O drama que assolou a vida de Andressa Urach no final de 2014 está chegando ao fim. Depois de suspender antibióticos e estar cada vez mais perto da alta, a apresentadora está começando a retomar a rotina. Mas as sequelas do uso do hidrogel e do PMMA ainda podem ser vistas nas pernas da ex vice-miss Bumbum. Para deixar o passado para trás, Andressa mudou o corte de cabelo e adotou um visual com os fios mais curtos.

Em entrevista por telefone com os seus colegas de bancada no programa Muito Show, da RedeTV!, ela contou um pouco sobre os momentos que passou no hospital

– Tive medo quando cheguei ao hospital, com pressão 7×3, porque eu sabia que iria morrer.

Segundo ela, os gastos que já teve para alcançar a fama somam valores absurdos

– Eu pedia por bens materiais e pagava valores muito altos, R$ 3 mil R$ 5mil, para conquistar sucesso, conquistar fama.

Andressa diz estar muito arrependida e sentir muita vergonha do ser humano que foi

 Por problemas de ansiedade, a apresentadora contou ter parado com as sessões de oxigenação, procedimento importantíssimo na cicatrização das feridas, com apenas dez sessões restantes.

Ela mostrou que as feridas ainda continuam sangrando e até fazem algumas manchas nos tecidos das roupas.


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic_.q4EE5PdZaC

A Polícia Militar apreendeu nesta segunda-feira (2) nove pés de maconha, com aproximadamente 1,5m de altura, em uma casa no município Ibicoara, localizado na região da Chapada Diamantina. De acordo com informações da PM, Samuel Brandão Moraes estava sendo procurado por realizar no dia 18 de janeiro, em compahia de um menor, um assalto ao posto de gasolina Dois Irmãos, local em que roubou cerca R$ 116 e o celular de um funcionário do estabelecimento. Também pela suspeita de tráfico de drogas,  a polícia seguiu até a casa do acusado com o objetivo de apreender a arma utilizada durante o assalto e investigar vestígios de tráfico. Ao chegar a casa, além de constatar que o homem utilizou uma arma de brinquedo para realizar o assalto, a PM encontrou nove pés de maconha no quintal.

380x285xIMG-20150202-WA0067.jpg.pagespeed.ic_.Z8RY6VINLj

O acusado será encaminhado para a delegacia de Barra da Estiva sob a acusação de tráfico de drogas, roubo qualificado e corrupção de menores, por ter assaltado em companhia de um menor. O caso será investigado pelo delegado da Polícia Civil, Alex Wendel Pereira Santos.


DENTE

O Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CROBA) flagrou nesta segunda-feira (2) um falso dentista atuando no centro do município de Itatim, na região de Piemonte do Paraguaçu, aproximadamente 221 km de Salvador. Severiano Silva Santos – mais conhecido como Gaguinho – atuava há mais de 35 anos e foi detido em sua clínica. Acionados, os policiais militares deram voz de prisão ao homem que se apresentava como dentista, mas não possuía nenhum diploma, formação técnica ou registro no CROBA. Severiano atendia esporadicamente uma ou duas pessoas por semana em um consultório equipado com todos os instrumentos necessários para atendimentos. Agora, o acusado vai responder por exercício ilegal da profissão de odontologia.


Medina alcançou a fama ao interpretar Cole Evans, o Power Rangers vermelho, na série “Power Rangers Wild Force”

Ricardo Medina Jr. como Cole Evans em 'Power Rangers Wild Force' (Foto: Divulgação)

Ator de ‘Power Rangers’ é preso após matar amigo com golpe de espada nos EUA

Ricardo Medina Jr., 37 anos, que interpretou o Power Ranger vermelho na série de TV “Power Rangers”, foi preso no sábado (31) acusado de matar com uma espada um amigo com quem dividia apartamento nos Estados Unidos. Ele é filho do pugilista brasileiro Ricardo Medina.

 Medina estava junto com a namorada quando discutiu com Joshua Sutter, segundo relatou a polícia à imprensa americana. Transtornado, o ator se trancou no quarto com a namorada e, segundo a polícia, Sutter teria forçado a porta do quarto e entrado.

Os dois continuaram a brigar até que Medina atingiu o amigo com um golpe de espada na barriga. Segundo o site TMZ, foi o próprio Medina quem chamou a polícia. Ele foi preso em flagrante.

 Sutter foi socorrido à emergência de um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

 Medina alcançou a fama ao interpretar Cole Evans, o Power Rangers vermelho, na série “Power Rangers Wild Force”, em 2002. Ele voltou à série em 2012, no papel de Deker em “Power Rangers Samurai”.

 Medina participou de séries, como “Plantão Médico” e “CSI: Miami”.


Com a falha, as fotos de perfil dos usuários podem ser vistas por qualquer pessoa, mesmo que esteja configurado para exibir apenas para os contatos estabelecidos

Uma falha de privacidade na versão para web do WhatsApp foi descoberta por um adolescente de 17 anos. Com a falha, as fotos de perfil dos usuários podem ser vistas por qualquer pessoa, mesmo que esteja configurado para exibir apenas para os contatos estabelecidos, diz o pesquisador Indrajeet Bhuyan.

zap

As configurações de privacidade feitas no aplicativo móvel não estão iguais na versão web, lançada em 21 de janeiro. A versão web está disponível somente para o navegador Google Chrome até o momento. Donos de iPhone também não podem utilizar a versão até agora.

Apesar da falha, não há indícios de que as mensagens dos usuários também estejam sujeitas ao erro, que seria somente nas imagens. O pesquisador descobrir que mesmo que as imagens estejam sem visibilidade muito boa na versão móvel, podem ser visualizadas sem problemas na web.

Um especialista em segurança criticou a falha. “Claro, não é a mais grave violação de privacidade, mas ela existe e ponto”, escreveu em seu blog Graham Cluley. “O fato é que os usuários do WhatsApp optaram por manter as suas fotos de perfil privadas e a expectativa é de que WhatsApp honre suas escolhas e só permita que essas imagens sejam vista por quem for autorizado”, disse.

Cluley divulgou alguns vídeos sobre o assunto. Assista: (em inglês).


Muito tem se falado a respeito de Marco Archer, o brasileiro que foi executado há dois dias na Indonésia. Algumas pessoas acham que o governo indonésio errou, e é severo, além do aceitável, com situações como essa. Outros, concordam com a atitude irredutível do presidente do país perante às súplicas da presidente brasileira (que tentou até recorrer ao Papa, vejam só). Cada um com seu ponto de vista, e a vida continua linda para nós, não traficantes de drogas, que moramos no Brasil. A questão é: a vida também continua para marginais, criminosos, e traficantes de drogas, que vivem no Brasil. A vida continua linda para eles, e mais linda ainda para Marcola, um dos maiores criminosos que esse país já conheceu.

Sabe quem é Marcola? Ninguém menos que o chefão do PCC (Primeiro Comando da Capital), a uma das mais perigosas facções criminosas do Brasil.  Marcola foi preso há 27 anos atrás, e hoje é um dos detentos no presídio de segurança máxima Presidente Vencislau. Marcola, ou Marcos Willian Herbas Camacho, foi preso aos dezessete anos, e desde então tem “trabalhado à distância”. O que quero dizer com isso? Marcola nunca se desligou da facção, sempre manteve contato com seus comparsas através do celular e internet (o que ele tem livremente), e continua, até hoje, apontado como um dos grandes cabeças por trás do PCC. Porém, vejam que coisa linda: Marcola terá sua liberdade novamente, em apenas três anos. Sim, ele que foi condenado a quase 234 anos de cadeia, recebeu a bênção da lei brasileira, que afirma que nenhum detento deva ficar preso por mais de trinta anos. Ou seja, em três anos, Marcola, que estará com 49, completará trinta anos de pena, por isso, estará livre.

O Brasil é ou não é o melhor país para se viver? Especialmente para criminosos e traficantes de drogas! Marco Archer mandou mesmo muito mal em ter saído daqui.

E você? Concorda com tal lei brasileira? Ou acha que Marcola deva cumprir todos os seus 234 anos de pena? Conte-nos nos comentários.


Um exemplo de honestidade em Barretos

Catadora Ana Maurícia dos SantosUma catadora de recicláveis encontrou doações ao Hospital de Câncer de Barretos e fez questão de devolver. A boa ação rendeu a ela um novo emprego.

No meio de papelões e plásticos que ficam no depósito de recicláveis do Hospital de Câncer de Barretos, Ana Maurícia dos Santos Cruz encontrou um envelope e uma agenda. Quando chegou em casa à noite, abriu o envelope e descobriu que estava com cheques que somavam R$ 250 mil, todos nominais ao hospital. A doação foi arrecadada em um leilão realizado em Mato Grosso.

“Eu peguei a agenda, achei muito bonita e coloquei dentro do caminhão. Mas não cheguei em momento nenhum a olhar a agenda por dentro. Depois que eu voltei, sete e pouca da noite, do serviço, fui ver lá a agenda aí eu vi o envelope embaixo, mas eu não imaginava que tinha cheque dentro. Na hora que eu abri, tinha cheque, levei um susto, porque tem bastante cheque, né? Muito valor ali dentro”, conta Ana Maurícia.

A boa ação rendeu um novo emprego para Ana Maurícia, que sempre sonhou em trabalhar no hospital.


sem-banho

Amou Hadji, iraniano, 80 anos, não toma banho a 60 anos.

Autorizou fazer uma breve série de fotos que detalha o que pode acontecer com o corpo humano.

Não surpreendentemente, Hadji tem um odor profundo e sua pele é dura e escamosa.
Hadji é sem-teto e se recusa a comer alimentos ou beber água limpa.
Sua comida favorita é porco-espinho morto e ele fuma regularmente um tubo preenchido com fezes de animais.
Hadji afirma que ele escolheu este estilo de vida para ficar em contato  com a terra.

O último recorde de maior tempo de ir a chuveiros pertencia a um homem de 66 anos, indiano, Kailash Singh, que não tinha tomado um banho a mais de 38 anos.
Não para nossa surpresa, quando foi procurada a razão por trás da maneira Amou Haji levar a vida, descobriu-se que ele havia passado por alguns reveses emocionais em sua juventude e desde então decidiu viver uma vida isolada.
Ele escapou das mãos de alguns jovens que lhe ofereceram um banho, porque ele acredita limpeza traz doença.

Fonte: World Online Observer


Apesar de ter se convertido, Urach disse que continuará trabalhando como modelo e fazendo ensaios sensuais para sustentar a família.

ANDRESSA-U1

Andressa Urach fez um novo depoimento na manhã desta quinta-feira (29) em seu perfil no Instagram. Dessa vez, a modelo contou detalhes dos trabalhos que fez para conseguir dinheiro, fama e afastar pessoas. A modelo aproveitou para testemunhar sua experiência com Deus durante o coma e que voltou para a igreja da família.

“Fiz um pacto com uma pombagira que a cada um mil reais que eu ganhasse eu lhe daria uma shamppagne [sic] fora os valores de trabalhos e das festas de final de ano”, escreveu na rede social.

Apesar de conquistar tudo que queria, a modelo explica que se sentia com a alma vendida e que resolveu se afastar. Ela chegou a atribuir ao pacto, a infecção que sofreu causada por uma bactéria durante a cirurgia de retirada de hidrogel das pernas. “Procurei a Cristo então quase tudo que conquistei eu perdi inclusive quase minha vida”, lembra.

Voltou para Deus
Andressa conta que durante seu internamento no hospital teve um encontro com Deus, pediu perdão pelos pecados, foi perdoada e que isso a tirou do coma. “Clamei a ele uma segunda chance pelo amor que eu tinha ao meu filho e queria ver ele crescer, pedi perdão a Deus e ele me perdoou!!!! Me deu uma segunda chance e eu acordei do coma!”.

Nos 25 dias que passou em na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disse que chegou a ver vultos negros a cercando e temeu por sua vida. Para ela, todo o sofrimento foi causado pelo seu passado, que chama de “pecaminoso”.

RTEmagicC_9af8e2ad96.jpg

Depois de sua alta no dia 24 de dezembro, a loira contraiu outra bactéria e precisou ser internada novamente. Por conta disso, ela comecou a ouvir a bíblia e refletir sobre seus problemas.

“Me tornei dizimista da casa do senhor voltei a Igreja e aprendi que na Bíblia está escrito que o dízimo eh sagrado, fiz meus propósitos com Deus e ele mostrou seu poder, diante dos meus propósitos ele me curou novamente! Minha fé me curou!”. A modelo explicou que passou a procurar outras religiões por achar errado a família pagar dízimo ou ofertas à Igreja Universal do Reino de Deus.

Apesar de ter se convertido, Urach disse que continuará trabalhando como modelo e fazendo ensaios sensuais para sustentar a família. “Não vou deixar de trabalhar na Tv […] vou continuar trabalhando honradamente mesmo que seja fazendo um ensaio de lingerie, Pq sustenta minha casa, e coloca comida na minha mesa”, concluiu.


Já está difícil imaginar uma área em que a digital do Google não esteja presente. A mais recente delas foi anunciada nesta quarta-feira, dia 21: o Google vai se tornar a mais nova operadora celular do Estados Unidos. Não será uma operadora convencional, dona de torres de transmissão e estações rádio base: será uma MVNO – Mobile Virtual Network, algo como Operadora Móvel Virtual. Na prática, o Google vai alugar a infra-estrutura da T-Mobile e da Sprint (operadoras convencionais que atuam no mercado norte-americano) e oferecer seus próprios pacotes diretamente aos consumidores.

70025.112880-Google

A notícia caiu como uma bomba no mercado do Tio Sam. Por lá, a competição entre as empresas já é bastante acirrada e, agora, todos se preparam para uma guerra de preços ainda maior, com a chegada do Google. O temor tem precedentes. O gigante das buscas já mexeu com mercado de banda larga de lá, ao oferecer conexões com 1 Gbps de velocidade a preços acessíveis em algumas cidades. O resultado do movimento foi um aumento do esforço das outras operadoras para oferecer conexões mais rápidas em seus mercados, em ações preventivas contra a “ameaça” do Google. Agora, espera-se que efeitos similares possam ser sentidos no mercado celular.

Uma nova era de comunicação celular

Há tempos o Google vem pressionado o FCC (órgão do governo de lá parecido com nosso ministério das comunicações) para que uma parte do espectro anteriormente ocupado pela TV analógica seja liberado para redes Wi-Fi. No plano maior do Google, no futuro, essas redes Wi-Fi seriam a principal forma de conexão para os smartphones – eles só usariam a comunicação celular mais tradicional onde não houvesse oferta dessas redes. O detalhe é que esse desenho pode fazer com que os custos de todo o ecossistema caiam dramaticamente. Ótima notícia para os consumidores e para o processo de conexão como um todo. Nem tão boa perspectiva para as atuais operadoras celulares. (Fonte: Olhar Digital)


cafe

Pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e da Embrapa descobriram fragmentos de uma proteína no café que tem um efeito parecido ao da morfina, com qualidades analgésicas e ansiolíticas.

Em experimentos com camundongos, os cientistas perceberam que os peptídeos descobertos têm mais tempo de duração desses efeitos que o medicamento propriamente dito.

O pedido para patentear foi feito em agosto de 2014 e encaminhado ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi). As informações são do jornal O Globo.

A pesquisa foi feita pelo pesquisador Carlos Bloch Júnior e pelo estudante Felipe Vinecky, no Departamento de Biologia Molecular da UnB e na Embrapa.

Vinecky e Bloch perceberam que algumas sequências de genes tinham fragmentos internos (encriptados) com estrutura de opióides endógenos de humanos, como, por exemplo, a encefalina.

Dessa forma, os pesquisadores decidiram avaliar suas funções e descobrir os efeitos fisiológicos que geram em mamíferos.

Para chegar aos resultados esperados, os cientistas simularam uma digestão humana in vitro, com a maior parte da semente do café. Em seguida, foram feitos os testes em ratos na Universidade de Brasília, para, enfim, comprovar o efeito similar ao da morfina. E foi constatado que o efeito anestésico é ainda maior que o do remédio, cerca de quatro horas a mais.

“Mal comparando, seria como uma Matrioshka (boneca russa) molecular. Dentro da molécula maior existem outras menores, porém com formas e atividades diferentes da maior de todas ou da maior imediatamente anterior”, disse Carlos Bloch.


https://www.youtube.com/watch?v=Y5mjAar4MpE

A guarda-civil metropolitana Ana Paola Teixeira, de 38 anos, foi morta ao sofrer uma tentativa de assalto na manhã desta quarta-feira (28) na Avenida Nordestina, Zona Leste de São Paulo, de acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Urbana. O filho de 7 anos presenciou os tiros que mataram a mãe.

As câmeras de uma empresa registraram o assassinato. Às 6h35, ela encostou o carro no estacionamento de uma loja na frente da casa dela. O menino estava no banco de trás do automóvel. A guarda-civil esperava o transporte escolar e depois iria trabalhar.

As imagens mostram que um homem se aproximou e sacou uma arma. Houve uma troca de tiros. O criminoso saiu correndo e depois voltou. O ladrão colocou metade do corpo dentro do carro, pegou a arma de Ana Paola e fez novos disparos. O menino saiu do carro e pediu ajuda. Dois homens pararam para socorrer.

O marido de Paola chegou correndo. Ele viu a mulher baleada e, no desespero, chegou a cair. “Eu escutei os disparos, olhei na porta da sacada e vi meu filho João com os braços erguidos”, contou o marido, José Roberto da Silva. Ele a levou para o Hospital Tide Setúbal, em São Miguel Paulista, também na Zona Leste, onde Ana Paola acabou falecendo.

O filho não foi atingido. A ocorrência foi registrada no 32º Distrito Policial, em Itaquera. A polícia suspeita que, ao avistar o uniforme da Guarda Civil Metropolitana, o criminoso disparou. A guarda-civil trabalhava na corporação havia 14 anos. Além do menino de 7 anos, ela tinha uma filha de 3 anos.


14-anos

Conquistar uma vaga numa faculdade de medicina já é uma vitória a qualquer vestibulando. E o se candidato em questão não tiver sequer terminado o ensino médio na escola pública? José Victor Menezes Teles, 14, obteve nota no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) suficiente para ser calouro do curso de medicina da UFS (Universidade Federal de Sergipe) esta semana.

O garoto de corpo franzino é aluno do 1º ano do ensino médio do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana (SE), a 52 km da capital, Aracaju. Ele conta que sempre gostou de ler, estudar e apontou os pais, ambos professores da língua portuguesa na rede pública, como principais motivadores. “Eles sempre acreditaram no meu potencial. Sempre me incentivaram e eu sempre corri atrás de meus objetivos”, disse.

Segundo o garoto, ele se dedicava a 5 horas de estudos por dia, fora o tempo da escola. Para treinar, usou a estratégia recomendada por dez entre dez professores: fazer provas anteriores. Se ele percebia dificuldades, como foi o caso de assuntos de química e física, buscava reforço.  “Durante as férias fiz cursinho aqui em Itabaiana e Aracaju”, lembrou.

José Victor se diz um aficionado usuário de internet e a utilizou como uma ferramenta importante nos estudos. “A internet me ajudou muito através das vídeoaulas, nas consultas, nas dúvidas”, disse o garoto, lembrando ainda que a rede mundial de computadores também lhe servia como fonte de lazer.

Não é muito novo?

Afiado nas respostas, o itabaianense respondeu sem titubear que seus 14 anos não lhe atrapalhariam no desempenho no curso superior. “Não se mede a capacidade pela idade. Estou sim preparado para cursar medicina. Era meu sonho e estou perto”, respondeu o adolescente, mais velho entre quatro irmãos.

Agora, ele aguarda uma decisão judicial para poder comemorar a vitória. O garoto, apesar da pontuação no Enem, não concluiu o ensino médio — exigência da UFS para se matricular. “Não se coloca limite de idade para ingressar na Universidade Federal de Sergipe”, afirmou o diretor do departamento de administração acadêmica da UFS, professor Antônio Edilson do Nascimento.

Já a secretaria estadual de Educação não pode lhe conceder o certificado de conclusão do ensino médio por causa da sua idade. Apenas jovens com mais de 18 anos, com pontuação de 450 e que não tenham zero na redação, podem pedir um certificação.

Os pais de José Victor entraram na Justiça pedindo para que a Secretaria de Estado da Educação conceda ao filho o direito de realizar a prova de proficiência e, portanto, um certificado que lhe ateste o ensino médio.

“Entramos com o mandado na Justiça. Meu filho teve média no Enem e merece essa oportunidade. É um menino que gosta de correr atrás das coisas. Com certeza ele pode fazer esse curso [medicina]. Tem maturidade”, disse o pai de José Victor, José Mendonça, conhecido na cidade como “Professor Tostão”.

O desempenho de José Victor no Enem não foi uma surpresa para o pai que contou, orgulhoso, outro feito do garoto. “Ano passado ele ganhou uma bolsa por ser medalhista na Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas”, destacou.

José Victor obteve  751,16 pontos na prova e 960 na redação.