de Salitre, Paulo César, informou ao G1, que a parlamentar é suspeita de participação em assaltos a caminhoneiros, postos de combustível e casas lotéricas, além de formação de quadrilha e homicídios. Ele declarou que as pessoas que iam se desmembrando da quadrilha eram assassinados. Só esse ano foram cinco homicídios dessa forma.

O grupo era investigado há um mês e teve o mandado de prisão preventiva expedido na terça-feira (24). Os oito presos foram encaminhados à Cadeia Pública de Campos Sales, cidade próxima a Salitre, onde permanecem à disposição da Justiça. Na delegacia, a vereadora negou todos os crimes e declarou que é inocente.

Francisca foi eleita em 2012 com 419 votos, 4,22% do total de votos válidos na cidade de Salitre. A polícia investiga se o dinheiro utilizado em sua campanha foi financiado pela quadrilha presa.


bebe

O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (5) o projeto de lei que permite que a mãe registre em cartório o nascimento do filho, em igualdade de condições com o pai. O projeto altera a lei atual, pela qual o homem é o responsável pelo registro do filho e apenas quando se omite ou está impedido de fazê-lo a mulher tem esse direito.

Além dessa proposta, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) colocou em votação outra matéria também comemorada pela bancada feminina na Casa. O projeto de lei da Câmara nº 2/11 estende a proibição de revista íntima às funcionárias de órgãos, autarquias, fundações e empresas públicas e de clientes do sexo feminino.

O texto, que precisa voltar à Câmara dos Deputados por causa das alterações sofridas no Senado, garante ainda à vítima de eventuais abusos indenização por danos morais e materiais e multa em caso de descumprimento da determinação, equivalente a 30 salários mínimos, que será cobrada em dobro em caso de reincidência. A revista íntima em empresas privadas já é proibida.


Nesta quinta (26), o vereador Valquírio Lima, da base governista, apresentou o Projeto de Lei nº 002/2015 de 24 de fevereiro de 2015, que “Acresce e modifica dispositivos da Lei nº 1.230/13 que “Autoriza o Município de Itapetinga a outorgar a concessão dos serviços públicos de transporte coletivo urbano de passageiro e dá outras”.

valquírio lima

projeto de valquírioO vereador Valquírio Lima, pediu uma DISPENSA DE INTERSTÍCIO, mas mesmo com a presença dos topiqueiros pressionando, os vereadores de oposição votaram contra, prejudicando os topiqueiros. Só que esses mesmos vereadores, já votaram  numa Dispensa de Interstício, quando beneficiou a Empresa Viação Itapetinga.

“Eles deveriam ter decido nossa vida hoje, esse  negócio de brigar na Justiça, demora 2, 3, 4 ou até 5 anos. Demora demais, eles deveriam ter votado no Projeto, para nos beneficiar, agora ficam mandando entrar na Justiça”, disse Washington Luís, membro da Associação dos Topiqueiros.

Se a Dispensa de Interstício do vereador Valquírio Lima, tivesse sido aprovada, a primeira votação do Projeto teria acontecido na mesma Sessão.

topiqueiros

FOTO: CIDADE ACONTECE


Suzane assumiu ter planejado por meses em companhia do namorado Daniel Cravinhos, e, em menor participação, do cunhado Christian a morte dos pais

  • Suzane assumiu ter planejado por meses em companhia do namorado Daniel Cravinhos, e, em menor participação, do cunhado Christian a morte dos pais

A ré confessa pela morte dos pais Suzane von Richthofen, 31, condenada a 39 anos de prisão, admitiu em entrevista que foi ao ar nesta quarta-feira (25) ter planejado o crime por meses, junto com o então namorado, Daniel Cravinhos, e o cunhado, Christian Cravinhos.

Suzane afirmou ainda terem sido ela e Daniel os principais mentores dos assassinatos, ocorridos em 2002, em São Paulo. As declarações foram dadas aoapresentador Gugu, que estreou seu programa na Record.

“Muita gente me pergunta se a ideia [do crime] foi minha. Todos dizem que eu sou a mentora, a cabeça de tudo. Não é verdade, Gugu. Uma cabeça só não pensa em tudo. É uma junção de tudo, concorrência de ideias. Eu fiz parte, mas os três bolaram aquilo. Eu acho que o Cristian sabia menos da situação, mas, infelizmente, tanto o Daniel quanto eu temos culpa nessa parte”, declarou.

Em entrevistas anteriores, Suzane havia apontado os irmãos Cravinhos como idealizadores da morte dos seus pais, embora o Ministério Público sempre tenha defendido que ela era a mentora do crime.

Desta vez, Suzane disse estar arrependida de ter conhecido o então namorado e o cunhado. “Se eu não tivesse conhecido os Cravinhos, minha vida seria muito diferente. Mas não culpo apenas eles; onde um não quer, dois não fazem.”

Ela também contou que dentro do sistema prisional há pessoas que não toleram crime cometido contra os pais e que, por isso, pediu para permanecer em regime fechado no presídio 1 de Tremembé em vez de ser transferida para outro presídio onde poderia cumprir regime semi-aberto, ao qual tem direito e abriu mão.

A Justiça acolheu o pedido da presa, que pôde continuar trabalhando na oficina de confecções da Funap (Fundação de Amparo ao Preso) e ter direito à progressão da pena. A unidade do presídio de Tremembé deve ter uma ala de regime semi-aberto ainda em 2015.

Em setembro de 2014, Suzane casou-se com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro e morte de um adolescente em Mogi das Cruzes (SP). O relacionamento também é apontado como motivo para o pedido de permanência no regime fechado.

Meses antes, no começo do ano passado, Sandra havia se casado com Elize Matsunaga, 32, presa pela morte e esquartejamento do marido e executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, crime que também teve grande repercussão na imprensa.

Perguntada se teria sido pivô da separação, Suzane disse que Sandrão, como a mulher é conhecida, deveria responder.

Considerada por outras presas e funcionárias do presídio como ‘muito atraente’, Suzane conta que, há cinco anos, um promotor de Justiça a chamou em seu escritório no Ministério Público e fez declarações de amor a ela: “Ele disse que conheceu uma menina com a qual sonhava; e na próxima vez, disse que eu era esta menina”. Ela conta que o denunciou e que esteve em contato com o promotor apenas para ser transferida ao presídio de Tremembé.

O promotor foi punido pelo Ministério Público por comportamento inadequado –ele nega o suposto assédio.

Família

Richthofen diz que não vê o irmão Andreas desde 2006, quando aconteceu seu julgamento. Segundo ela, ele visitava-a quando ainda estava presa em São Paulo, mas que as visitas, um dia, cessaram. “Eu sei que meu irmão sofreu muito, mas como ele passou estes anos, eu não sei. Se eu sofri aqui dentro [no presídio de Tremembé, onde está há sete anos], imagino ele lá fora. Quando ele diz o sobrenome, qualquer um reconhece, e ele terá que carregar isto pra sempre”.

De acordo com ela, Andreas não queria se afastar da irmã após a confissão do crime: “Na época, ele me disse: ‘Su, eu perdi meu pai, minha mãe. Eu não quero perder minha irmã. Eu te perdoo e vou ficar com você'”, disse ela ao apresentador. Ela acredita que um dos motivos do afastamento pode ter sido a herança, da qual abriu mão em 2014.

Na entrevista, ela afirmou não ter consciência do valor do dinheiro do qual abriu mão: “Este dinheiro nunca foi meu. Era dos meus pais e hoje pertence ao meu irmão”, disse. O espólio é avaliado em mais de R$ 3 milhões.

Ainda sobre a família, Suzane diz sentir falta da mãe. “Eu tenho certeza que ela me visitaria aqui, como tantas outras mães fazem aos domingos”, contou a Gugu. Segundo ela, o diálogo era aberto com Marísia von Richthofen, que seria uma pessoa carinhosa.

Ao “Programa Gugu”, a presa contou que foi a própria mãe quem lhe apresentou Daniel. Na época, ele era instrutor de aeromodelismo de Andreas. Ela disse, no entanto, que a mãe não aprovava o relacionamento da filha. “Depois que ele começou a passar mais tempo em casa, quando ficamos sérios, ela passou a conhecê-lo e não gostava dele”.

Suzane conta que, na prisão, trabalha em costura para uma empresa que fabrica uniformes para guardas e presidiárias e ganha cerca de um salário mínimo: “Eu ganho 700 e poucos reais”, afirma. Com este dinheiro, compra alimentos e cosméticos por meio de um fundo dentro da cadeia. Ela ainda contou que pretende estudar administração de empresas e montar uma empresa de tecelagem.