Mundo: Professora grávida de aluno de 13 anos disse que sexo era diário e que pais dele apoiavam

Mulher de 24 anos contou detalhes do namoro, antes de desaparecer. Ela é procurada pela polícia após prisão decretada. Nos EUA, relacionamentos assim são considerados crimes graves.

|Uol Notícias

A polícia americana está à procura de uma professora do Texas (EUA), acusada de abuso sexual de um aluno de 13 anos.fY8tLqnAlexandria Vera, 24 anos, confessou no tribunal que mantinha um relacionamento sexual com o garoto desde setembro do ano passado e que engravidou dele.

A docente explicou aos promotores que deu o número de telefone dela ao menino depois que ele não apareceu para a aula na Stovall Middle School, em Houston, e eles começaram o que ela chama de “relacionamento”, segundo informações da rede de TV “KPRC”. Conforme documentos judiciais, a professora informou que as relações sexuais eram quase diárias. A professora justifica que foi o estudante que propôs que os dois saíssem e ela disse “sim”. Ela levou o aluno para casa onde ele mora, de carro, e eles se beijaram no veículo.

No dia seguinte, Alexandria foi até a casa do menino porque os pais dele não estavam. Segundo o relatório, esta foi a primeira vez que ela e o estudante tiveram relações sexuais. As autoridades acreditam que isso foi em setembro de 2015.A professora ainda alega que a família do estudante apoiava o “relacionamento” e que estava animada com a chegada de um novo bebê (ela já é mãe de uma menina), ainda segundo informações da rede de TV “KPRC”. Alexandria teria sofrido um aborto após ter ficado nervosa quando o serviço de proteção à criança foi à escola para questioná-la. “Quando a acusação foi feita, em abril, a professora foi imediatamente retirada da escola e colocada em licença administrativa”, afirmou, em nota, a Aldine ISD, a organização que dirige a escola. Após o julgamento, Alexandria fugiu.



Comentários

Os comentários estão fechados.