ITAPETINGA: FRIGOSOL (FRIGORÍFICO SUDOESTE) VAI CONTINUAR OPERANDO NO MUNÍCIPIO

Causou enorme impacto em Itapetinga e toda a região, a decisão da diretoria do Frigosol (Frigorífico Sudoeste) de demitir cerca de 120 funcionários, em decorrência da desativação dos abates de bovinos na unidade local, transferindo essa atividade para a unidade da mesma empresa, em Vitória da Conquista.

09

Logo que foram anunciadas as demissões, boatos davam conta de que a empresa iria encerrar suas atividades, mas logo foram desmentidos pela própria empresa, que garantiu a permanência na Capital do Sudoeste, apesar do corte drástico no seu quadro de pessoal.

Eder Rezende, que deu a seguinte explicação: “A empresa continua, está tudo normal, é só uma readequação do processo. A questão é que nós decidimos unir o abate, que em Itapetinga é de 3 mil bois por mês e em Vitória da Conquista é de 5 mil bois. Ocorre que a capacidade de abate do nosso frigorífico em Conquista é de 10 mil bois por mês e estava ocioso. É uma questão de readequação, para a a nossa empresa possa sobreviver às intempéries do mercado e dos negócios, até porque um abate pequeno aqui não resolve nada. Assim, tomamos a decisão de não mais abater aqui em Itapetinga, mas as demais operações vão continuar, e até serão incrementadas, através do Frigosol, mantendo, inclusive, a compra de gado dos produtores locais e regionais, para serem abatidos em Conquista. Infelizmente, foi inevitável algumas demissões. A empresa continua atuando normalmente em Itapetinga, operando da mesma forma. O que houve foi só uma readequação no abate de bovinos”, explicou Eder Rezende.

O Frigosol é uma empresa genuinamente itapetinguense, dirigida por empresários locais, e vem contribuindo para combater e eliminar o abate clandestino de bovinos em toda a região. Apesar da readequação, os seus donos garantem que a empresa vai continuar atuando, gerando empregos e distribuindo seus produtos de qualidade na região, normalmente.

Por Davi Ferraz



Comentários

Os comentários estão fechados.
0