O companheiro da bandida conseguiu fugir na moto roubada, deixando-a nas mãos da população enfurecida.

Um cidadão levava o filho para a escola, em sua moto, quando foi surpreendido por um casal de assaltantes. A vítima entrou em luta corporal com o meliante. No momento da briga, a companheira do pilantra mandou que o mesmo atirasse na cabeça da criança de apenas oito anos de idade. O elemento sacou a arma ponto-40 e puxou o gatilho, mas um milagre aconteceu e arma travou. O rançoso então empreendeu fuga na moto roubada, deixando a comparsa no local.