A jovem de 18 anos que apareceu em um vídeo tentando sufocar a filha com uma fralda foi presa nesta terça-feira (19), no Maranhão. O caso aconteceu Uruçuí, cidade na região sul do Piauí. Segundo informações da Polícia Civil, a suspeita foi denunciada após gravar um vídeo e enviar para o pai da bebê.

Mãe foi presa no Maranhão após divulgação de vídeo (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Na imagem é possível ver que a pessoa usa uma fralda de pano e pressiona contra o rosto da criança por alguns segundos. A bebê tenta segurar no braço da pessoa, como se quisesse se defender e, quando a fralda é retirada, a menina chora. Ao ser presa, a mãe confessou o crime e foi autuada em flagrante.

Segundo o G1 Piauí, a jovem admitiu ter filmado a agressão e enviado ao pai da bebê para tentar pressioná-lo a reatar o relacionamento. A polícia ainda decide se ela responderá por tentativa de homicídio ou apenas por maus tratos. A identidade da jovem está sendo preservada para proteger a criança.

“A mãe da criança confirmou ter feito o vídeo para atingir o ex, mas que tudo não passava de uma brincadeira. As imagens, segundo relato da jovem, foram feitas no domingo no estado do Maranhão. Brincadeira ou não, o que ela fez é crime e agora responderá por isso. O pai ainda não foi localizado”, disse Jarbas Lima, delegado responsável pelo caso, ao site G1.

O pai da criança ficou revoltado com a situação e compartilhou o vídeo e algumas imagens de uma conversa que teve com a ex-mulher no aplicativo WhatsApp. A polícia só tomou conhecimento do caso na segunda-feira (18) após repercussão do material.

“O vídeo deixou toda a cidade apavorada e ao receber as imagens iniciamos diligências para capturá-la. Chegamos a ir no salão de beleza onde ela trabalhava, mas fomos informados que a jovem tinha se mudado. Então procuramos as suas amigas para pegar o seu contato e conseguimos falar com a suspeita”, relatou o delegado Jarbas Lima.

O titular afirmou que a jovem fez a gravação na tentativa de pressionar o ex-namorado a reatar o relacionamento. Em depoimento, a mãe da criança confirmou ter feito o vídeo para atingir o ex, mas disse que tudo não passava de uma brincadeira.



Um jovem britânico se transformou em um miltimilionário por conta de uma brincadeira na escola. Segundo informações da BBC, em 2005, Jack Cator estava irritado porque sua escola em Norfolk, no leste da Inglaterra, havia bloqueado o acesso à rede de computadores da instituição.

O objetivo era impedir que os alunos acessassem sites de música e jogos. Cator já sabia programar e decidiu usar seu conhecimento para invadir o sistema. “Pensei que seria engraçado furar o bloqueio montado pela escola”, diz o jovem, hoje com 26 anos.

RTEmagicC_hma_jack_cator1.jpg

O britânico usou um site que simula a impressão digital de um computador, ao roteá-lo por meio de um servidor remoto, normalmente localizado no exterior, e permitindo ao usuário navegar na internet de modo anônimo e privado. Tais sites franqueiam aos usuários acesso à chamada rede privada virtual (VPN, na sigla em inglês).

Ainda de acordo com a BBC, Cator fez uma dessas redes funcionar e passou a usar os computadores da escola para assistir a seus videoclipes preferidos. Contudo, o britânico não estava satisfeito com a qualidade dos então provedores de VPN, que, segundo ele, não eram fáceis de usar e veiculavam muita propaganda.

Por conta disso, ele decidiu criar a sua própria rede. Em apenas uma tarde ele conseguiu seu objetivo e batizou a nova rede com um nome bem criativo: Hide My Ass (HMA, ou “Esconda o meu traseiro”). “As pessoas ficam fascinadas – depois que você ouve, não consegue esquecê-lo”, brinca Cator.

“Fiquei muito surpreso como tudo isso viralizou rápido. Nunca montei um plano de negócios ou nada do gênero. Eu lancei o site inteiro em uma única tarde. Mas se as pessoas acham que é uma boa causa, eles vão compartilhá-lo”, relembra o jovem.

Negócios

Dez anos depois, Cator vendeu seu negócio pelo equivalente a R$ 190 milhões. A HMA, que Cator transformou em uma das maiores empresas de VPN do mundo, sem a ajuda ou investimento externo, foi comprada pela gigante de software AVG.

“Uma coisa de que eu me arrependo é não ter aberto um escritório…e transformar o meu negócio em uma empresa de verdade um pouco mais cedo”, diz.

A decisão de vender a empresa veio quando um de seus funcionários, que trabalhavam de forma remota, tentou criar uma empresa concorrente. “Quando você cresce muito rápido, chega um ponto em que contratar as pessoas remotamente não é ideal – pois há muita confiança em jogo. Em um determinado momento, eu tinha pessoas trabalhando para mim em sete ou oito países, e você não sabe quem elas são até certo ponto”, disse.

Já a AVG está trazendo para seu portfólio uma empresa com 2 milhões de clientes, um faturamento anual de 11 milhões de libras (R$ 52 milhões) e um lucro que excede 2 milhões de libras (R$ 9,5 milhões). Pelos termos do acordo de compra, Cator continuará como chefe-executivo da HMA.



628768

Depois de várias especulações, muita expectativa criada e uma longa novela, parece que enfim a torcida do Flamengo vai poder comemorar o primeiro grande reforço para o Campeonato Brasileiro. Após Robinho não chegar a um acordo com a diretoria do Santos, o Flamengo já tem um acerto verbal com o jogador e ele desembarca na próxima quinta-feira no Rio para assinar com o time da Gávea. O contrato de Robinho deve ser de dois anos, com possibilidade de prorrogação e salário de R$ 600 mil, mais participação em venda de camisas e ações de marketing.



images-10

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (19), o projeto de Lei (PLS 17/2014) que reconhece o caráter educacional da capoeira e permite que a modalidade seja praticada nas escolas como manifestação cultural. “O Brasil e o mundo já reconhecem a importância da capoeira para a cultura, o esporte e a inclusão, agora reconhecemos seu valor educacional. Este reconhecimento do parlamento é importantíssimo, porque permite a contratação de mestres de capoeira diretamente, pessoas que aprenderam o esporte por ancestralidade, sem frequentar cursos”, afirmou o senador Romário (PSB-RJ). Relator do projeto Otto Alencar (PSD-BA) fez uma defesa apaixonada do projeto. Ele contou a história da capoeira, iniciada como uma técnica de defesa dos negros. Em seguida, tocou o instrumento. “Bimba dizia que a pior dor do negro, na Bahia, não foi só ter apanhado no pelourinho e ter lutado para se libertar. A pior dor do negro é ter chegado aonde ele chegou, em 1970, e não ter tido a oportunidade de se educar. Que a pior escravidão do negro era a falta de educação para competir com o branco”, discursou o senador baiano.



Diego Augusto teve sua vida virada de cabeça para baixo após divulgação das imagens na internet

A vida de Diego Augusto mudou completamente após um vídeo onde ele aparece em momento íntimo com Inês Brasil. As imagens circularam na web nos últimos dias e segundo ele, que é educador físico, massoterapeuta e mestrando em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de Mato Grosso, já estão prejudicando bastante sua vida pessoal e profissional.

DiegoAugustoInstagram

“Estou incomunicável, sem meus telefones. Antes de a bomba do vídeo explodir, tinha surgido oportunidade de emprego para mim e elas não existem mais. Além disso, eu tocava como DJ em boates e cancelaram todas as minhas apresentações”, contou Diego em entrevista ao portal Ego, antes de revelar que perdeu até o namorado.

“Estávamos juntos há três anos. Depois que ele viu o vídeo, como qualquer namorado faria, nós discutimos e ele não me quer mais… Não tem volta”, garantiu.

Diego tem passado por um turbilhão de coisas desde a protagonização das cenas com Inês. Nem os amigos do rapaz acreditam em sua versão, pois acreditam que o educador físico quis se promover através da imagem da subcelebridade.

“Está tudo péssimo. Me senti muito triste vendo tudo. Até porque, quem quer ter imagens suas dessa forma divulgadas? Meus amigos acham que eu espelhei o vídeo para me promover. A maioria diz que eu e a Inês combinamos de divulgar o vídeo, só que não foi isso”, assegurou, antes de explicar que o vídeo pode ter ido parar na rede após seu celular ter sido levado por bandidos.

“Fui assaltado na última sexta-feira (15) e provavelmente o vídeo estava entre os meus arquivos do celular. A pessoa teve acesso a todo o material, inclusive algumas fotos minhas nu, e também viu o vídeo. Não acredito que tenha divulgado de propósito para atingir a mim ou a Inês. Os caras que me assaltaram não tinham cara de que a conheciam”, justificou ainda segundo a publicação.

Inês conheceu Diego há pouco mais de um mês, durante uma apresentação da moça em Cuiabá. As cenas do vídeo aconteceram em um banheiro de hotel onde ela estava hospedada.

“Foi uma brincadeira e eu estou bem assustado com a repercussão. Foi só daquela vez. Nos encontramos durante o show dela. Eu fiquei na frente do palco curtindo e fui tirar foto com ela. A Inês me chamou para acompanhá-la depois e fui para o hotel. Tomamos café da manhã juntos e subimos para o quarto. Lá rolou tudo”, lembrou, sem se arrepender do caso.

“Foi ótimo ficar com ela. Ela é muito boa no que faz… Não me arrependo de nada do que fiz. Me arrependi de ter meu celular roubado e as imagens terem caído na web”, pontuou.



xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.EEEQ0H7yZHDe acordo com o colunista Fernando Borges, a Record está tentando tirar mais uma estrela da Globo. Após Xuxa, Ana Maria Braga está na mira do canal. O contrato da loira vence em 2016 e, nos bastidores da emissora, comenta-se que ela tem interesse em voltar a morar em São Paulo, o que facilitaria um possível acerto com a concorrente. A apresentadora está morando no Rio de Janeiro por obrigação, após uma crise de audiência no “Mais Você”, tendo que mudar de cidade, já que o programa encontrava dificuldades para entrevistar ao vivo os convidados famosos, que se concentram por lá. No entanto, ela estaria enfrentando problemas com os mesmos. Muitos artistas estão resistindo na hora de aceitar os convites, ao contrário de Fátima Bernardes, que recebe artistas de vários escalões da emissora sem problema nenhum. Na Record, Ana Maria substituiria o “Hoje em Dia” e passaria a enfrentar diretamente a Fátima, entre o fim da manhã e o meio-dia. Ainda de acordo com o colunista, Ana estaria muito animada com a possível proposta e não descarta a possibilidade de voltar para a sua antiga emissora, após quinze anos. Lá, sua audiência era alta e o seu programa, o “Note e Anote”.



Bebê foi asfixiado e deixado dentro de um armário!

Um homem de 22 anos foi preso no Rio de Janeiro suspeito de matar o próprio filho, por asfixia, após sua namorada de 17 anos romper com ele, no Rio de Janeiro. De acordo com a os policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Eder Moares de Lima do preso na segunda-feira (18).

As investigações apontam que o filho do casal, de 1 ano e 7 meses, foi asfixiado e deixado embaixo de um lençol, dentro de um armário na casa de Eder, na Baixada Fluminense. O crime foi cometido um dia após a namorada terminar o relacionamento.

RTEmagicC_thainan_bebe_txdam265292_d7c6ba.jpg
De acordo com o delegado  Fábio Salvadoretti, Eder tinha ciúmes da ex-namorada com o bebê. Em entrevista ao Jornal Extra, a jovem confirmou que o namorado tinha ciúmes da criança: ” Eu criava ele (Thainan). Ele era tudo na minha vida. Eu já estava planejando a festa de 2 anos dele, mas não pude fazer porque o monstro tirou ele de mim. Só maltratava (Thainan), nem parecia que era pai. Eu disse que se ele continuasse maltratando o garoto eu ia me separar dele. Ele avisou que, se eu fizesse isso, ele ia tirar o Thainan de mim”, relatou. Para tentar encobrir o crime, Eder fez um registro de ocorrência de sequestro do garoto.Na delegacia, ele contou que traficantes da Favela Castelar, que são de uma facção rival à que controla a Favela Três Irmãos, haviam levado a criança. Os agentes logo desconfiaram e descobriram. Após encontrar o corpo, o pai passou a ser o principal suspeito do crime. Equipes da delegacia fazem buscas para tentar encontrá-lo. A prisão de Eder foi decretara pelo plantão judiciário. A mãe de Thainan é deficiente auditiva, não mora com Eder e está grávida de outro homem.

Ibahia



Uma mulher que se casou com um adolescente, amigo de seu filho, com que, teve dois filhos, disse se arrepender da experiência que viveu.

Lisa Clark, de 37 anos, de Atlanta, Georgia, EUA, contou que conheceu Adrian Gonzalez, de 14 anos (na época) e amigo de seu filho, depois de ter perdido seu pai e também de ter se divorciado do marido.

Mulher de 37 anos se casa com amigo de seu filho, de 15, é presa por estupro

A mulher, na época com 35 anos, relatou que o adolescente mentiu sobre sua idade dizendo possuir 17, e afirmou que ele possuía um insistente interesse nela.

Embora não se sentisse atraída por ele no início, Lisa contou que se envolveu com o adolescente em um momento de fragilidade.



Eles prometiam que os garotos jogariam em grandes clubes de futebol e em troca pediam relações sexuais

Acusados de estuprar 10 alunos de uma escolinha de futebol, dois homens foram presos em Cuiabá. De acordo com a Delegacia de Direitos da Criança e do Adolescente, eles prometiam que os garotos jogariam em grandes clubes de futebol e em troca disso as vítimas concordavam em manter relações sexuais.

FOTO: INTERNET

Já foram identificadas 10 possíveis vítimas, com idades entre 12 e 16 anos. A reportagem do G1 tentou entrar em contato com as escolas e também localizar os advogados dos suspeitos, mas não obteve retorno de nenhum deles até o final da tarde de ontem.

Segundo informações da delegacia, Júlio César Patini e Gesiel Gomes comandavam escolinhas de futebol que reuniam mais de 200 alunos. Os crimes foram descobertos após uma das vítimas denunciar o caso à polícia em 2013. No entanto, as investigações foram prejudicadas depois que a vítima morreu em um confronto com policiais na capital.



Um funcionário público da Caixa Econômica Federal de Vitória da Conquista, identificado como Sid Andrade Reis, 58 anos, é suspeito de aliciar adolescentes em uma residência no Bairro Candeias.

Três garotas que estavam desaparecidas, há quatro dias, foram encontradas na casa do suspeito. Fotos e vídeos de meninas seminuas, armazenadas em um tablet, foram localizadas. A polícia apura a suspeita de abuso sexual que teria sido cometido pelo bancário, que ainda não foi encontrado.

VF

As adolescentes têm 13, 15 e 16 anos e eram procuradas há quatro dias. A mais velha sofre de transtornos mentais, segundo a polícia. A denúncia foi feita por uma amiga das meninas. A abordagem foi numa casa, no bairro Candeias, na noite de segunda (18). Algumas delas estavam seminuas quando os policiais entraram.

Segundo informações, a residência abriga há algum tempo menores nos finais de semana para festas e mais festas. Encontramos fotos no tablet, inclusive com vídeos, com meninas dançando na casa. Algumas fotos que demonstram a intimidade e fizemos questão de conduzir essas menores por entender que ali se encontrava um quadro de risco extremo à exploração sexual e a conduzimos até a delegacia”, informou o capitão da Polícia Militar, Helderim Tomaz.

REW

As adolescentes negaram que tenham sido abusadas sexualmente. Uma delas relatou que bebia cerveja e uísque na casa do suspeito. Sobre a dança, ela disse que dançava para se diversão e que elas mesmo gravavam os vídeos. Uma outra, que também teve a identidade preservada, contou à reportagem que frequenta o imóvel do suspeito há mais de um ano. O homem tem cinco passagens pela polícia por casos como porte ilegal de arma e por dirigir embriagado. Depois de prestar depoimento, as adolescentes voltaram para a casa dos pais.

Informações: G1



Cantora confirmou ser ela nas imagens e disse que cena aconteceu durante uma viagem por Cuiabá.

A cantora Inês Brasil passou por uma situação delicada nesta semana. A morena, que ficou conhecida pelas tentativas para entrar no ‘BBB’, teve um vídeo íntimo seu divulgado nas redes sociais. Em entrevista ao ‘Ego’, ela contou que a cena teria acontecido há pouco mais de um mês, durante uma viagem por Cuiabá.

RTEmagicC_2fe4fbff79.jpg

“Fui me apresentar em Cuiabá e conheci o rapaz. Ele era um fã que ficou comigo após o show, mas só aconteceu daquela vez”, disse Inês, que aparece em um banheiro com o rapaz. Apesar de ter ficado triste com a divulgação do vídeo, a cantora deixou claro que não se magoou com ele: “Eu entrego nas mãos de Deus, se ele divulgou por perversidade. O que rolou era para ter ficado entre nós. Sempre é bom e não importa se teve gravação ou não. Mas divulgar isso sem autorização é crime. Só que não desejo mal a ele. Tá na mão de Deus”.



Bebês siameses nasceram em parto de trigêmeos idênticos nos EUA no último fim de semana.

Silvia Hernandez e Raul Torres, pais dos trigêmeos e que possuem outro filho de três anos, foram brindados com o nascimento de seus três novos bebês, Catalina, Ximena e Scarlett, no último sábado, dia 16 de maio, no Centro Médico Corpus Christi, no estado do Texas.

4

Cada uma das crianças nasceu saudável e pesando cerca de 2 quilos, frutos de uma gravidez de pouco menos de 34 semanas.

Mas Ximena e Scarlett vieram ao mundo unidos pela pélvis, cavidade no interior do tronco, o que não foi uma surpresa para o casal, que já sabia do caso.

A chance de conceber trigêmeos idênticos do sexo feminino, onde dois dos bebês estão unidos, é de cerca de uma em 50 milhões.

6

As crianças necessitam esperar entre seis meses a um ano para que possam passar por um procedimento cirúrgico a fim de separá-las.

7

A família criou uma página na internet a fim de arrecadar fundos para arcar com as despesas médicas, já que Raul teve que abandonar seu emprego para cuidar de sua mulher e de seu filho mais velho.



Uma adolescente contraiu um parasita que começou a comer seu globo ocular de dentro para fora, a obrigando ficar acordada por uma semana para que não acabasse cega.

Jessica Greaney, de 18 anos, uma estudante de língua inglesa na Universidade de Nottingham, Inglaterra, acreditava possuir uma infecção depois que seu olho esquerdo começou a se tornar avermelhado e inchar até que se tornasse do tamanho de uma bola de golfe.

Após isso ela foi internada em um hospital onde se descobriu o que realmente estava acontecendo.

1463

Ela possuía um parasita, conhecido como Acanthamoeba Ceratite, encontrada em solos de água doce e água do mar, que cavava seu globo ocular, o que poderia deixa-la cega e até mesmo leva-la à morte, já que ele pode chegar à medula espinhal.

Jessica teve que ser medicada por uma enfermeira com um colírio a cada 10 minutos durante sete dias consecutivos para que pudesse se livrar do parasita. Isso significa que a jovem não pôde dormir.

14415

Mesmo depois de ser liberada do hospital, ela ainda teve que continuar recebendo 21 gotas de colírio por dia.

144448

A jovem contraiu o organismo hospedeiro depois de lavar suas lentes de contato com água contaminada.