Um tumor “incurável” no cérebro de uma menina desapareceu repentinamente, e os médicos que a tratam não sabem explicar o motivo. De acordo com a equipe médica que cuidava do caso, o tumor – chamado glioma difuso intrínseco de ponte – não podia ser removido cirurgicamente.

“É muito raro, a doença é devastadora”, disse a médica Virginia Harrod, do Dell Children’s Medical Center, em Austin (Texas, EUA), segundo a emissora KVUE. “A habilidade motora vai diminuindo, às vezes há perda de visão, a capacidade de falar vai decaindo e até a respiração fica complicada”, acrescentou ela.


Obama se vestiu com gorro de Papai Noel

Ex-presidente dos Estados Unidos fez visita surpresa a instituição em Washington. Pacientes ganharam quebra-cabeças e carros de controle remoto.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez uma surpresa pra lá de especial para os pacientes do Hospital Nacional Infantil de Washington nesta quarta-feira (19): Obama se vestiu com um gorro de Papai Noel e, durante 90 minutos, e distribuiu presentes para as crianças internadas. As informações são do jornal The Washington Post.

 


Uma adolescente russa, campeã de artes marciais, morreu eletrocutada após o seu iPhone, que estava sendo carregado, cair na banheira onde ela estava, em residência na cidade de Bratsk (Sibéria, Rússia).

De acordo com o “Komsomolskaya Pravda”, Irina Rybnikova, de 15 anos, morreu na hora. O corpo teria sido encontrado pela irmã. Irina foi campeã nacional dois meses atrás de pankration, uma espécie de MMA que une boxe e luta-livre originada na Grécia antiga.


Knickers, que quer dizer calcinha em inglês, se destaca entre os outros animais que pastam com ele na zona rural da Austrália Ocidental. Com cerca de 1,4 mil kg e 1,94 metros de altura, acredita-se que o animal de sete anos seja o maior boi da Austrália, país que abriga milhões de cabeças de gado.

Para efeito de comparação, ele tem quase o mesmo peso de um carro Golf (1.318 kg), da Volkswagen, e tem quase a altura do jogador de basquete americano Michael Jordan (1,98 metros).


A professora de inglês Yaira Tanies Cotto Flores, de 29 anos, foi condenada a 10 anos de prisão por ter feito sexo com um aluno de 14, em um motel de San Lorenzo (Porto Rico). De acordo com o processo, o menor era virgem. “Ela me ensinou a colocar uma camisinha”, disse o estudante a um juiz, segundo o jornal local “Noticias Xtra”. O menor afirmou, ainda, que a professora pagou um tratamento contra acne para ele e lhe deu headphones e um relógio Bulova. Ela também enviou nudes.

A relação sexual ocorreu em março de 2016. Em abril deste ano, Yaira foi condenada por júri popular. A sentença saiu nessa semana. Após o cumprimento da sentença, Yaira, classificada como “predadora” pela Promotoria, ficará oito anos sob supervisão da Justiça.


                                              Foto: Getty Images

Cerca de 600 mil moradores da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, deixaram suas casas, por conta do Furacão Florence. Além disso, todo o estado está sem energia. As informações são do jornal americano New York Times.

Na cidade de New Bern, foram resgatadas 300 pessoas pelo corpo de bombeiros local. Outro jornal local, o britânico The Guardian, citou que aproximadamente 2,1 mil voos foram cancelados por conta do furacão. 


                          Foto: Reprodução/ BMJ Case Reports 2018

Uma mulher precisou ser submetida a uma cirurgia para a retirada de um tumor no abdômen com quase 30 quilos. O caso foi registrado em Singapura, na Ásia. De acordo com o site de notícias científicas Live Science e na publicação médica BMJ Case Reports, a massa tinha 65 cm de largura e peso equivalente ao de uma criança de 10 anos (27,8 kg).

Ainda segundo a publicação, tratava-se de um mioma uterino, tumor benigno comum que pode aparecer na idade fértil de uma mulher e crescer gradualmente ao longo dos anos, caso não tratado. Os médicos realizaram histerectomia abdominal total, cirurgia que remove úteros e ovários, e conseguiram tirar o tumor. Ainda de acordo com a publicação, também foi necessária a realização de uma cirurgia plástica para a reconstrução da parede abdominal, que havia diminuído por ter ficado tão distendida.


Courtney Whithorn começou a roer unhas quando estava no ensino médio e sofria bullying. O mecanismo de defesa acabou virando um hábito. Depois, um vício. Em 2014, a inglesa que mora em Gold Coast (Austrália) chegou a arrancar toda a unha de um dos polegares.

Logo depois disso, ela notou que o dedo começou a escurecer. Mas Courtney conseguiu esconder o problema de parentes e amigos. Até que em julho deste ano, a inglesa, de 20 anos, foi diagnosticada com um tipo de câncer no polegar que tem ligação ao vício de roer unhas e aos traumas por ele provocados.


Uma mulher, de 38 anos, morreu de overdose ao fazer sexo oral no médico Andreas David Niederbichler, de 42. De acordo com o site “Bild”, a denúncia foi feita pelo pai da vítima.

O pai afirma que a filha, a cabeleireira Yvonne M, não sabia que o médico colocou cocaína no pênis. O médico tratava a cabeleireira de tendinite e acabaram tendo um caso.


“Não posso deixar de reconhecer o grave escândalo” afirmou o Papa.

Resultado de imagem para papa francisco

| Agência Brasil

O papa Francisco reconheceu neste sábado (25), em Dublin, na Irlanda, o fracasso da Igreja Católica irlandesa para enfrentar adequadamente o que denominou de “crimes repugnantes de abusos” a menores e pediu um esforço para a adoção de normas severas para que os abusos não voltem a se repetir.

Francisco fez a afirmação no discurso às autoridades no início de sua visita de dois dias à Irlanda, aonde chegou hoje para participar do Encontro Mundial das Famílias “Não posso deixar de reconhecer o grave escândalo causado na Irlanda pelos abusos a menores por parte de membros da Igreja encarregados de protegê-los e educá-los”, assinalou o pontífice.

O papa Francisco iniciou neste sábado uma viagem de dois dias à Irlanda, onde participará do 9º Encontro Mundial das Famílias na capital Dublin, além de também se reunir com o primeiro-ministro, o democrata-cristão Léo Varadkar, para abordar os abusos cometidos pelo clero no país, entre outros assuntos.


Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque até o momento

| Estadão Conteúdo

A explosão de uma bomba dentro de uma mesquita deixou pelo menos 12 mortos e 33 feridos em Khost, leste do Afeganistão, segundo fontes oficiais. O local foi utilizado como local de votação nas últimas eleições. Habib Shah Ansari, chefe do serviço público de saúde da província de Khost, confirmou o número de vítimas do ataque, ocorrido na capital da província que leva o mesmo nome.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque até o momento, mas tanto o Taleban quanto o Estado Islâmico rejeitam as eleições democráticas do país e tem deixado claro sua posição Embora não haja registro de atividade do Estado Islâmico em Khost, o grupo tem expandido suas ações para outras regiões nos últimos anos.

No mês passado, a explosão de um homem-bomba do Estado Islâmico em um centro de registro de eleitores em Cabul matou 60 pessoas e feriu pelo menos outros 130. O Afeganistão planeja realizar eleições em outubro, a primeira desde 2014.

Onda de ataques

O Taleban e o Estado Islâmico tem promovido uma onda implacável de ataques desde o início do ano, matando alvos civis na capital, Cabul, e em outras cidades.

Forças de segurança afegãs lutam para combater esses grupos desde a conclusão da missão militar dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), no final de 2014, assumindo atividades de contraterrorismo e suporte.

Na província de Faryab, norte do Afeganistão, um veículo que seguia na estrada rumo ao mercado explodiu ao ser atingido por uma bomba, matando sete pessoas. O porta-voz da polícia local, Karim Yuresh, informou que outro civil foi ferido no ataque deste domingo, em uma área onde o Taleban e o Estado Islâmico são ativos.

Na província de Paktia, leste do país, a explosão de um carro bomba matou duas pessoas e feriu outras três. Abdullah Hsart, porta-voz do governador da província, disse que o ataque ocorrido ontem tinha como alvo Hazart Mohammad Rodwal, chefe distrital que estava entre os feridos. Nesse caso, o Taleban reivindicou a autoria do ataque. Fonte: Associated Press.


Um homem vestido apenas com uma jaqueta verde matou quatro pessoas a tiro e feriu outras três em um restaurante perto de Nashvile, no Tennesse, nos Estados Unidos, na manhã deste domingo (22/04).

                                     Foto: Divulgação/Nashville PD

O homem, armado com um rifle AR-15, entrou no restaurante pouco antes das 3h30 e abriu fogo contra os donos do estabelecimento. Um dos proprietários ainda conseguiu lutar contra o atirador e tirar o rifle de suas mãos. O veículo em que o atirador chegou ao local estava registrado no nome de Travis Reinking, de 29 anos, de Morton, no Illinois. De acordo com a polícia local, o homem deixou sua jaqueta depois de fugir a pé. O homem, ainda não encontrado, é considerado possivelmente armado e extremamente perigoso.


A espanhola Lidia Reyes conta com um recorde um tanto diferente. Ela é considerada a mulher mais tatuada do mundo, tendo feito em seu corpo cerca de 270 tatuagens.

 No entanto, veículos europeus começam a noticiar que a mulher teria mudado de ideia e se cansado de todos os desenhos.  As publicações ainda afirmam que há alguns meses a espanhola teria começado o longo processo de remoção delas. Muitos estão comentando o fato, ainda mais que deverá demorar anos para que Lidia consiga limpar completamente o seu corpo.