Salvador  foi tomada por grande expectativa nos últimos dias antes do anuncio de quem seria o vice de ACM Neto (DEM), considerado o melhor prefeito do Brasil. A repercussão tomou todo Estado da Bahia com repercussão também em Brasília.

Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ bahia.ba

Após muitas reuniões, o prefeito ACM Neto bateu o martelo e garantiu o nome do deputado estadual Bruno Reis (PMDB) como vice da sua chapa. O ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) e o deputado federal Lúcio Vieira Lima, foram decisivos para que o PMDB pudesse emplacar Bruno na vice de Neto.

Bruno ganhou projeção quando foi nomeado pelo prefeito de Salvador para assumir a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps). Bruno topou o desafio e enfrentou dias difíceis de chuva torrencial em Salvador. Bruno teve capacidade para resolver problemas e conciliar conflitos sociais de grande monta.Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ bahia.ba


pic1

37q2R6CIncidente aconteceu em ato de campanha em uma escola em Ashburn. Inicialmente, ele usou tom afável, mas depois pediu para que ela saísse. Depois da polêmica envolvendo as ironias aos pais de um soldado muçulmano morto no Iraque, candidato republicano pede a uma mulher que se retire da plateia porque a criança dela estava chorando.

O candidato republicano à presidência dosEstados Unidos, Donald Trump, protagonizou nesta terça-feira (02) uma nova polêmica ao expulsar de um de seus atos de campanha uma mãe com o seu bebê, que chorava. Em um primeiro momento, Trump se dirigiu à mãe em tom afável. “Não se preocupe com o bebê. Eu amo os bebês. Escuto um bebê chorar e gosto. Que bebê! Que bebê lindo. Não se preocupe, não se preocupe.”  O magnata nova-iorquino seguiu com seu comício numa escola em Ashburn, no estado da Virgínia, mas o choro da criança não cessou e, em menos de dois minutos, mudou de opinião.


A Convenção Municipal do PMDB e dos partidos coligados PSDB, PTD, PTB e DEMOCRATAS, ficará registrada na história política de Caatiba (BA) como a maior convenção já realizada, levando em consideração a presença de público.  Centenas  de pessoas lotaram o local, por falta de espaço, muitos simpatizantes se acomodaram nas adjacências da localidade, para ouvirem os pronunciamentos daquela que revolucionou a política de Caatiba.
paulo

Os convencionais se espalharam ocupando o plenário e toda rua neste domingo (31) durante os trabalhos da convenção. O evento político realizado em Caatiba simbolizou à largada oficial da campanha eleitoral de Paulo Henrique/Luiz Miranda, e contou com a presença de filiados e simpatizantes, além de lideranças locais, empresariais e simpatizantes da legenda.

O deputado estadual Sandro Régis (DEM) segue participando das convenções partidárias em todo o estado. Nesse domingo também participou da convenção em Caatiba que homologou a candidatura de Paulo Henrique (PMDB) para disputar a Prefeitura Municipal da cidade.
O deputado Sandro Régis falou sobre a importância da renovação na política atual e afirmou o nome de Paulo Henrique como uma solução para desenvolver a cidade de Caatiba.


O vereador e pré-candidato a prefeito Valdinei Vilarim (PP) conhecido por todos como o ” Nei do Povo” esteve presente  na Rádio Itapuy FM de Itororó-Ba, para uma entrevista ao meio dia, onde foi entrevistado pelo Radialista Rubinho Cordeiro.

|Redação BDK

A entrevista aconteceu desta Quarta-Feira (01) e na oportunidade o vereador se destacou sobre vários assuntos de interesse da população de Caatiba e Distrito de São José do Colônia. Assista á entrevista: Obs: aperte pause da rádio web para assistir a entrevista.

Na oportunidade da entrevista concedida na Rádio Itapuy FM ” Nei do Povo” reafirmou sua pré-candidatura a prefeito, destacou-se total apoio a comunidade caatibeense e ao Distrito de São José do Colônia  e criticou a forma que vem sendo administrado o Distrito e a cidade de Caatiba e pelos gastos e recursos públicos na cidade.neiNei do Povo também fala de grandes projetos que tem para Distrito de São José do Colônia e Caatiba, e fala do atual prefeito Junior Mendes que deixa a desejar no Distrito e na cidade de Caatiba; Finalizou Nei.


O vereador e pré-candidato a prefeito Valdinei Vilarim (PP) conhecido por todos como o ” Nei do Povo” esteve presente na Rádio Jornal de Itapetinga, para uma participação no ‘Chicote do Povo’, onde foi entrevistado pelo Repórter radialista Eudo Mendes.

|Redação BDK

A entrevista aconteceu desta terça-feira (24) e na oportunidade o vereador foi questionado sobre vários assuntos de interesse da população de Caatiba.

SONY DSC

Na oportunidade Nei do Povo reafirmou sua pré-candidatura a prefeito, destacou o apoio da comunidade caatibeense ao seu projeto e criticou a forma que vem sendo gastos os recursos públicos na cidade.Nei-na-Jornal-2“Ele (prefeito) ( Junior Mendes) assinou todas as folhas de pagamento juntamente com o secretário e o tesoureiro, portanto, não tem como alguém alegar desconhecer algo que assina.Se ele não apresentar, o próprio Ministério Público vai apresentar os esclarecimentos”, Finalizou ” Nei do Povo” Sobre  o furto de dinheiro público da prefeitura de  Caatiba. Assista á entrevista.


O vereador e pré candidato a prefeito de Caatiba, Nei do povo PP, tem cada dia ganhado força  juntamente com á população de Caatiba-Ba.

|BDK

O atual prefeito de Caatiba, Júnior Mendes, Natural de Vitória da Conquista, tem demonstrado total desinteresse com a população de Caatiba, a prova disso foi uma entrevista que ele deu recentemente na rádio Jornal de Itapetinga, onde na entrevista o prefeito quando questionado sobre a crise hídrica, ele respondeu dizendo que Caatiba não tem nenhum problema relacionado à esta questão, na verdade o prefeito, que circula mais por Vitória da Conquista, do que propriamente em Caatiba, certamente não tem se preocupado com as questões importantes para o povo, segundo relatos dos próprios moradores, Caatiba enfrenta a pior seca dos últimos 80 anos.
NEIJá Paulo Henrique (PMDB), natural de Itororó, tem encontrado uma resistência muito grande diante da população de Caatiba, por possuir vínculos familiares com Tânia, vice de Júnior, Paulo que é pré candidato na chapa que sera encabeçada por Junior, é do conhecimento de todos no município, que uma possível candidatura de Paulo Henrique, poderá implicar em batalhas nos tribunais de Justiça, correndo um risco muito grande de ser impugnado a sua candidatura.


Vazou ainda a imagem de um grupo do WhatsApp, supostamente formado por funcionários do local, onde os membros elogiam a mulher.

| Correio

Fotos de uma garota de programa têm provocado bastante polêmica na internet. A mulher aparece fazendo sexo oral em um homem ainda não identificado no banheiro do Congresso Nacional, em Brasília.0bHojOxAs imagens mostram ela devidamente identificada com um adesivo de visitantes. Segundo informações do site Metrópoles, a moça chega a cobrar até mil reais por atendimento, dependendo do local e do tempo que ela estará à disposição do cliente. As fotos teriam sido tiradas entre os meses de fevereiro e março deste ano, na porta de entrada que dá acesso às comissões e dentro do banheiro masculino da Câmara dos Deputados.


Em troca de benefícios legais, Léo Pinheiro promete revelar, em delação premiada, qual o nível de relação com o ex-presidente Lula e seu filho, Lulinha.

revista_veja| Veja Online

Léo e Lula são bons amigos. Mais do que por amizade, eles se uniram por interesses comuns. Léo era operador da empreiteira OAS em Brasília. Lula era presidente do Brasil e operado pela OAS. Na linguagem dos arranjos de poder baseados na troca de favores, operar significa, em bom português, comprar. Agora operador e operado enfrentam circunstâncias amargas.

qAfomEH

O operador esteve há até pouco tempo preso em uma penitenciária em Curitiba. Em prisão domiciliar, continua enterrado até o pescoço em suspeitas de crimes que podem levá-lo a cumprir pena de dezenas de anos de reclusão. O operado está assustado, mas em liberdade. Em breve, Léo, o operador, vai relatar ao Ministério Público Federal os detalhes de sua simbiótica convivência com Lula, o operado. Agora o ganho de um significará a ruína do outro. Léo quer se valer da lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff, a delação premiada, para reduzir drasticamente sua pena em troca de informações sobre a participação de Lula no petrolão, o gigantesco esquema de corrupção armado na Petrobras para financiar o PT e outros partidos da base aliada do governo.


Será apresentado na Câmara Municipal de Itapetinga um projeto de lei de autoria do vereador Tarugão (PRP) que visa a redução dos salários dos vereadores no município. A remuneração mensal dos edis hoje é em torno de dez salários mínimos, o equivalente a R$ 8 mil.

A matéria prevê uma redução de quase 90%. Em conversa com a redação do RS, o parlamentar disse que em vez de uma bagatela de R$ 8 mil, o vereador passaria a receber em torno de R$ 1.200,00. O assunto já deixa resquícios de que vai esquentar os ânimos do plenário quando entrar em pauta de votação.

11072527_870910996280593_3158571224792754595_nPor ser um tema polêmico e de apelo eleitoral, a discussão promete ser tensa e com debates acalorados, desta vez é bom a Mesa Diretora convocar até o SAMU para ficar de plantão no dia de votação da matéria.

Fonte: Região Sudoeste


CONGRESSOUm grupo com 102 deputados de 14 partidos entrou nesta quinta-feira (9) com um pedido para que o STF (Supremo Tribunal Federal) anule a sessão da Câmara que aprovou, em primeira votação, a proposta de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para alguns crimes graves.

Os congressistas solicitam ainda a concessão de uma liminar (decisão provisória) para impedir que o texto da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que propõe a diminuição da imputação penal seja votado em segundo turno pelos parlamentares.

O texto aprovado na madrugada de quinta-feira (2) prevê baixar a idade penal em casos de crimes hediondos (como estupro e sequestro), homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte. em recesso até o final do mês, o caso deve ser analisado pela presidência do Supremo.


camara do deputado

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (27), por 452 a favor, 19 contra e uma abstenção, o fim da reeleição para presidente da República, governador e prefeito. A votação foi parte da série de sessões iniciada nesta semana, destinada à apreciação das propostas de reforma política.

O texto do fim da reeleição, de autoria do relator, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), não altera o tempo atual de mandato (quatro anos), mas, nesta quinta-feira (28), o plenário analisará a ampliação da duração do mandato para cinco anos. Antes de votar o fim da reeleição, os deputados rejeitaram nesta quarta o financiamento exclusivamente público das campanhas e aprovaram a doação de empresas a partidos, mas não a candidatos.

A proposta de emenda à Constituição da reforma política começou a ser votada no plenário nesta terça (26). Por decisão dos líderes partidários, cada ponto da PEC, como o fim da reeleição, será

votado individualmente, com necessidade de 308 votos para a aprovação de cada item. Ao final, todo o teor da proposta de reforma política será votado em segundo turno. Se aprovada, a PEC seguirá para análise do Senado.

Fim da reeleição
Pelo texto aprovado pelos deputados, a nova regra de término da reeleição não valerá para os prefeitos eleitos em 2012 e para os governadores eleitos em 2014, que poderão tentar pela última vez uma recondução consecutiva no cargo. O objetivo desse prazo para a incidência da nova regra foi obter o apoio dos partidos de governantes que estão atualmente no poder.

Durante a votação em plenário, os líderes de todos os partidos orientaram que os deputados das bancadas que votassem a favor do fim da reeleição


camara do deputadoTemos vivido tempos estranhos: uma frase dita muitas vezes por aí sobre a cenário atual do país, principalmente na política, e ainda mais especificamente no que tem sido feito e votado na Câmara e no Senado.

Os deputados aprovaram, em Brasília, o texto-base do projeto de lei 4330/04, que regulamenta a terceirização de serviços em empresas. O projeto é apoiado por grande parte do empresariado, segundo centrais sindicais, pois permite que as empresas terceirizem não só as atividades-meio (funções de apoio ao negócio central da empresa, como limpeza e vigilância), mas também as atividades-fim (por exemplo, a fabricação de carros, no caso de uma montadora).


gon

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (26) um projeto que endurece as penas por crimes cometidos contra policiais, bombeiros, militares e agentes carcerários. Um dos artigos do texto aprovado inclui a lesão corporal dolosa de natureza gravíssima e a lesão corporal seguida morte contra os agentes de segurança como crime hediondo. A medida também vale para crimes contra parentes dessas autoridades, desde que eles tenham sido praticados em por conta do cargo. Os crimes hediondos são inafiançáveis e inicialmente devem ser cumpridos em regime fechado. Segundo a Folha de S. Paulo, a pena prevista atualmente pelo assassinato de um policial militar é de 6 a 20 anos de cadeia. Caso a lei seja aprovada, a punição passa a ser de 12 a 30 anos. O projeto também transforma em homicídio qualificado aqueles cometidos contra agentes de segurança quando a vítima esteja “no exercício da função ou em decorrência dela”. O mesmo vale para crimes cometidos contra parentes da autoridade.


0