Cunha revela quais deputados foram pagos para votar a favor do impeachment, diz colunista


Maioria dos nomes são de deputados do PMDB.

A delação premiada do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pode abalar ainda mais a política brasileira. Isto porque ele revelou quais foram os deputados federais que receberam dinheiro para votar a favor do impeachment da ex-presidente, Dilma Rousseff. As informações são do colunista Ricardo Noblat, do jornal O Globo.

Segundo o jornalista, a maioria dos nomes são de deputados do PMDB e Cunha não teria poupado nem aqueles que são próximos a ele. O ex-deputado ainda teria alegado que, em alguns casos, ele próprio agiu para que os valores fossem repassados.

Cunha está preso desde outubro do ano passado. Sua proposta de delação premiada foi entregue na sexta-feira (7), para a Procuradoria Geral da República (PGR) e está sendo analisada pelos investigadores. Segundo informações da coluna Radar, da revista Veja, o executivo da JBS, Joesley Batista, teria ironizado o fato de Cunha ter resolvido ser delator. “Parei de pagar e olha o que aconteceu”, disse.